O que fazer em Medellín: a Colômbia além do óbvio

O que fazer em Medellín: a Colômbia além do óbvio

Eu moraria aqui. Essa foi a primeira coisa que passou pela minha cabeça enquanto eu andava pelas ruas de Medellín, na Colômbia. E pelo visto não sou só eu! Medellín é um destino bastante procurado por expats, principalmente entre jovens e nômades digitais.

Conhecida como a Cidade da Eterna Primavera por causa das temperaturas sempre agradáveis, os preços baixos e a efervescência cultural de Medellín atraem cada vez mais pessoas!

Eu me encantei pela cidade e fiquei quase 20 dias por lá, durante meu mochilão de 3 meses pela Colômbia. Então se você estiver pensando em conhecer Medellín, leia e guarde esse post com carinho porque tem várias dicas boas! 🙂

Melhor época para visitar Medellín

A Colômbia só tem duas estações: seca e chuvosa. Em Medellín, as temperaturas são sempre amenas, com um friozinho leve à noite. Caso vá fazer uma viagem curta, é uma boa ver direitinho essa questão da época antes de comprar a sua passagem.

Só para ilustrar: eu estive por lá em Outubro, no auge da estação chuvosa (que vai de Setembro a Novembro), e choveu consideravelmente. Como não era uma viagem de férias e eu tinha tempo, até que foi de boa, mas confesso que isso atrapalhou um pouquinho meus planos em alguns dias.

Transporte

Medellín é a única cidade colombiana que tem metrô e isso é um motivo de orgulho para os paisas – como se chamam os locais de Medellín. Realmente, o transporte público da cidade é bem eficiente e isso facilita bastante o dia-a-dia da viagem. Nossos bolsos mochileiros agradecem!

Caso você esteja fazendo o trecho Bogotá-Medellín, Cartagena-Medellín, ou longas distâncias no geral, vale a pena ir de avião: os preços desses trechos internos são bem acessíveis.

Já para viagens curtas nos arredores de Medellín, os dois Terminais Rodoviários da cidade (Norte e Sul) vão te atender bem. Aliás, é sempre bom verificar duas vezes aqui qual o Terminal que você precisa ir, porque eles não ficam próximos um do outro.

Onde ficar em Medellín

El Poblado

Essa é a região mais turística da cidade, com centenas de opções de hospedagem, bares e afins. Quer agito? El Poblado é o seu lugar!

Los Patios

Esse é para quem ainda não acredita quão bonito e descolado pode ser um hostel! Com uma nota incrível aqui nas reviews do Hostelworld, o Los Patios tem um terraço maravilhoso e uma vibe super social para conhecer gente nova.

Purple Monkey Hostel

Se você quer mesmo um fervo, o ideal é se jogar na experiência de um party hostel! O Purple Monkey fica bem localizado, perto do metrô e do epicentro da vida noturna de Medellín.

El Alternativo

Já para quem é mais tranquilão e curte uma vibe mais sossegada, mas sem abrir mão dos espaços de convivência, o El Alternativo é uma boa pedida! O nome já diz tudo 🙂

Laureles

Eu curto sair à noite, mas confesso que o clima em El Poblado é um pouco over para o meu gosto. Como eu ia ficar mais tempo, acabei preferindo me hospedar em Laureles e eu adorei minha experiência!

Laureles é um bairro mais residencial, frequentado pelos locais. É bem arborizado, agradável e cool!

Casa Articulada

Bem localizada e aconchegante, a Casa Articulada é aquele tipo de hostel que vira sua casa rapidinho. Isso é ótimo, principalmente para quem já está na estrada há um tempo!

O que fazer em Medellín

1- Free Walking Tour

Eu não sou grande fã de tours e passeios guiados, mas eu gosto de começar viagens com um Free Walking Tour mais genérico. Isso porque é uma ótima maneira de se ambientar em um lugar novo, sendo bem comuns em quase todas as cidades turísticas do mundo!

Geralmente não precisa nem fazer inscrição, mas o tour número 1 do TripAdvisor em Medellín – o da Real City Tours – é bem concorrido. Até tem uma lista de espera, mas não é recomendado aparecer no ponto de encontro sem reserva. Reserve online, aqui!

Os tours são em inglês e passam por pontos turísticos da cidade, como a Plaza Botero, o Parque de Las Luces e vários locais do Centro. No Centro não pode dar bobeira, então achei legal poder conhecer essa região com companhia e os comentários de um guia local.

Ah, é bom lembrar que as gorjetas são a única remuneração do guia, então separe um valor justo (e que seja confortável para você ao mesmo tempo, claro) para dar no final do tour! 🙂

2- Comuna 13

Medellín é uma cidade controversa, com uma história bem interessante. Desde o auge do narcotráfico (e da violência) nos anos 90 até o posto atual de cidade mais inovadora do mundo, muita coisa se passou.

Além do Free Walking Tour, outra maneira de começar a entender melhor essas questões são os tours para a Comuna 13, a “comunidade-modelo” deles. Críticas podem e devem ser feitas, mas no geral eu achei o lugar seguro e colorido, cheio de graffitis nas paredes!

Amigos paisas recomendam o tour da Toucan,super aprofundado e crítico!

3- Pular de parapente

Uma das coisas que eu mais gosto de viajar é sair da minha zona de conforto e ter experiências diferentes. Pular de parapente foi uma delas!

Os preços são bem mais em conta que aqui no Rio de Janeiro, onde eu moro, e isso super contribuiu para eu criar coragem. E valeu muito a pena: a sensação é indescritível!

As escolas ficam em San Félix, a uma horinha de Medellín. Dá para ir por conta própria e economizar, como eu fiz, ou então reservar um passeio completo com transfer na recepção do seu hostel.

4- Jardim Botânico

Sabe aquele programa tranquilo, good vibes, ótimo para um domingão? Então, é o Jardim Botânico! Não espere muita coisa: está mais para um passeio despretensioso do que para uma grande experiência.

5- Parque Arví

Medellín é rodeada de montanhas e  tem um clima super agradável! Já falei que é a Cidade da Eterna Primavera, né? Então, é uma delícia mesmo. Para chegar no Parque Arví e respirar o ar puro da ‘Zona Verde’, você precisa pegar o teleférico que eles chamam de MetroCable e que já até faz parte do passeio!

O Parque Arví é tipo um complexo de ecoturismo, com opções de trilhas e esportes radicais. O Parque não tem a estrutura turística que merece, então é mais naquele estilo “se vira”. E como fica mais afastado da cidade, não é tão simples chegar lá, mas vale bem a pena para quem tem um pouquinho mais de tempo.

6- Roteirinho cultural

Para quem tem mais tempo, vale a pena fazer esse roteirinho a pé: comece pelo Museu de Arte Moderna de Medellín, que sempre tem boas exposições em cartaz, além de uma área aberta com vista da cidade.

Depois, pare para comer no Mercado Del Río, que tem várias opções gastronômicas interessantes no mesmo lugar. Termine o dia no Pueblito Paisa, uma réplica do visual típico das cidades do interior da Antioquia.

Esse último, apesar de ser bem turístico, é um passeio legal! Se sobrar tempo e disposição, vale dar uma esticadinha até o Parque de Los Pies Descalzos.

7- Guatapé

Um dos principais programas para quem está na cidade é o bate-e-volta até a menina dos olhos da Antioquia: Guatapé, a 79km de Medellín. Os pontos de interesse em Guatapé são basicamente dois: a Piedra del Peñol e o Centro da cidade.

Apesar da distância, o trajeto pode levar até 2h, então a boa é acordar cedinho para aproveitar bem o dia! É super fácil (e barato) ir de ônibus, já que eles saem a cada 20 minutos da Rodoviária de Medellín (Terminal Norte).

Dica: melhor evitar os transportes alternativos não-oficiais!

Uma vez no ônibus, o ideal é saltar primeiro na Pedra, e depois seguir para o centrinho. A cidade em si é pequena, mas incrível! Vá sem pressa e aproveite a calmaria do lugar para tomar um café caprichado e tirar fotos nas portas coloridas. Eu fiquei realmente encantada com a vibe de Guatapé! Olha que delícia:

A maioria dos posts na Internet vai dizer que é “desnecessário” dormir em Guatapé e que não tem muito o que fazer por lá. Mas isso é porque eles não conheceram o Galería Hostel. Sério, esse lago é maravilhoso (pode nadar!) e o hostel super aconchegante!

Se você tiver tempo, vale a pena ficar umas duas noites relaxando de boas, para recuperar suas energias na natureza antes de voltar pro fervo de Medellín.

Nights em Medellín

Falando nisso… Efervescente e de espírito jovem, Medellín tem o relógio biológico mais voltado para a noite. El Poblado é, sem dúvida, a parte mais agitada da cidade!

Na sua primeira noite, o melhor é ir ao Parque Lleras e rodar livremente para reconhecer o território. Tem de tudo por lá, para todos os bolsos e gostos. É tanta opção que fica difícil recomendar, mas a dica é tentar fugir dos que

Eu adorei o diferentão Chiquita Bar, para tomar umas cervejas em um ambiente inusitado. Ainda na pegada mais alternativa, recomendo também a casa noturna Calle 9!

Cafés em Medellín

A Colômbia é conhecida por produzir um dos melhores cafés do mundo! Você encontra bons cafés em todo lugar, mas algumas regiões são melhores que outras nesse quesito. E a Antioquia é uma delas. Ô, sorte!

A dica é aproveitar essa oportunidade para explorar os cafés mais autorais e dispensar as grandes redes, como a Starbucks e o Juan Valdez Cafes. Em Laureles, você encontra muitos cafés com boa internet e vibe hipster. Um mais fofo que o outro!

Dos que eu conheci, gostei bastante do Café Revolución e do Café Cliché (meu preferido).

E aí? Gostou dessas dicas? Esperamos que esse post te ajude no planejamento da sua viagem e que você se encante por Medellín, como eu me encantei! Boas viagens! <3

 📚 Sobre a Autora 📚

Oi, sou a Manuela Hollós. Sou escritora de viagens e afirmo sem medo que me hospedaria em hostels mesmo se eu fosse uma Kardashian! Meu blog é o When in Rio, mas as fotos e relatos das minhas viagens eu posto no meu Instagram 🙂

Share The World!
INSTAGRAM
EMAIL
Facebook
Facebook
GOOGLE
GOOGLE
/blog/o-que-fazer-em-medellin/?lang=pt-br
Youtube

Sobre o Autor

Laura Carniel

I'm Laura, Brazilian, and I'm obsessed with dogs, films, sharing good stories with friends and discovering quirky places. Social Media & Content Executive and #HostelworldInsider at Hostelworld. 🌏 Favourite place on earth: London, UK. 🏠 Favourite hostel: Oki Doki Hostel - Warsaw, Poland. Follow my travel adventures and loads of dogs on Instagram @astaclivo 🐶✈️

Inspire-se

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios. Campos obrigatórios são marcados com *

Aplicativos de Celular Hostelworld

Faça a reserva no caminho com os novos aplicativos móveis da Hostelworld.

Download on App Store Download on Play Store

Pesquise e reserve mais de 33.000 propriedades em 170 países, onde você estiver.