10 dicas de um espanhol do que fazer em Madrid

10 dicas de um espanhol do que fazer em Madrid

Pensando em fazer uma viagem pela capital da Espanha? Ou simplesmente precisando de algumas dicas extra do que fazer por lá? Eis aqui uma lista de 10 coisas que você pode adicionar à sua lista do que fazer por Madrid, recomendações pessoais de um espanhol viajante apaixonado pela Espanha!

1 – Veja Guernica ao vivo, uma das maiores obras de arte de Picasso.

Na frente do museu da Reina Sofia. 📷 @edison_alcaide

Uma bela maneira de celebrar a cultura e arte espanhola é visitando os seus maravilhosos museus. Meu favorito é o museu Reina Sofia, que também contém artes de Salvador Dalí, Joan Miró e Antoni Tàpies! Mas talvez a grande estrela do museu, seja mesmo a obra Guernica, de Pablo Picasso. É de tirar o fôlego. Ver esta obra ao vivo é algo que recomendo a todos que visitam Madrid, por ser um retrato histórico capturado de maneira intensa. O museu em si e sua arquitetura também são muito bonitos (antigamente era um hospital, do século 18).
Além disso, o famoso museu do Prado está quase ao lado do Reina Sofia, com artes de outros mestres espanhóis como El Greco e Goya.

Dica de ouro: No museu Reina Sofia a entrada é gratuita após as 7 da tarde (ou depois das 2:30 da tarde nos domingos!)

2 – Experimente churros com chocolate quente!

Retratos de um espanhol e sua admiração por churros 📷 @edison_alcaide

Uma coisa imperdível de fazer em Madrid é provar seus deliciosos churros, melhor ainda se acompanhado de um chocolate quente extremamente cremoso. Isso já é considerado um costume pelos espanhóis por praticamente todo o país, e não tem como visitar Espanha sem experimentar seus tradicionais churros. Disponível a qualquer hora, ninguém vai te julgar se você comer churros de manhã, tarde ou noite. Mesmo! Recomendo ‘Chocolatería San Ginés’perto da Estação Sol, e aberto desde 1894!

Dica de ouro: Este lugar histórico está aberto 24 horas por dia, portanto uma visita perfeita a qualquer hora.

Chocolateria San Guinés, onde é possível dar um tapa na cara da sociedade comendo churros a qualquer hora do dia ou da noite 📷 @edison_alcaide

3 – Explore o bairro boêmio Chueca!

Em todo seu esplendor 📷 @edison_alcaide

Vale a pena visitar este bairro em Madrid, conhecido por ser o bairro LGBT da cidade. Cheio de vida de dia e de noite, o bairro está cheio de restaurantes e cafés independentes, assim como lojas boutique de roupas com preços acessíveis. Vale a pena dar um passeio e explorar lojas e bares, e sentar para um cafézinho tomando sol na Plaza Chueca, principal ponto de encontro no bairro.
Já estando por ali, recomendo fazer uma visitinha ao mercado de San Antón, que tem várias barraquinhas de comida e bebidas e é um ótimo lugar para tomar uma cerveja ou comer uma tapa. Se estiver um bom dia de sol, o mercado tem um restaurante na sacada ao ar livre com bela vista do bairro!

Dica de ouro: Este bairro é famoso por ter as melhores festas LGBT durante as celebrações do Orgulho Gay em Junho e Julho, unindo grande parte de Madrid em festas e eventos que celebram a diversidade.

4 – TAPAS. MUITAS TAPAS

Tomates verdes fritos (a comida, não o filme) no restaurante La Musa! 📷 @edison_alcaide

Tapas são provavelmente uma das melhores  invenções da história culinária mundial, não? Acha que estou exagerando? Pense comigo: Não está com muita fome? Coma só uma tapa! Quer um acompanhamento para sua cerveja gelada? Tapa! Está com muita fome e não sabe o que escolher do cardápio? VÁRIAS TAPAS! É perfeito para os indecisos, famintos (e não famintos) ou simplesmente curiosos como eu que querem experimentar de tudo. Nada melhor do que ir a um restaurante e pedir várias tapas e provar várias coisas diferentes do cardápio por um preço acessível. Existe uma diversidade absurda e normalmente sempre haverá uma opção com carne, peixe, vegetariana, etc.

Recomendo o restaurante ‘Sanlucar’ para comer tapas tradicionais espanholas no bairro La Latina e lá experimente a ‘tortita de camarones’ (prato típico de camarões fritos em uma massa de  grão-de-bico) e ‘salmorejo’ (sopa de tomate fría típica espanhola).

‘Casa Gonzales’ é outra boa pedida. Aberta desde 1931, o lugar agora é comandado pelo simpático ‘Paco’, neto do original dono do estabelecimento. Portanto espere um lugar bastante tradicional e antigo, com um charme antigo e nostálgico de Madrid.

Em busca de praticamente um almocinho grátis? Vá para o bar ‘El Tigre’ no bairro Chueca e por cada bebida (cerveja ou cidra) você ganha uma deliciosa tapa da sua escolha como acompanhamento.

E pra finalizar, também recomendo o restaurante ‘La Musa’ no bairro La Latina. Experimente se puder os tomates verdes fritos! É fora deste mundo.

Dica de Ouro: Escolha várias tapas diferentes para conhecer a culinária espanhola. Algumas das mais famosas e tradicionais são: patatas bravas, jamón serrano, salmorejo, tortilla, croquetas, pulpo a la gallega, etc!

5 – Visite um templo egípcio dentro de Madrid: O templo de Debod

Na frente do Templo Debod, casualmente posando junto com minha amiga @anazurc_ e suas adoravéis filhas caninas Aqua e Sia

Este autêntico templo egípcio, localizado no centro de Madrid, próximo a Plaza de España, foi um presente dos egípcios à Espanha em 1968 após ajuda dos espanhóis a salvar os templos de Nubia que estavam em risco de desaparecer por completo devido à construção de uma represa (represa de Asuán). O templo, originalmente localizado na beira do Rio Nilo, no Sul do Egito, tem ‘apenas’ 2.200 anos de idade e foi trazido à Espanha peça por peça e inaugurado em 1972. Peculiar, eu diria!

Dica de Ouro: 1- A entrada ao templo é gratuita. 2- Visite durante o pôr do sol se puder, a vista (e fotos!) vão valer a pena.

6 – Tortillas de Patatas!

Ir a Espanha e não comer tortilla de patatas é como ir a Itália e não comer pizza! A tortilla é um dos pratos mais tradicionais da Espanha. E se você  gosta de batata (quem não?) é um prato cheio (literalmente!). Simples e deliciosas, existem muitíssimos lugares em que este prato pode ser encontrado, e muitas formas diferentes de comê-la. Inclusive recomendo experimentar um sanduíche de tortilla (bocata de tortilla), que é simplesmente tortilla no pão com um pouco de maionese. Também recomendo tortilla ao molho de Whisky! Maravilhosa.

Apesar de serem bem facéis de encontrar, recomendo o restaurante de nome extremamente sugestivo ‘La Tortilla Restaurante’ (será que eles servem tortilla lá? Risos) localizada na Calle Condesa de Venadito, 26. Considerada por muitos a melhor tortilla de Madrid. E ‘Bodega de La Ardosa’ para provar tortillas tradicionais e autênticas de Madrid.

Outra boa pedida é o restaurante ‘Las tortillas de Gabino’, onde servem as tortillas diretamente do fogão na própria panela! Como resistir?

Dica de Ouro: Depois de provar a tortilla de batata tradicional, recomendo ousar e pedir tortilla com ingredientes adicionais. Este prato é tão versátil que há tortillas feitas com chorizo, queijos, vegetais, etc… Aproveite!

7 – Parque do Retiro

Segurando vela no Parque do Retiro (com o Monumento ao Alfonso XII no fundo) 📷 @edison_alcaide

Vale muito a pena visitar este parque localizado no centro de Madrid, próximo à estação de Atocha. O parque costumava ser os jardins de um palácio real (o que explica sua beleza) e é ótimo para dar aquela escapada da loucura da cidade e relaxar seja passeando, andando de barco no lago central ou sentando pra tomar um cafézinho (ou cerveja) nos seus bares ao ar livre dentro do parque. Se estiver se sentindo fitness e quiser queimar aquelas calorias das 40 tapas consumidas na noite anterior, é um ótimo lugar para correr e se exercitar, com áreas comuns para fazer exercício.

Dica de Ouro: Ande de barco no lago central quando não estiver muito quente, é uma boa pedida com uma ótima vista do famoso Monumento ao Alfonso XII (portanto dá uma bela foto também!). Evite domingos de manhã se não quiser esperar fila.

8 – Plaza Mayor

Mayor sendo toda maravilhosa,ela. 📷 @edison_alcaide

Um dos lugares mais famosos e históricos de Madrid, vale a pena visitar Plaza Mayor e tirar algumas fotos. É um excelente local para experimentar o famoso e tradicional bocata de calamares que simplesmente são  calamares fritos num pão estilo baguete. De alguma forma essa combinação faz sentido e existem em Madrid desde sempre (minha tia espanhola me comentou que vai à Plaza Mayor comer esses sanduíches de calamares a mais de 50 anos). Acho engraçado como esta era pra ser originalmente uma dica sobre visitar Plaza Mayor, mas acabou mesmo sendo uma dica sobre mais comida. Nota-se onde estão minhas prioridades.

Dica de Ouro: Visite o tradicional (e antigo) local ‘La Campana’ para comer um bocata de calamares por apenas 3 euros, que inclusive vem acompanhado de uma fatia de tortilla de patatas como aperitivo! Não têm como ser mais espanhol do que isso.

Famoso bocata de calamares (com a tortilla de batata divando ao lado,quase roubando toda a atenção) no restaurante La Campana 📷 @edison_alcaide

9 – Bairro La Latina

Explorando o bairro La Latina. 📷 @edison_alcaide

Um dos bairros mais antigos e carismáticos de Madrid, perfeito para simplesmente passear e admirar a charmosa arquitetura, suas ruas cheias de energia e sua variedade interminável de cafés, bares e restaurantes. É um bairro cheio de terrazitas (mesas ao ar livre) onde se pode sentar e admirar a atmosfera do bairro!

Dica de ouro: Não deixe de visitar ‘El Rastro’ nos domingos, simplesmente o mercado de rua mais famoso e antigo de Madrid, localizado no bairro La Latina. É uma feira que vende de tudo: de roupas de segunda mão até móveis e objetos curiosos, fica a dica!

10 – MATADERO MADRID – Um centro cultural.

‘Matadero’ em Madrid é um centro cultural onde quase todas as atividades e exposições são gratuitas, o que é o diferencial deste local.  Aberto desde 2007 pela prefeitura de Madrid como um local criado para promover e compartilhar artes como cinema, música, artes visuais e cênicas, entre muitas outras coisas que fazem da visita quase obrigatória. O centro inclui um cinema chamado ‘Cineteca’, considerada a primeira e única sala de cinema a se dedicar quase exclusivamente a documentários (o preço do cinema é de apenas 3,50 euros!). E os edifícios históricos que fazem parte do centro por si só já valem a visita. O local tem esse nome devido a suas seis décadas de história como açougue de animais a partir de sua criação em 1924, mas garanto que hoje em dia o local é cheio de vida e positividade, portanto vegetarianos e veganos podem ir tranquilamente!

Dica de ouro: Vale a pena dar uma olhadinha no site e ver a programação de eventos, exibições, filmes,etc antes de fazer sua visita. O site também está disponível em inglês!

DICA EXTRA SURPRESA: VISITE SAN LORENZO DEL ESCORIAL, à 1 hora de Madrid.

Se estiver com vontade de fazer algo diferente e fugir um pouco de cidade grande, recomendo este pequeno povoado à 1 hora de Madrid (mas ainda dentro da província madrilenha) de fácil e barato acesso de ônibus ou trêm. O transporte sai em volta de 8 euros ida e volta e vale a pena visitar esta pequena e cinematográfica cidadezinha nas montanhas. É um prazer se perder pelas ruazinhas da cidade, e o famoso Monastério de El Escorial é uma atração visual a parte, as paisagens por si só já valem a pena.

Dica de ouro: Se visitar a cidade, não deixe de ir tomar um café com um bolo no ‘Café e Canela’. Quando eu fui da última vez, sentei fora na terrazita tomando sol e tomei um café com uma torta de queijo mascarpone e doce de leite que foi inesquecível.

Torta de mascarpone com doce de leite que eu comi no ‘Café e Canela’. Imagino que após esta demonstração visual afrontosa, você entende porque foi inesquecível. 📷 @edison_alcaide

E é isso aí, pessoal. Madrid é uma cidade muito especial, com tanta coisa pra fazer que com certeza seu tempo parecerá curto e a vontade de ‘quero mais’ ficará um tempo com você. Tentei listar algumas coisas que eu pessoalmente recomendo e que eu acho imprescindíveis mas cada experiência é única e é impossivel listar tudo num texto só (se eu pudesse escreveria uma novela de 500 páginas sobre a Espanha com prazer!). O segredo é se deixar levar e curtir ao máximo o que a cidade tem a oferecer.

San Lorenzo del Escorial (com o Monastério todo maravilhoso no fundo) 📷 @edison_alcaide

Portanto minha maior recomendação é que você entre no ritmo espanhol e tome os teus cafelitos tomando sol nas terrazitas, coma muitas tapas e tortillas de patatas, tome sua cervezita bem gelada e durma sua siestezita! A Espanha tem muito amor pra te dar.

📚 Sobre o Autor 📚

Edison Alcaide é metade espanhol e metade brasileiro, mas atualmente reside na cidade de Londres e aprecia todas as reviravoltas do universo que o fizeram ter ido parar em solos britânicos. Trabalha de ator e modelo e escreve e fotografa nas horas vagas, o que ele considera hobbies terapêuticos. É viajante e apaixonado pelo Planeta Terra, comida, cafés, livros, cinema, cachorros e seres humanos de mente e corações abertos. Ele está sempre pronto para novas aventuras. Seu instagram é @edison_alcaide na qual considera o nome pouco original, porém bastante funcional.

 

Share The World!
INSTAGRAM
EMAIL
Facebook
Facebook
GOOGLE
GOOGLE
/blog/o-que-fazer-em-madrid/?lang=pt-br
Youtube

Sobre o Autor

Laura Carniel

I'm Laura, Brazilian, and I'm obsessed with dogs, films, sharing good stories with friends and discovering quirky places. Social Media & Content Executive and #HostelworldInsider at Hostelworld. 🌏 Favourite place on earth: London, UK. 🏠 Favourite hostel: Oki Doki Hostel - Warsaw, Poland. Follow my travel adventures and loads of dogs on Instagram @astaclivo 🐶✈️

Inspire-se

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios. Campos obrigatórios são marcados com *

Aplicativos de Celular Hostelworld

Faça a reserva no caminho com os novos aplicativos móveis da Hostelworld.

Download on App Store Download on Play Store

Pesquise e reserve mais de 33.000 propriedades em 170 países, onde você estiver.