Onde ficar em Lisboa: um guia dos melhores bairros da cidade

Onde ficar em Lisboa: um guia dos melhores bairros da cidade

Quando visitei Lisboa pela primeira vez, há cerca de três anos, a cidade ainda estava relativamente fora do radar de muitos viajantes. E mesmo que nos últimos anos sua popularidade tenha crescido, aos trancos e barrancos, parece que ainda há muito para descobrir quando se perambula pelos labirintos de ruas em bairros como Alfama e Graça. Lisboa é uma cidade compacta e relativamente pequena quando comparada a outras capitais da Europa, mas seus bairros são bem diversos e distintos. Isso significa que o lugar que você escolhe para se hospedar pode ter um grande impacto na maneira que você vai experienciar a cidade. Então, seja a poucos passos das grandes avenidas repletas de restaurantes e lojas ou em algum lugar perfeito para desfrutar de uma bica (expresso) todas as manhãs com os locais, aqui está um guia de onde ficar em Lisboa.

Veja hostels incríveis em Lisboa!

Alfama

Lisboa é uma das cidades mais antigas da Europa Ocidental, mas a maior parte do que você vai ver foi construída durante o Século 18, depois que a maior parte da cidade desmoronou sob o catastrófico terremoto de 1º de Novembro de 1755 e o resto foi consumido pelo fogo ou varrido pelo tsunami que veio logo em seguida. A antiga área moura conhecida como Alfama, que se estende por uma das sete colinas de Lisboa, milagrosamente, sobreviveu.

Você pode ter uma visão geral da região com uma passeio no, normalmente lotado, Elétrico 28, que vai passar por lugares como a Catedral da Sé. Uma dica é pegar o último trem da noite para evitar filas e ver a cidade sob uma luz diferente. Embora exista um crescente número de turistas andando pelas calçadas de calcário das ruas principais (incrivelmente pequenas para alguns padrões), ainda é possível encontrar uma Lisboa mais autêntica pelas vielas e escadarias. Caminhe por ruas cobertas de roupas no varal, passe por uma senhora vendendo Ginga (licor de cereja português) na janela de casa e seja atraído pelos sons tristes e doces de um fado tocado nos pequenos cafés.

Caminhe sem rumo e se perca na região. Enquanto anda pelas ruas, procure pela sua fachada preferida entre os prédios cobertos por azulejos coloridos. O alto da colina não fica devendo nada em vistas incríveis, então admire as buganvílias cor-de-rosa brilhantes que enfeitam o Miradouro de Santa Luzia ou pare nas Portas do Sol para ver as cores do dia desaparecerem sobre o Rio Tejo.

Where to stay in Lisbon - Alfama

📷@astaclivo

Graça

Se você continuar subindo a colina desde Alfama (prepare-se para uma boa caminhada), vai chegar em Graça, uma ótima região para quem pretende encontrar as melhores vistas de Lisboa. Veja toda a cidade espalhada à sua frente no Castelo de São Jorge ou caminhe até o Miradouro da Graça, de onde você verá o próprio Castelo de São Jorge e todo o centro de Lisboa. O lugar também vale a pena por seu café ao ar livre, onde você pode experimentar ótima comida e bebida acompanhado de uma vista incrível. Antes de ir embora, entre na Igreja da Graça, que abriga um interior barroco ornamentado do Século 13 e, se ainda sobrar força nas pernas, aproveite para caminhar mais uns dez minutos até o topo da colina. No Miradouro de Nossa Senhora do Monte, você vai ser um dos poucos desfrutando da melhor vista da cidade.

Se estiver em busca de um lugar agradável para comer boa comida portuguesa, ouvir boa música, tomar um bom vinho e aproveitar a noite, vá até o Damas, um espaço super divertido e diversificado no coração de Graça. Eles oferecem opções de comida vegana e vegetariana e muitos eventos culturais bem legais. Um ótimo lugar para conversar com os moradores da cidade enquanto curte a música.

Where to stay in Lisbon - Graca

📷@macarenaescriva

Mouraria

Enquanto Alfama foi invadida por turistas, a Mouraria, no lado oposto da colina (mais perto da estação de metrô Martim Moniz), parece relativamente desconhecida. Esta foi a outra região que sobreviveu ao terremoto, mas devido à sua reputação anterior de favela, a área não recebeu muitos visitantes. Mas isso está mudando, já que seus prédios passam por reformas e restaurações. Desça o Beco das Farinhas para ver os moradores mais antigos de Mouraria e uma exposição de arte ao ar livre da fotógrafa Camilla Watson com fotos dos moradores do lugar.

Para conhecer o trabalho de mais artistas locais, entre no Parque do Estacionamento do Chão do Loureiro (sim, é um estacionamento, mesmo!). Cada nível é pintado por um artista diferente, mostrando alguns dos melhores talentos de Portugal. Como esse é o bairro mais multicultural de Lisboa, você também pode ir até a praça Martim Moniz para encontrar uma fila de restaurantes e quiosques com comidas além das portuguesas. E não deixe de procurar pela Escadinhas de São Cristovão, a menor livraria do mundo, e pela Renovar a Mouraria, uma associação local que promove eventos multiculturais e tem um café com comida barata e deliciosa.

Mouraria e Alfama têm alguns dos restaurantes locais mais autênticos da cidade. Para realmente entrar no clima dos moradores, você precisa visitar um dos famosos restaurantes chineses secretos da área, gerenciados por famílias e escondidos em apartamentos das ruas secundárias. Não são locais regulamentados, mas estão sempre cheios de locais. Apenas encontre uma porta entreaberta e aperte a campainha. Você será recebido em um espaço aconchegante e simples (geralmente uma sala de estar) com comida chinesa autêntica. Não deixe de experimentar o sorvete frito.

Where to stay in Lisbon - Mouraria

📷@alicegreta

Baixa

Se ficar em uma região central está entre suas prioridades, Baixa é o melhor bairro para se hospedar em Lisboa, já que é o centro da cidade. Mas para isso você vai abrir mão do charme visto em outras regiões, já que essa área é tomada por empresas e hotéis. A Estação Ferroviária do Rossio, que você provavelmente vai conhecer se for passar um dia em  Sintra, fica bem no meio dessa região e o bairro é praticamente todo plano, por isso caminhar entre suas avenidas não exige nenhum esforço. Junte-se às multidões que percorrem as lojas da Rua Augusta e relaxe nas impressionantes praças cercadas por palácios e edifícios do governo. Pegue o elevador até o topo do Arco Triunfal da Rua Augusta para uma visão das ruas, da Praça do Comércio e do rio logo além. Embora a maior parte do bairro esteja repleto de turistas, você pode ter uns momentos de calma na Igreja de Nossa Senhora da Conceição Velha. Uma informação legal sobre essa igreja é que apenas sua fachada sobreviveu ao terremoto de 1755, e o restante foi construído a partir de suas ruínas. Para uma autêntica experiência em padaria portuguesa, vá até a Nova Pombalina, um pequeno e delicioso café com sucos naturais, doces e sanduíches.

Where to stay in Lisbon - Baixa

📷@duemme.7

Chiado

Se eu fosse classificar os bairros pela qualidade de seus pastéis de nata, os clássicos doces portugueses, o Chiado ficaria em primeiro lugar. Não importa onde você fique em Lisboa, faça pelo menos uma parada na Manteigaria para experimentar essas delícias. Mas o bairro tem mais do que doces maravilhosos: vá até o Sea Me para frutos do mar frescos, até a Taberna da Rua das Flores para experimentar seu menu em constante mudança ou até O Trevo para bifanas (sanduíches de porco) simples e deliciosas de € 2 (mais ou menos R$ 8). Para conhecer um lado mais histórico do bairro, visite o Convento do Carmo, um passeio surreal no qual você verá de perto os danos causados pelo Grande Terremoto de Lisboa, com um pedaço do telhado ainda desabado. Os restaurantes de Chiado podem ser um pouco caros, então procure um pouco mais para encontrar locais autênticos. Se quiser uma boa refeição vegetariana, não deixe de visitar o Jardim das Cerejas, com buffet liberado de € 7,50 (cerca de R$ 30).

Where to stay in Lisbon - Chiado

📷@pedropraz

Bairro Alto

Logo ao lado de Chiado fica o seu vizinho mais animado, Bairro Alto. Originalmente um bairro de classe trabalhadora, o Bairro Alto ganha vida durante a noite, com pessoas de diferentes estilos e origens andando pelos bares e se divertindo até as primeiras horas da manhã. Tenha isso em mente caso você não pretenda fazer parte da festa, já que o barulho pode ser um problema ao se hospedar na região. A maior parte das fachadas que não estavam cobertas por azulejos receberam uma colorida reforma com arte de rua. O Bairro Alto é um lugar para beber nas calçadas e conhecer novas pessoas. Você pode encontrar uma cerveja na maioria dos bares por menos de € 1,5 (cerca de R$ 6,30) e, sem perceber, vai passar a noite inteira curtindo. Se quer um lugar autêntico para ouvir fado, faça uma reserva na Tasca do Chico, já que esse pequeno bar com apresentações ao vivo de cantores de fado fica cheio cedo.

Se você procura por uma experiência mais cultural, confira a Galeria Zé dos Bois (ZDB), um centro de arte criado como uma organização sem fins lucrativos. Desfrute de concertos, noites de cinema, exposições, performances artísticas e uma boa cerveja no terraço.

Where to stay in Lisbon - Bairro Alto

📷@adriandematos1

Cais do Sodré

Parece que a zona ribeirinha do Cais do Sodré, em Lisboa, afastou sua reputação como zona pobre cheia de marinheiros da noite para o dia, e se transformou em uma das regiões mais modernas da cidade. As pessoas lotam o Cais do Sodré durante o dia para conhecer o Time Out Market Lisboa, um antigo mercado de peixes transformado em praça de alimentação com alguns dos melhores chefes e restaurantes de Portugal. Depois vá até a famosa Rua Cor-De-Rosa para conferir os bares e clubes mais populares.

O Cais do Sodré se tornou um ponto de referência tão forte que já compete com o Bairro Alto pela melhor vida noturna de Lisboa. Você não pode deixar a cidade sem comer sardinhas, então experimente os famosos peixes enlatados de Portugal no Sol e Pesca, um bar instalado em uma antiga loja de artigos de pescaria.

Se procura algo mais tranquilo, visite o Arco da Velha, um café e restaurante decorado como a casa da sua avó, o lugar perfeito para relaxar depois de um dia inteiro explorando a cidade enquanto saboreia uma fatia de bolo com chá ou uma imperial (uma pequena cerveja).

Where to stay in Lisbon - Cais do Sodre

📷@yassmr

Príncipe Real

Embora Príncipe Real tenha uma localização central, parece um bairro chique afastado com suas mansões, um palácio e muitos lisboetas se encontrando para um drink nos quiosques locais. Esse pequeno bairro residencial transborda charme e suas ruas são cheias de lojas e boutiques fabulosas. Se procura por achados únicos portugueses, fique atento a lugares como Entre Tanto e 21 PR Concept Store.

A Embaixada é um dos edifícios mais impressionantes de Lisboa, um palácio neo-mouro de 1800 que agora funciona como um bazar de moda de dois andares com um café no pátio interno. Você vai encontrar muita comida deliciosa, embora um pouco mais cara, em todo o bairro, como o frango frito da Frangasqueira Nacional, pratos simples de peixes frescos na Churrasqueira da Paz ou prego no bolo do caco (um sanduíche de carne) no O Prego da Peixaria.

A Gelateria Nannarella empilha bolas e bolas do autêntico gelato italiano e o Bettina & Niccolò Corallo Chocolate & Café faz sorvete de chocolate de três ingredientes, incluindo o chocolate de sua plantação em São Tomé. Se você precisar de um lugar para relaxar depois de passar tanto tempo fazendo compras e comendo, aproveite o sol quente sob o cedro no meio do Jardim do Príncipe Real.

Where to stay in Lisbon - Principe Real

📷@visuelli.erja

Campo de Ourique

Se você seguir no Elétrico 28 até o fim da linha, vai passar pelo Jardim da Estrela e pela Basílica da Estrela um pouco antes de entrar no bairro Campo de Ourique. Muitas famílias escolheram essa região como lar e as ruas estão sempre cheias de pessoas fazendo compras, caminhando com cães ou fazendo corridas e passeios. Conheça o Mercado de Campo Ourique, uma versão menor do Time Out do Cais do Sodré, para ver a oferta de frutas e legumes ou mesmo para jantar em uma das barraquinhas de comidas.

Mate seu desejo de doces portugueses na Panificação Mecânica ou pegue um Pão de Deus em uma das muitas padarias tradicionais da região. No limite do bairro, você vai encontrar a Tapada das Necessidades, um grande jardim que parece meio esquecido com suas fontes vazias e uma estufa de vidro. É como um pequeno pedaço do paraíso com pavões passeando pelos jardins e espaço para se esticar na grama.

Intendente

Intendente é uma das áreas mais modernas de Lisboa, onde você pode encontrar muita gente interessante, boa comida e eventos culturais. As associações da Zona Franca e da RDA são lugares incríveis para conhecer, conviver com moradores e experimentar comida vegetariana deliciosa. E você também pode se tornar um membro com uma pequena doação que vai ajudá-los a continuar com as atividades.

O Crew Hassam é um lugar super versátil onde você pode dançar a noite inteira, mergulhar na coleção de vinis, comer pizza e panquecas ou apenas relaxar em uma de suas muitas áreas confortáveis. Também há sempre algo de interessante acontecendo na Casa Independente, um espaço criativo localizado em uma bela mansão logo em frente ao Largo do Intendente. Você pode tomar alguns drinques e comer alguma coisa durante a tarde ou aproveitar as noites dos fins de semana com shows e apresentações de DJs.

Where to stay in Lisbon - Intendente

📷@astaclivo

 

📚 Sobre a autora 📚

Kelly Barcus é uma fotógrafa e blogueira de viagens que vive em Newport Beach, Califórnia, Estados Unidos. Quando não está explorando as praias e trilhas perto de casa, ela está planejando a próxima viagem. Ela adora levar seu filho pequeno em grandes aventuras e documenta tudo no blog No Man Before e em seu Instagram.

Porque não guardar esse artigo no Pinterest para ler mais tarde? 👇👇

Share The World!
INSTAGRAM
EMAIL
Facebook
Facebook
GOOGLE
GOOGLE
/blog/onde-ficar-em-lisboa/?lang=pt-br
Youtube

Sobre o Autor

Iami Gerbase (Hostelworld)

Hi! My (weird) name is Iami and I'm a Brazilian journalist tired of hearing "You don't look Brazilian". I love to taste street food, read at the beach and watch Naked and Afraid. 🌏 Favourite place on earth: Praia de Palmas, SC, Brazil. 🏠 Favourite hostel: Bananas Bungalows, Krabi, Thailand. You can follow my travels on Instagram: @iamigerbase.

Inspire-se

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios. Campos obrigatórios são marcados com *

Aplicativos de Celular Hostelworld

Faça a reserva no caminho com os novos aplicativos móveis da Hostelworld.

Download on App Store Download on Play Store

Pesquise e reserve mais de 33.000 propriedades em 170 países, onde você estiver.