Dez coisas para fazer em Brasília (muito além do Congresso Nacional e Tribunais)

Dez coisas para fazer em Brasília (muito além do Congresso Nacional e Tribunais)

Neste ano, a capital do Brasil completa 58 anos, mas, apesar de jovem, Brasília tem muito a oferecer aos seus visitantes. E não é só do vai-e-vem de políticos que estamos falando. A cidade, que é patrimônio cultural da humanidade e planejada por Lúcio Costa, esbanja arte e natureza para todos os lados. Basta dar uma volta pelos prédios residenciais do Plano Piloto, ou uma caminhada no Parque da Cidade, para se deparar com os azulejos de Athos Bulcão, o artista plástico que dá o colorido da cidade. Isso sem falar nas várias obras projetadas por Oscar Niemeyer, que são referência em arquitetura no mundo todo.

E para quem curte mesmo a natureza, Brasília também está cheia de riquezas do cerrado. Durante quase todo o ano, as árvores nativas florescem e conquistam o olhar (e instagram) de quem para e observa. São ipês de todas as cores, sibipirunas, flamboyants e tantas outras. Então, vai conhecer Brasília, mas não está muito interessado em ministérios e tribunais? Confira nossa lista para algumas sugestões diferentes:

1. Faça caiaque no Lago Paranoá

Nem todo mundo sabe, mas um dos maiores cartões postais de Brasília, o Lago Paranoá, não existia antes da criação da cidade. Ele foi criado para ajudar a suportar os períodos de seca e refrescar o clima. Hoje, moradores e visitantes aproveitam o Lago de diversas maneiras, como pescando, nadando ou praticando esportes. Ao lado da ponte JK (ou terceira ponte), há um deck onde se pode alugar caiaques, pedalinhos ou pranchas de stand up paddle. Se você nunca praticou nenhum, não se preocupe, há instrutores para ajudar e o corpo de bombeiros fica por perto para garantir a segurança no caso de alguém se afogar ou não conseguir remar de volta.

A experiência permite ao visitante o contato com a natureza e a arquitetura da cidade de uma vez só.

📷@remobrasilia/

2. Ande de bike na esplanada ou no Eixão

Uma forma divertida de conhecer o centro de Brasília é de bicicleta. Há uma ciclovia que percorre todo o Eixo Monumental e em vários pontos, há estações de bicicletas compartilhadas que podem ser alugadas através de aplicativo. Algumas das estações estão na Catedral de Brasília e Memorial JK.

Além disso, aos domingos, o Eixo Rodoviário, ou Eixão, que corta Brasília de Norte a Sul, fica fechado para os carros e há locais onde é possível alugar bicicletas, tanto individuais, como familiares, com capacidade para até quatro pessoas (dois adultos e duas crianças).

3. Conheça a quadra modelo

Um aspecto curioso para quem nunca visitou Brasília é aprender que a cidade não tem esquinas. O motivo é que as ruas não tem nome e a cidade é dividida em quadras. Mas de todas as quadras da Asa Sul e Norte, a mais turística é a 308 Sul, ou, Quadra Modelo. Ela ganhou esse nome por ser a única que seguiu à risca o projeto urbanístico de Lúcio Costa. O principal charme é o espelho d’água com carpas, projeto de Burle Marx, que fica junto do bloco F. Como todas as quadras de Brasília, os prédios permitem livre acesso pelos pilotis e qualquer um pode aproveitar para tirar fotos por ali.

E em frente à entrada da quadra, está a banca da 108 sul, a primeira banca de jornais de Brasília. O curioso da banca, além do simpático sr. Lourival, proprietário, são duas enormes árvores que fazem o portal de entrada do estabelecimento. Faça três pedidos quando passar ali e depois é só esperar.

4. Compre dos produtores locais

Em vários locais é possível comprar chaveiros e estatuetas com os símbolos da cidade, mas para quem quiser levar algo diferente, vale a pena uma visita ao Conic, que fica ao lado da Rodoviária do Plano Piloto. Algumas lojas, como o Verdurão, vendem camisetas com estampas divertidas e frases que são a cara dos moradores, como “rodô”, “massa, véi” e “The seca is coming”.

Durante todo o ano, também ocorrem festivais que promovem o comércio local, como o PicNic, onde é possível comprar cervejas artesanais, itens de decoração e claro, muita comida.

📷@torrkaes

5. Prove o cachorro-quente da Igrejinha

Esqueça o que você já viu sobre purê de batata ou ovo de codorna. O cachorro-quente de Brasília vem com pasta de alho e é uma delícia. Se você visitou a quadra modelo, ande alguns metros e, em frente à Igreja Nossa Senhora de Fátima (ou Igrejinha), experimente o cachorro-quente que é vendido ali.

Claro, não deixe de conhecer a Igrejinha, com suas famosas paredes azuis decoradas com azulejos de Athos Bulcão. Ela foi o primeiro templo de alvenaria erguido em Brasília, em 1958, antes mesmo da inauguração da cidade.

6. Visite a Praça dos Cristais

Este é um local pouco conhecido até mesmo pelos moradores. A linda praça projetada por Burle Marx fica localizada no Setor Militar Urbano, em frente ao Quartel-General do Exército e bem ao lado do Eixo Monumental. Com mais de 100 mil m², conta com jardins e um espelho d’água, onde pedras imensas imitam o formato de cristais.

Em frente à praça fica também a Concha Acústica do Exército e o teatro Pedro Calmon, onde costumam acontecer apresentações da Orquestra Sinfônica de Brasília.

7. Passeie pelo Parque da Cidade

Localizado no centro de Brasília e próximo ao setor hoteleiro, o Parque da Cidade é maior que o Central Park de Nova York. Lá dentro há uma pista para pedestres e uma para ciclistas com aproximadamente 10 km de extensão.

Visite o Nicolândia Center Park e dê uma volta na roda-gigante. A vista é incrível. Também aproveite para conhecer a ponte (onde as pessoas começaram a colocar cadeados, como é feito na Europa para declarar o amor) e o bosque dos pinheiros, onde costumam acontecer eventos de food trucks ou mesmo festivais de música.

Para as crianças, a diversão está no Parque Ana Lídia, um enorme playground de areia com escorregadores e balanços. Leve os pequenos ao Foguete, um clássico da cidade para as crianças.

📷@rbloise

8. Suba na Torre de TV

Talvez com o melhor ponto para ter uma vista completa do centro da cidade, o acesso à torre é gratuito. Os visitantes sobem até uma altura de 75 metros, onde fica o mirante. De lá, é possível observar de um lado a feira da torre, o estádio Mané Garrincha e o Parque da Cidade e do outro, a Fonte Luminosa, a Esplanada dos Ministérios e a Rodoviária do Plano Piloto.

Aproveite também para passear pela feirinha, onde é possível comprar peças de artesanato, roupas, sapatos e até móveis. Nessa hora, vai bem uma água de coco para refrescar. Na Fonte Luminosa, ao lado da Torre, há o enorme letreiro “Eu <3 Brasília”, que, apesar de disputado, rende uma bela foto.

📷@zeh7

9. Curta uma noite de música

Que Brasília e a música estão fortemente ligadas não é novidade, a cidade já foi inclusive chamada de capital do rock. E tem para todos os gostos. A cidade formou grandes nomes da música, como Cássia Eller, Legião Urbana, Capital Inicial e Natiruts. Aproveite a noite para conhecer os artistas locais, você pode topar com o próximo sucesso nacional. O Clube do Choro, próximo à Torre de TV tem programação semanal, a partir das 21h. Já no Setor Comercial Sul, toda semana tem roda de samba ao ar livre e de graça.

Já nas comerciais das entrequadras, tanto da Asa Sul quando da Asa Norte, há diversas opções de barzinhos e pubs com música ao vivo e um cardápio variado.

10. Aprecie o pôr-do-sol

Não é à toa que os brasilienses costumam falar que o céu de Brasília é o mar da cidade. Quase sempre muito azul, já inspirou até canções, como a do Natiruts que diz “eu vou surfar no céu azul de nuvens doidas da capital do meu país”.

Em agosto e setembro, quando a seca está no auge, o pôr-do-sol colore o céu de rosa e laranja, e na época de chuva são as nuvens imensas que brincam com os raios de sol.

A plataforma superior da rodoviária e a orla do Lago Paranoá, especialmente na Ermida Dom Bosco, são alguns dos locais mais bonitos para contemplar e curtir um momento de calma.

📚 Sobre a Autora 📚

Mariana Machado é jornalista com experiência em grandes redações e apaixonada por viajar. Sua revista, Bússola, está disponível aqui.

No Instagram, ela publica um pouco das suas viagens e você pode ver um pouco do seu trabalho jornalístico no LinkedIn

Share The World!
INSTAGRAM
EMAIL
Facebook
Facebook
GOOGLE
GOOGLE
/blog/o-que-fazer-em-brasilia/?lang=pt-br
Youtube

Sobre o Autor

Laura Carniel

I'm Laura, Brazilian, and I'm obsessed with dogs, films, sharing good stories with friends and discovering quirky places. Social Media & Content Executive and #HostelworldInsider at Hostelworld. 🌏 Favourite place on earth: London, UK. 🏠 Favourite hostel: Oki Doki Hostel - Warsaw, Poland. Follow my travel adventures and loads of dogs on Instagram @astaclivo 🐶✈️

Inspire-se

2 Responses to “Dez coisas para fazer em Brasília (muito além do Congresso Nacional e Tribunais)”

    • Olá Denise! Me chamo Iami e trabalho no time de social media do Hostelworld, prazer! Temos vários hostels legais cadastrados em Brasília. Aqui você encontra eles: https://bit.ly/2JGJQa1, e pode organizar a lista pelas notas mais altas 😉

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios. Campos obrigatórios são marcados com *

Aplicativos de Celular Hostelworld

Faça a reserva no caminho com os novos aplicativos móveis da Hostelworld.

Download on App Store Download on Play Store

Pesquise e reserve mais de 33.000 propriedades em 170 países, onde você estiver.