9 motivos para a Turquia ir para o topo da sua lista agora mesmo

9 motivos para a Turquia ir para o topo da sua lista agora mesmo

A Turquia é um país enorme, de cultura riquíssima e que está cheio (mas cheio mesmo!) de surpresas que você talvez nem imagine. Além de atrações que mesclam o oriente e o ocidente, praias fantásticas e vilarejos nas montanhas, a Turquia apresenta bons preços, ótimos hostels e uma vibe mochileira que a colocou na lista dos melhores destinos para mochileiros em 2019.

Confira aqui 9 motivos para a Turquia ir para o topo da sua lista agora mesmo!

1 – Istambul: a importantíssima metrópole entre dois continentes

Istambul é uma cidade como poucas no mundo pois está entre dois continentes, o europeu e o asiático – o que não é apenas uma questão geográfica sem graça. A capital turca é, há milênios, um marco histórico do encontro das culturas oriental e ocidental e carrega enorme importância para a história da humanidade.

Passeio de barco pelo Bósforo 📷@iamigerbase

Quando ainda se chamava Constantinopla, Istambul foi a Capital do Império Romano do Oriente, e, após o fim da parte ocidental desse, tornou-se a capital do Império Bizantino, reino que prosperou por mais de um século após a queda de Roma. Apenas em 1453 Constantinopla caiu sob as investidas do Império Otomano.

A Hagia Sophia é um exemplo perfeito dessas diferentes influências: foi construída para ser a catedral ortodoxa de Constantinopla, depois virou uma igreja católica, e então os otomanos a transformaram em uma mesquita. Desde 1931, a construção é um museu secular (não religioso) que traz marcas das três influências e uma das maiores atrações de Istambul.

Topo: Detalhes internos da Hagia Sophia 📷@iamigerbase

E esse encontro de culturas se faz presente em toda a capital turca, estando facilmente perceptível na arquitetura e na arte. O Bósforo, rio que marca a divisa de continentes, tem águas importantíssimas para a história da humanidade e um passeio de barco por ele é imprescindível. Aviso: o som e a entonação dos barqueiros gritando “Bósforo, Bósforo, Bósforoooo” com certeza nunca vão sair da sua cabeça.

Quando em Istambul, as igrejas, mesquitas, palácios, museus, cemitérios, ruínas e mercados vão possibilitar tantos passeios que vai ser difícil escolher o que fazer. Reserve pelo menos três dias inteiros na cidade, porém tenha a certeza de que muito mais seria necessário para absorver séculos e mais séculos de sua importância.

2 – A “de outro mundo” Capadócia

Já existem planos de, em algumas décadas, viabilizar viagens turísticas a Marte. Mas quem disse que, hoje, para ter uma experiência interplanetária é preciso sair da Terra?? Sei que a piadinha foi bem ruim, mas não por isso é menos verdade: a Capadócia é um lugar como nenhum outro nesse planeta e o sentimento de estar lá pode apenas ser explicado pelas frases que eu dizia a cada 5 min: “Que lugar é esse? A gente saiu da Terra? Isso é inacreditável”.

📷@iamigerbase

Para onde quer que você olhe, uma espécie de deserto com montanhas, casas dentro de rochas (sejam moradias milenares e abandonadas, ou atuais e habitadas), pedras de formatos estranhos e vegetações inusitadas. Pelos vales, incontáveis “chaminés” de formatos variados, algumas que lembram animais e outras que lembram… bem, sejamos honestos, lembram objetos fálicos*. É realmente um cenário único e que os Turcos são inteligentíssimos de preservar uniforme.

📷@iamigerbase

A Capadócia só fica ainda mais surpreendente em um momento: quando o seu balão começa a subir, o sol a nascer, dezenas de outros balões surgem no horizonte e um ventinho bate no rosto. O silêncio só é quebrado por comentários de outros viajantes chocados com tamanha beleza e pelo ocasional barulho do fogo que enche o tecido. É realmente uma experiência sem comparações, pelo menos neste planeta. Pode custar mais do que o orçamento mochileiro gostaria, mas, pode ter certeza, vai valer cada centavo economizado.

A maioria dos hostels na Capadócia estão localizados no vilarejo de Gorome e é possível ficar dentro de uma caverna!

Entrada do Sato Cave Hostel – localizado em uma caverna, com vista para o vale e com preços a partir de R$26!

*O formato fálico de muitas chaminés é bem óbvio e não dá para ser ignorado. Um local que une muitas chaminés do tipo passou a ser chamado de Love Valley (Vale do Amor) pelos locais e… assim ficou.

3 – O sublime litoral

Com paisagens similares ao litoral grego, mas preços mais em conta, a Turquia conta com praias e ilhas no Mar Egeu e no Mediterrâneo, algumas já tendo figurado nas listas das mais belas do mundo. E, não se preocupe, há tanto praias mais movimentadas quanto pequenas baías quase desertas.

A cidade litorânea de Antalya, no sul do país, é cercada por montanhas rochosas que contrastam com o azul intenso do Mediterrâneo e apresenta uma formação rara no mundo: uma cachoeira que termina no mar 😱. Pertinho da movimentada cidade dá para chegar a praias mais desertas, como Cirali.

A oeste de Antalya fica Ölüdeniz, um dos lugares mais paradisíacos do país, pelos seus entornos e águas extremamente transparentes, e que alguns viajantes consideram mais belo que qualquer praia grega. Mais a oeste chega-se a Marmaris, um destino praiano bem turístico da Turquia e que oferece, entre muitas opções de lazer, passeios de barco pela ilhas da região.

A divertida Marmaris 📷@iamigerbase

Mais ao norte, no Mar Egeu, é possível encontrar cidades que unem praia, passeios históricos e charmosas ruelas floridas, como Alaçati – essa, vizinha da “caribenha” Cesme. Ou seja, talvez você nem imaginasse, mas a Turquia possui inúmeras praias incríveis a serem exploradas e muitas delas amigáveis ao bolso e ao estilo mochileiro de se divertir.

4 – Éfeso e a Biblioteca de Celso

A cidade de Éfeso foi construída em 5 a.C por gregos jônicos, sendo depois uma das doze cidades da Liga Jônica e a segunda maior cidade do mundo no século 1 a.C. Foi ali que foi criado o Templo de Ártemis, uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo, mas que, infelizmente, virou apenas algumas colunas e pedras.

A fachada da Biblioteca de Celso 📷@iamigerbase

Já a fachada da Biblioteca de Celso ainda está de pé e deixa qualquer visitante de queixo caído – expressão brega, mas bastante exata nesse contexto! A construção é alta e cheia de detalhes, então, ao olhar para cima para admirá-la, todo mundo em volta fica meio de boca aberta e com os olhos brilhando. É com certeza uma das ruínas mais belas que já vi e é fácil de imaginar um tempo longínquo quando o local guardava importantes manuscritos gregos e romanos.

📷@iamigerbase

Todo o sítio arqueológico de Éfeso, onde fica a biblioteca, é estupendo, merecendo uma atenciosa visita; considere contratar um guia para ouvir as interessantes histórias. No sítio, há templos, arenas de diversos tamanhos e, por vezes, dá para encontrar uma passagem diferente, uma incrível estátua “no meio do nada” e diversas pedras com belos desenhos encravados.

5 – As águas termais de Pamukkale

Assim como a Capadócia, as águas termais de Pamukkale parecem trazidas de outro mundo para a Terra. Suas “piscinas” redondas, organizadas em degraus brancos, guardam uma água azul clara que pode chegar aos 35°C. A formação especial e de cor branca se dá por pontos quentes na montanha que fazem o carbonato de cálcio derramar e depois se solidificar.

Assim como os banhos termais em Budapeste, entrar na islandesa Blue Lagoon, ou sentar nos degraus de Kuang Si, cachoeira no Laos, esse é um daqueles banhos que você nunca vai esquecer.

6 – A culinária (e o melhor suco de laranja do mundo!)

O “kebab turco” talvez seja famoso no mundo inteiro, porém a culinária da Turquia vai muito além desse (delicioso) wrap. Pide, a “pizza turca”, é um quitute que provavelmente vai fazer parte da sua viagem, já que é uma delícia e de preço amigável ao mochileiro. Turşu, legumes em conserva, sarma, trouxinhas de arroz, manti, espécie de delicados raviólis com molho, e menemen, ovos com especiarias, são outros pratos que você também tem que provar.

Bulgarian Food - Baklava

De sobremesa, o baklava, doce folhado com pistache, vai virar o seu vício após toda a refeição na Turquia. Frutas, nozes, iogurte e o tradicional homus (grão de bico) são sempre boas pedidas para um lanche.

Sim sim, as laranjas brasileiras são fantásticas, eu sei e concordo! Mas juro que, em nenhum lugar do mundo, eu tomei um suco de laranja tão bom quanto os da Turquia. O líquido é de uma cor viva e o gosto é intenso, como se “coubessem” mais laranjas nesse suco que nos outros pelo mundo. E, o melhor, é muito frequente! Tem algo melhor que um suco de laranja gelado no meio do deserto?

7 – Os charmosos vilarejos e as ruínas milenares

Com paisagens muito diversas em seu vasto território, a Turquia consegue ofertar diversos vilarejos de características e visuais marcantes. Dá para encontrar um estilo “alpes europeus” em Ayder, um monastério encravado nas rochas em Sumela, montanhas com picos nevados em Van e um belíssimo lago azul claro espremido entre as montanhas em Uzungol.

Já quem ama ruínas vai ter dificuldade de escolher quais visitar se tiver pouco tempo na Turquia. Além da já mencionada Éfeso, as Tumbas de Lycian, mausoléus encravados em rochas e com mais de 2.450 anos, são também imperdíveis. Enquanto em Sida há famosas ruínas da antiga cidade, que incluem um enorme teatro e colunas do Templo de Apollo, em cidades menores, como Kekova, dá para encontrar ruínas pertinho do mar, algumas até tomadas por ele.

8 – Organização + muitas surpresas pelo caminho

A Turquia apresenta uma boa estrutura turística que vem se desenvolvendo ano após ano – tanto que é um dos melhores destinos para mochileiros em 2019. E isso não só barateia a vida do mochileiro, mas faz da viagem mais simples e sem estresses. Espere encontrar muitos locais que falam inglês, além de placas e informações na língua. As rotas mais comuns ofertam diferentes opções de transporte e é fácil circular pelas cidades.

📷@iamigerbase

Ao mesmo tempo, essa organização contrasta com (ótimas!) surpresas pelo caminho. Cabrinhas na praia, ruínas pelas estradas, um lago azul entre uma cidade e outra, restaurantes sobre as águas de um rio, incríveis tapetes para vender no meio de mini vilarejos… Ou seja, pelo menos uma excelente surpresa por dia.

 9 – “Comprinhas” sem igual

Uma das principais importâncias históricas da Turquia se dá pela sua importância comercial, tendo sido, por séculos, um dos principais pontos de troca e venda de mercadorias do mundo. Hoje talvez não se compre as mesmas coisas e do mesmo jeito, mas ainda há muito comércio de altíssima qualidade rolando por aqui – o que não quer dizer preços altos!

📷@iamigerbase

Seja no milenar mercado de Istambul ou em um vilarejo no meio do nada com tapetes pendurados direto na pedra, fazer “comprinhas” na Turquia é uma experiência única. Os produtos (como lustres coloridos, joias, temperos, roupas…) sempre mostram o encontro do oriente com o ocidente, e o ato de barganhar o preço, sendo quase falta de educação apenas aceitar o preço inicial, é sempre uma constante.

Bônus: os hostels!

A Turquia apresenta uma grande variedade de hostels em mais de 40 cidades e com mais de 60 mil avaliações aqui no Hostelworld. Então não é difícil achar bons, baratos e divertidos locais para ficar, fazendo de um mochilão pela Turquia ainda mais perfeito.

Cheers Hostel's cosy outdoor terrace - Best hostels in Istanbul

Cheers Hostel, Istambu

📚 Sobre a Autora 📚

Meu (estranho) nome é Iami, sou formada em jornalismo e fui estagiária do Hostelworld em 2018. Eu amo provar comida de rua, ler na praia e assistir a “Largados e pelados”. Lugar preferido: Praia de Palmas, SC, Brasil. Hostel preferido: Bananas Bungalows, Krabi, Tailândia. Você pode seguir os meus rolês por aí no Instagram @iamigerbase.

Leia também: 

Share The World!
INSTAGRAM
EMAIL
Facebook
Facebook
GOOGLE
GOOGLE
/blog/motivos-para-visitar-a-turquia/?lang=pt-br
Youtube

Sobre o Autor

Iami Gerbase (Hostelworld)

Hi! My (weird) name is Iami and I'm a Brazilian journalist tired of hearing "You don't look Brazilian". I love to taste street food, read at the beach and watch Naked and Afraid. 🌏 Favourite place on earth: Praia de Palmas, SC, Brazil. 🏠 Favourite hostel: Bananas Bungalows, Krabi, Thailand. You can follow my travels on Instagram: @iamigerbase.

Inspire-se

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios. Campos obrigatórios são marcados com *

Aplicativos de Celular Hostelworld

Faça a reserva no caminho com os novos aplicativos móveis da Hostelworld.

Download on App Store Download on Play Store

Pesquise e reserve mais de 33.000 propriedades em 170 países, onde você estiver.