Uma viagem pela África do Sul: de Johanesburgo á Cidade do Cabo

Uma viagem pela África do Sul: de Johanesburgo á Cidade do Cabo

A África do Sul é um daqueles países pelos quais você se apaixona imediatamente. Na hora de sair do “fim do mundo mais bonito”, certamente vai cair uma lágrima do seus olhos.

A jornada entre Johanesburgo e Cidade do Cabo tem cerca de 3200 quilômetros (ou mais, se você sair do um pouco do caminho de vez em quando), e cada parte dessa rota é algo realmente especial. Em poucos quilômetros percorridos, você vai se impressionar com a variedade de cenários, que vão fazer com que você queira sair do carro algumas vezes só para aproveitar o momento e tirar umas fotos.

Você poderia passar anos explorando esse país incrível. Para simplificar, a África do Sul tem de tudo um pouco, e não há nada que você não encontre aqui. Desertos, dunas de areia, vida selvagem, cidades animadas, vilarejos tradicionais, enseadas românticas, praias paradisíacas, costas escarpadas e aventuras cheias de adrenalina… Você não vai acreditar em tudo o que esse país tem para oferecer.

Nós somos Bolle e Marco, e estamos aqui para te falar quais os nossos destaques na África do Sul.

Se sentindo inspirado para fazer uma viagem de carro? Dá uma olhada no nosso serviço de aluguel de carros! 

1. Johanesburgo

Nesse momento, a vizinhança conhecida como Maboneng está em alta. A região é cheia de lindos cafés, galerias de arte e pequenas lojas. A galera é jovem e cheia de estilo, com um gosto apurado para moda e design. Em Maboneng, recomendamos especialmente o  Curiocity Backpackers Hostel.

Braamfontein é outro lugar que, com certeza, vai chamar sua atenção. O mercado “Neigbourgoods” é realizado todos os sábados. Com um DJ oferecendo ótima trilha sonora, um terraço com vista para o bairro, comidas deliciosas de todo o mundo e uma atmosfera urbana cool, é uma experiência multicultural incrível.

Dica: Quer saber mais sobre o passado do país? Então vale a pena fazer a visita guiada ao SOWETO, com uma parada no Museu Hector Pietersen e na casa onde Nelson Mandela morou.

2. Drakensberg

A verdadeira jornada começa aqui. Se você quer fazer trilhas e ficar bem perto da natureza, não perca a chance de passar alguns dias em Drakensberg, com um cenário impressionante formado por montanhas majestosas. A maior parte dos hostels também oferece passeios ao Kingdon of Lesotho (Reino de Lesotho), incluindo uma caminhada até as Cataratas de Tugela (Tugela Falls).

Também vale a pena fazer uma caminhada pelo Parque Nacional Royal Natel e passar uma ou duas noites no hostel  Karma Backpackers.O parque tem vistas incríveis, cachoeiras, piscinas naturais e muito, muito mais. E a entrada é um roubo: cerca de R$10 por pessoa.

Dica: Você sabia que Lesotho tem o pub mais alto do mundo? Pegue uma 4 x 4 até o lendário Sani Pass para ser recompensado com uma visão espetacular.

3. Coffee Bay

À medida em que você se aproxima da costa, a paisagem começa a ficar mais selvagem e acidentada. Bem, essa parte de KwaZulu-Natal não é conhecida como a “Costa Selvagem” sem motivos. Ao olhar para esse lugar, você vai pensar que alguém misturou Irlanda e África do Sul e jogou ali. Formações rochosas acidentadas e penhascos, oceano azul profundo, pequenas cabanas circulares tradicionais e enseadas paradisíacas – bem vindo a Coffee Bay!

Este é um lugar onde os mochileiros sempre acabam passando mais tempo. Como aconteceu conosco, que também ficamos mais do que o planejado originalmente. Você pode encontrar mochileiros de todo o mundo no Coffee Shack Hostel e, em seguida, se aconchegar na frente da fogueira no divertido Savana Dry durante a noite.

Coffee Bay tem alguns destaques. Fazer uma caminhada até o “Buraco na Parede” (Hole on the Wall) é algo que você não pode perder. As incríveis paisagens mostram que o importante é a jornada, e não só o destino! Passar a noite com os locais, desfrutar de boa comida, música e dança também é algo que deve estar na sua lista. Além disso, o Coffee Shak Hostel oferece aulas de surf por um ótimo preço, algo que realmente recomendamos.

Dica: Se você visitar a África do Sul no momento certo do ano (entre junho e outubro), vai ter grandes chances de ver baleias e golfinhos nessa parte da costa.

4. Chintsa

As melhores coisas podem vir nos menores pacotes. Se você procura por praias com faixas de areia sem fim, Chintsa é o lugar certo para você, na boca do rio de mesmo nome (Chintsa River). A população de menos de 1800 pessoas indica o quanto o lugar é pequeno e tranquilo, com vegetação subtropical exuberante, bananeiras selvagens e uma praia coberta de areia branca fininha. A água é bem rasa, o que a torna adequada para crianças também (devidamente supervisionadas). Além disso, o mar é bem mais quente por aqui, quando comparado com a Cidade do Cabo, uma vez que a aldeia fica na margem do cálido Oceano Índico, em vez das frias águas do Atlântico.

Dica: Alugue uma prancha de surfe e roupa de mergulho no hostel Buccaneers Backpackers e dirija-se ao mar para pegar algumas ondas.

5. Jeffreys Bay

Algumas das melhores ondas do mundo – isso é só uma das coisas garantidas em “Jaybay”. Todos os anos, milhares de viciados em surf se reúnem em Jeffreys Bay para pegar algumas ondas. Os profissionais do lugar gostam especialmente de surfar nas lendárias ondas “super tubo” de 800 metros de comprimento, que podem atingir alturas de 3 metros! Realmente enormes! Além disso, Jeffreys Bay hospeda o “JBay Winter Fest” (Festival de Inverno de JBay), um festival com ênfase em esporte e música. Claro que o surfe também aparece por ali!

Dica: O Cool Island Vibe Hostel oferece sand boarding, ou seja, você pode deslizar pela dunas de areia com uma prancha nos pés. Além disso, as dunas em si já são um banquete para os olhos.

6.  Parque Nacional Addo Elephant

Quer fazer um passeio para ver elefantes, zebras, gnus e hienas, sem sair do seu próprio carro? Então vá até o Addo Elephant Park. Por uma taxa de mais ou menos R$ 50 você pode entrar com seu carro no enorme parque e observar animais selvagens. Tudo bem que você não vai ver girafas por aqui, mas isso não torna o passeio menos atraente ou emocionante.

Dica: Não se esqueça de trazer um par de binóculos! Dessa forma, você também poderá ver os animais selvagens mais distantes, e não terá que levar seu carro para perto deles! Você vai encontrar a maioria deles no início da manhã e no fim da noite, e geralmente eles se reúnem em volta dos poços de águas.

7. Parque Nacional de Tsitsikamma

Um ambiente natural riquíssimo! Se você ainda não se apaixonou pela África do Sul, vai se apaixonar aqui. Uma visita ao Parque Nacional de Tsitsikamma é uma obrigação em qualquer viagem pela costa. O cenário tem tudo o que seu coração poderia desejar: ar fresco do mar, penhascos acidentados, encostas verdes, águas oceânicas turquesas e alguns destaques muito legais.

Entre eles, uma ponte suspensa de 77 metros de comprimento sobre a foz do Rio Storm. Do outro lado, há um caminho que leva a um pico com vista incrivelmente bonita, em uma subida de menos de 20 minutos.

Dica: Não perca a Trilha da Cachoeira (Waterfall Trail), que leva cerca de 90 minutos (e mais 90 para voltar). A entrada no parque custa menos que R$ 25 por pessoa.

8. Ponte Bloukrans

Você se considera um amante de adrenalina? Então não perca a chance de pular de bungee-jump da ponte Bloukrnas. A ponte fica 216 metros acima do vale e é a ponte mais alta da África. Ficar na pontinha da plataforma, olhando para baixo, é adrenalina pura!

9. Vale da Natureza (Nature’s Valley)

Ao sair da Ponte de Bloukran, você vai chegar no Vale da Natureza, onde passamos duas noites em uma barraca de safári. Se você quer só relaxar por um tempinho, este é o lugar certo. A praia é absolutamente linda e vai fazer com que você desligue do resto do mundo.

10. Oudtshoorn

Oudtshoorn vai muito além das fazendas de avestruz, e só a ida até lá já é uma delícia. Saindo da costa, você encontra o chamado “Pequeno Karoo”. Em alguns momentos, você vai achar que está no deserto australiano.

O contraste com a paisagens da costa é enorme. Dirigir pelo Robinson Pass é algo que você precisa fazer. Esse caminho para as montanhas cheio de surpresas realmente merece destaque. E claro, não perca a chance de visitar uma das muitas fazendas de avestruz de Oudtshoorn.

11. Mossel Bay

Esta cidade geralmente é chamada de “patinho feio” da Rota do Jardim (Garden Route), mas nós imploramos para que você não acredite. Mossel Bay é uma cidade legal e descontraída, onde você pode relaxar na praia, ficar em um trem convertido (Santos Express Train), desfrutar de boa comida e tomar cafés deliciosos.

Dica: Não tem um bom motivo para perder uma visita ao “Blue Shed Coffee Roastery”, com um exterior que vai chamar sua atenção. Sua estrutura é algo a ser observado: apesar de parecer que tudo foi meio amontoado, cada detalhe se encaixa perfeitamente. Experimente os deliciosos brownies de chocolate! E é difícil explicar quão bom é o café, simplesmente celestial!

12. Reserva Natural De Hoop

As incríveis dunas de areia da Reserva Natural De Hoop estão, sem dúvidas, entre os destaques da África do Sul. Elas ficam localizadas entre as reservas naturais de Mossel Bay e Cape Agulhas. A paisagem impressionante vale um passeio pela rota cênica. Parece uma caixa de areia gigante que você levaria para casa como souvenir, se pudesse.

Dica: Tivemos a chance de ver uma baleia por quase 30 minutos aqui. Ela batia na água com sua cauda várias vezes e saltava. A região é um dos melhores lugares para ver baleias da costa. Se você tiver um tempinho a mais, definitivamente é válido fazer uma caminhada na “Whale Trail” (Trilha das Baleias)!

13. Cape Agulhas

É claro que você não deve ignorar o famoso “ponto mais austral da África” em sua viagem. A estrada nos levou a um farol que marca o início da trilha curta e estreita. Na verdade, chamar isso de trilha é um exagero, a descrição mais correta seria “uma ótima rota para caminhadas”. Ao final, você vai se encontrar no “Pé da África”, também conhecido como o lugar onde dois oceanos se encontram.

Dica: Com uma caminhada extra de 2 quilômetros, você encontra navios naufragados, como o Meisho Maru38, que esbarrou com uma tempestade violenta em 1982. Dá para fazer fotos incríveis quando o tempo está bom.

14. Hermanus

Hermanus é uma pequena cidade costeira muito linda. Você vai encontrar muitas acomodações, bares e restaurantes, além de supermercados e pequenas lojas. Tudo parece super caseiro, com cara de resort e spa de frente para o mar. Águas azul-esverdeadas do Atlântico, céu claro, costa acidentada e brisa fresca – bem vindo a Hermanus.

A cidade é considerada a capital mundial da observação de baleias. Todos os anos, a partir de junho e julho, baleias franca austral e jubartes chegam da Antártica para se acasalar e ter filhotes. A maior parte delas fica por lá até dezembro.

Dica: Definitivamente, tire um tempinho para fazer a caminhada na trilha conhecida como “Cliff Path Trail”, uma rota encantadora que abraça o litoral por toda a sua extensão, com um cenário deslumbrante.

15. Muizenberg

Muizenberg é, sem dúvidas, um dos nossos lugares preferidos da África do Sul. Não tem muita coisa lá, além de um supermercado, algumas escolas de surfe e pequenos restaurantes e cafés. No entanto, Muizenberg exala charme. Tudo no lugar gira em torno do surfe e do kitesurf, e você pode alugar uma prancha e roupas de mergulho por cerca de R$ 60 –  80 por dia (por exemplo, no Gary’s Surf School ou no Surf Emporium). Ah, a propósito: é aqui que ficam as famosas casas de praia multicoloridas.

Dica: O café “Blonde & Beard Café” é maravilhoso, com ótimo café e cardápio de café da manhã bem legal. Passamos horas – às vezes o dia inteiro – aqui, de tão acolhedor que é o lugar. Os proprietários são realmente simpáticos e, na sua segunda visita, já vão lembrar qual o seu café preferido.

16. Chapman’s Peak Drive

Saindo de Muizenberg, você chega na cidade Simon’s Town (com seus pinguins) e no Cabo da Boa Esperança. Como todo mundo já sabe sobre esses destaques, não precisamos dar muitos detalhes. Provavelmente, você também já ouviu falar sobre Chapman’s Peak Drive, mas é bom reforçar: é absolutamente imperdível!

Essa estrada cênica é, provavelmente, uma das mais lindas do mundo. Logo antes de chegar em Cape Town, você vai ser atropelado pela beleza da paisagem sul-africana mais uma vez. Em cada curva tem uma surpresa com vistas que vão tirar seu fôlego, com toda razão.

17. Cape Town

É possível escrever um romance inteiro sobre essa metrópole única e vibrante. Cape Town é tão diversificada quanto a própria África do Sul. De locais como Tafelberg, Waterfront e Camp Bay, até a grande quantidade de mercados e cafés, a cozinha super variada e a vida noturna colorida – Cape Town é o máximo!

Subir até Tafelberg a partir do Jardim Botânico de Kistenbosch com certeza foi um dos nossos destaques, assim como o mercado Neighbourgoods em Woostock. Não perca a chance de fazer um passeio até Lion’s Head e ver o pôr do sol de Signal Hill. Além disso, só se deixe levar pela vibe e aproveite a cidade ao máximo.

Dica: Existem ônibus da MicCiTi em qualquer direção, com horários pré-agendados. Os ônibus são realmente modernos e baratos. Dessa forma, você pode explorar a cidade, evitando pegar muitos Ubers e táxis. Mas quando for preciso, andar por lá ficou muito mais fácil com o Uber para te levar direto de um lugar para outro.

📚 Sobre Os Autores 📚

Nós somos Bolle e Marco, e estamos viajando pelo mundo há mais de um ano. Quer saber mais sobre a África do Sul? Obtenha nosso guia de viagem de 290 páginas e planeje suas aventuras no “fim do mundo mais lindo de todos”, de acordo com o que você quer fazer. No nosso blog “Komm ‘wir machen das einfach” (Vamos nessa, vai ser fácil) você pode ver mais posts, rotas, fotos e vídeos sobre a África do Sul.

Créditos Foto de Capa: @njohnston

Share The World!
INSTAGRAM
EMAIL
Facebook
Facebook
GOOGLE
GOOGLE
/blog/uma-viagem-pela-africa-do-sul/?lang=pt-br
Youtube
Pinterest
Pinterest

Sobre o Autor

Laura Carniel

Inspire-se

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios. Campos obrigatórios são marcados com *

Aplicativos de Celular Hostelworld

Faça a reserva no caminho com os novos aplicativos móveis da Hostelworld.

Download on App Store Download on Play Store

Pesquise e reserve mais de 33.000 propriedades em 170 países, onde você estiver.