Lidando com $$: todas as dicas para trocar e levar dinheiro em seu mochilão

Lidando com $$: todas as dicas para trocar e levar dinheiro em seu mochilão

Mochilar é uma oportunidade única de conhecer culturas, comidas e pessoas de  diferentes países. Envolve experiências transformadoras e também desafios. Além de pensar em mais de um idioma, você fará contas em várias moedas. Este texto tem tudo que você precisa saber para lidar com seu dinheiro pelo mundo. Confira agora as melhores dicas de câmbio e cartões para seu mochilão.

Os desafios financeiros de todo mochileiro:

1 – Trocar dinheiro

Este desafio é sobre ao preço da moeda, que muda praticamente todos os dias e sobre o imposto fixo para brasileiros, chamado IOF. Ao trocar seu dinheiro mais de uma vez, você pode sair no prejuízo. Por isso é interessante estimar seus gastos em cada país e monitorar suas finanças.

2 – Levar dinheiro

Este desafio é sobre os meios em que você vai transportar seu dinheiro e em quais moedas. Levar todo seu dinheiro de uma só forma nunca é uma boa ideia. Tudo em dinheiro vivo pode ser inseguro e tudo em cartões pode ser arriscado. Certos estabelecimentos só aceitam a moeda local.

Como trocar dinheiro para um mochilão

Cada país tem sua própria moeda, que pode ser mais ou menos estável dependendo de sua economia. O dólar e o euro são moedas relativamente estáveis. Você pode comprar elas para ir para a Europa e para os Estados Unidos, mas também consegue viajar e trocar por moedas locais na maioria dos países do mundo. Já o peso argentino, por exemplo, sofreu uma desvalorização histórica em 2018. O ideal é trocar, com pouca margem, a quantidade que você vai precisar.

Trocar dinheiro é uma aposta! E, como todo jogador esperto, você não vai colocar todas as suas fichas no mesmo cavalo. Todos os especialistas aconselham trocar seu dinheiro aos poucos.

Por exemplo, quem pretende levar US$ 4 mil para mochilar nos Estados Unidos daqui um mês, pode trocar mil dólares por semana a partir de hoje. A média das taxas de câmbio do período diminui seus riscos.

Dinheiro vivo em seu mochilão

Onde não trocar dinheiro:

-Aeroportos

-Shoppings

-Câmbio paralelo

Onde trocar dinheiro (Casas de Câmbio):

-Evite aquelas próximas a pontos turísticos

-Escolha regiões com muitas casas de câmbio, para aproveitar o volume de concorrência

-Vá durante os horários comerciais bancários

Que moeda levar para cada região do mundo?

Mochilão pela América do Sul

Para a maioria dos países da América do Sul, levar dólar e trocar nas casas de câmbio ao longo da viagem pode ser uma boa opção. É difícil encontrar as diferentes moedas da América Latina no Brasil, assim como trocar seus reais por lá. As únicas exceções, onde você pode levar reais são: Buenos Aires, Santiago e as cidades do Uruguai. Sempre leve outras opções além do dinheiro vivo.

  • Que moeda levar para o Chile: Dólar ou Real
  • Que moeda levar para a Bolívia: Dólar
  • Que moeda levar para a Peru: Dólar
  • Que moeda levar para o Equador: Dólar
  • Que moeda levar para Argentina: Dólar ou Real

📷 consls

Mochilão pela América do Norte

Comprar dólar será sua melhor opção durante um mochilão na América do Norte. Leve dólares para comprar pesos mexicanos, leve dólares para os Estados Unidos e compre Dólares canadenses no Brasil, para viajar no Canadá. Sempre leve outras opções além do dinheiro vivo.

  • Que moeda levar para os Estados Unidos: Dólar
  • Que moeda levar para o Canadá: Dólar ou Dólar Canadense
  • Que moeda levar para o México: Dólar

Mochilão pela Europa

Para seu mochilão na Europa vale a pena comprar euros antes de sair do Brasil, já que é a moeda oficial da maioria dos países da Europa. Os demais, trocarão seus euros pela moeda local. Sempre leve outras opções além do dinheiro vivo.

  • Que moeda levar para os países da União Européia: Euro
  • Que moeda levar para a Inglaterra: Libra ou Euro
  • Que moeda levar para a Noruega: Coroa norueguesa ou Euro
  • Que moeda levar para a Suíça: Franco Suíço ou Euro

Mochilão pela Ásia

Para seu mochilão pela Ásia vale a pena comprar dólares no Brasil e trocar lá. Ou ainda, usar seus dólares sem trocar. Sempre leve outras opções além do dinheiro vivo.

  • Que moeda levar para a Tailândia: Dólar
  • Que moeda levar para o Japão: Iene ou Dólar
  • Que moeda levar para a Índia: Dólar
  • Que moeda levar para a China: Dólar

Mochilão pela África

Em seu mochilão pela África você vai passar por países com moedas completamente diferentes. Leve dólares e troque a cada novo destino. Sempre leve outras opções além do dinheiro vivo.

  • Que moeda levar para o Marrocos: Euro ou Dólar
  • Que moeda levar para a África do Sul: Dólar
  • Que moeda levar para o Egito: Dólar

Mochilão pela Oceania

Você pode fazer seu mochilão todo pela Oceania levando dólares americanos, mas comprar o dólar neo-zelandês e o dólar australiano no Brasil pode te ajudar a economizar. Sempre leve outras opções além do dinheiro vivo.

  • Que moeda levar para a Nova Zelândia: Dólar Neozelandês ou Dólar
  • Que moeda levar para a Austrália: Dólar Australiano ou Dólar

Melhores APPs para te ajudar no câmbio

1- Melhor Câmbio

Compara as ofertas de bancos e corretoras para te ajudar a decidir onde e quando comprar. Você vai descobrir uma grande diferença entre os preços.

2- OANDA

Te mostra a cotação internacional interbancária “perfeita” de qualquer moeda em relação ao dólar ou euro. Se a cotação da sua cidade no Brasil for até 6% maior que a da OANDA, vale a pena comprar a moeda antes de viajar

3- XE

Este aplicativo apresenta taxas de câmbio atualizadas e faz conversões. O melhor do app é a funcionalidade offline. Assim, você pode passar na casa de câmbio antes mesmo de comprar um chip de internet local.

Como levar dinheiro para uma viagem

Lembre: você precisa que seu banco desbloqueie o seu cartão antes de qualquer viagem.

Escolha: utilizar os ATMs (caixas eletrônicos) em horários comerciais. Assim, se seu cartão for “engolido”, entre outras complicações, algum funcionário poderá te ajudar.

1 – Dinheiro vivo (menos impostos)

Trocar reais por moedas estrangeiras no Brasil é uma das melhores opções, o dinheiro vivo conta com a menor taxa de IOF, de 1,10%. Troque seus reais por moedas fortes como o Euro e o Dólar, seja para usar ou para trocar por moedas locais.

Prós

  • A maioria dos estabelecimentos aceita dinheiro vivo
  • Não precisa se preocupar com as taxas bancárias do cartão
  • Você pode ir comprando aos poucos e jogar com as melhores taxas de câmbio

Contras

  • É inseguro
  • É volumoso. Por exemplo, trocar mil reais em pesos argentinos vai te render muito papel
  • Só é permitido sair do Brasil com 10 mil reais em espécie, seja em dólares ou euros.

2 – Cartão de crédito (mais surpresas)

O cartão de crédito é a opção mais arriscada para a sua viagem. A taxa de IOF é de 6,38% e o valor do câmbio que será cobrado é aquele do dia da fatura.

Prós

  • Você pode acumular milhas e viajar mais.
  • É mais seguro que andar com dinheiro vivo.

Contras

  • Taxa do IOF
  • Taxa do saque
  • Sujeito ao câmbio do fechamento da fatura
  • Não é aceito em todo os lugares, como alguns hostels

3 – Cartão de débito (mais confortável)

Levar um cartão de débito pode ser uma opção confortável para não se preocupar com casas de câmbio, porém, as taxas envolvidas não são as melhores. A taxa do IOF é de 6,38% e dependendo do seu banco, a taxa do saque pode ser uma surpresa negativa.

Prós

  • Valor do câmbio cobrado é aquele do dia da compra
  • É mais seguro que andar com dinheiro vivo.

Contras

  • Taxa do IOF
  • Taxa do saque
  • Sujeito ao câmbio do dia da compra
  • Não é aceito em todo os lugares, como alguns hostels

4 – Cartão pré pago (vale a pena)

O cartão pré-pago, tipo Travel Money, é uma das melhores opções para países como o Chile onde você trocaria duas vezes seu dinheiro. Para o brasileiro que compra dólar ou euro para trocar pela moeda local em outro país, o cartão pré-pago é uma boa escolha. O imposto IOF de 6,38% é cobrado no dia que o cartão é carregado. Pesquisando entre casas de câmbio locais, você provavelmente conseguiria ofertas melhores. Mas o cartão pré-pago é melhor que as casas de câmbio de aeroportos e shoppings por oferecer cotações próximas às interbancárias.

Prós

  • Não precisa se preocupar com pesquisas em casas de câmbio
  • É mais seguro que o dinheiro vivo
  • Congela o Dólar ou o Euro no momento da compra da moeda

Contras

  • Você vai precisar pesquisar um dia que o câmbio esteja favorável para carregá-lo
  • Você paga outra taxa para sacar. (Saque tudo o que precisar de uma vez para não perder tanto com as taxas)
  • Se você não gastar tudo, terá que vender para corretora ou banco

O que é o IOF?

O IOF é um imposto sobre diversas movimentações financeiras. Ao utilizar um cartão no exterior ou comprar alguma moeda estrangeira aqui no Brasil você terá que pagar essa taxa. Este imposto já foi menor e pode sofrer alterações.

Confira dois exemplos:

Para utilizar cartões ou sacar no exterior: IOF de 6,38%

  • Exemplo: Carreguei meu cartão pré-pago com R$ 1.000, o imposto cobrado será de R$ 63,80.

Para comprar moedas estrangeiras no Brasil: IOF é de 1,10%

  • Exemplo: Comprei 1.000 dólares com a taxa de câmbio de 3,371. O imposto cobrado será de R$ 37,08.

A alternativa da transferência internacional

A transferência internacional é uma alternativa para receber dinheiro onde estiver no mundo. Você pode colocar seu dinheiro na conta de um amigo no Brasil e pedir para que ele envie, via agências de transferência internacional online, para algum dos endereços disponíveis. Também é uma forma de receber dinheiro enquanto trabalha remotamente, de qualquer lugar do mundo.

Algumas das agências que prestam serviços de transferência internacional são:

Bônus 1! Como ganhar dinheiro enquanto viaja?

Durante o seu mochilão você vai perceber que nem tudo é dinheiro. Você pode viajar muito longe fazendo trabalho voluntário, trabalhando em estabelecimentos locais ou realizando projetos como freelancer. É possível desenvolver diferentes habilidades para trocar por hospedagem e alimentação ou para ganhar na moeda local e seguir viajando. Fotógrafos, músicos, cozinheiros, artesãos, jornalistas, paisagistas, designers e pessoas abertas a diferentes oportunidades podem ganhar dinheiro viajando. Estas pessoas pensam fora da caixa, colaboram para ir mais longe, se comunicam e são pró-ativas! Confira alguns artigos na temática:

Bônus 2! Está voltando? Pegue seus impostos de volta 😉 

O IVA (Imposto de Valor Agregado) pode ser solicitado em países como Portugal, Grécia, Argentina, França, Reino Unido, Itália e Espanha, além dos estados Texas e Louisiana nos Estados Unidos. A isenção serve para gastos com hospedagem e compras em lojas com o selo “Tax Free Shopping”. Em países como Portugal e Grécia, até 20% do valor das suas compras podem ter sido só de impostos.

Para obter o reembolso você precisa:

  • Ter ficado menos de 3 meses no país
  • Ter gasto um valor mínimo, que varia em cada país
  • Guardar as notas fiscais
  • Preencher o formulário de reembolso (quem vai para países da União Européia só precisa apresentar um, no último aeroporto antes de voltar ao Brasil)

O serviço do reembolso acontece nos aeroportos e as empresas cobram uma taxa do valor total. Prefira pedir seu reembolso antes do check-in, as empresas podem pedir os produtos que você comprou. Lojas de roupas, calçados e eletrônicos utilizam a devolução dos impostos para atrair viajantes e turistas.

 

📚 Sobre a autora 📚

Meu nome é Raquel Cintra Pryzant e sou uma jornalista brasileira que escreve sobre pessoas. Eu viajo para conhecer histórias de vida e criei o projeto Sola no Mundo para compartilhá-las. Bora conversar pelo meu Insta onde estão minhas melhores fotos!

Share The World!
INSTAGRAM
EMAIL
Facebook
Facebook
GOOGLE
GOOGLE
/blog/trocar-e-levar-dinheiro-em-seu-mochilao/?lang=pt-br
Youtube

Sobre o Autor

Iami Gerbase (Hostelworld)

Brazilian journalist tired of hearing "You don't look Brazilian". Loves to taste street food, read at the beach and watch Naked and Afraid. Would also like to be able to live in Florianópolis, Hanoi and Paris at the same time.

Inspire-se

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios. Campos obrigatórios são marcados com *

Aplicativos de Celular Hostelworld

Faça a reserva no caminho com os novos aplicativos móveis da Hostelworld.

Download on App Store Download on Play Store

Pesquise e reserve mais de 33.000 propriedades em 170 países, onde você estiver.