Descubra os segredos da Amazônia de Manaus à Belém do Pará: O Roteiro dos mochileiros

Descubra os segredos da Amazônia de Manaus à Belém do Pará: O Roteiro dos mochileiros

A Amazônia é um destino muito procurado por europeus que buscam viver uma experiência exótica e transformadora. Porém, há muitos anos mochileiros brasileiros encaram o desafio de conhecer a floresta, a vida local, os sabores e ritmos do norte gastando pouco. Foi assim que descobri um roteiro incrível entre Manaus e Belém do Pará que vou dividir com você, que adora uma boa aventura. Preparado?

Por que conhecer a Amazônia brasileira

1- É a maior floresta tropical do mundo

2- Produz 20% do oxigênio da Terra

3- Abriga mais de ⅓ de todas as espécies existentes

4- É atravessada pelo rio mais caudaloso do planeta

5- Vive cheia de mistérios, lendas e segredos  

6- Dança ao som do carimbó, do brega e da marujada

7- Oferece mandioca, açaí e todas as frutas que você imaginar

Roteiro de Mochilão na Amazônia: Comprando passagens

Compre sua passagem de ida para Manaus e sua passagem de volta, saindo de Belém.

O Rio Amazonas será sua estrada para desvendar o norte do país. Ele nasce na cordilheira dos Andes e cruza o Brasil até desaguar no mar no sentido Manaus-Belém. Ao navegar a favor do rio, sua viagem será mais rápida e menos cansativa.

Atenção: Nunca aconselho a compra de passagens separadas. Este roteiro é uma exceção.

O Primeiro destino: Manaus, Amazonas

Manaus, a capital do Amazonas é um dos maiores destinos turísticos do país. As riquezas do ciclo da borracha, de 1879 a 1912, formaram os prédios, teatros e museus do centro histórico da cidade, que vale a visita. Além das calçadas de mosaico português e belezas do centro, muitos passeios de barco são oferecidos em Manaus. A maioria deles oferece estas duas paradas em seu roteiro:

Mergulho com botos

Os botos vivem soltos, o que é positivo. Porém, deixam de caçar por serem alimentados pelos guias todos os dias.

Visita a Aldeia indígena

A visita a aldeia indígena também levanta outro ponto: Pessoas não são pontos turísticos. Por isso, não fotografe ou grave sem autorização.

Pode parecer uma maravilha, viver tantas experiências em um só passeio. Mas pesquise as agências antes de entrar nesse barco.

Os 5 Melhores passeios em Manaus, Amazonas

1- Encontro das Águas

O Rio Negro é mais lento, ácido e quente. Já o barrento Solimões é mais rápido e quase frio. As águas dos rios não se misturam por 6 quilômetros, formando um desenho incrível. Depois do encontro em Manaus, o Rio Negro e o Rio Solimões se juntam transformando-se em Rio Amazonas.

2- Presidente Figueiredo

O município de Presidente Figueiredo é um destino perfeito para quem ama cachoeiras e natureza. São mais de cem quedas d’água além de cavernas e trilhas na selva. Presidente Figueiredo oferece também, opções de alojamento e redário para as cachoeiras do Santuário, Iracema, Mutum e a belíssima Pedra Furada.

3- MUSA, museu da Amazônia

O Museu da Amazônia faz parte da Reserva Florestal Adolpho Ducke e sua atração principal, uma torre de 42 metros, oferece uma visão panorâmica exclusiva da reserva. Com agendamento prévio é possível subir também a noite ou ao amanhecer, para observar estrelas e pássaros. As exposições sobre lendas e costumes da cultura indígena são criadas e organizadas por índios.  

4- Teatro Amazonas

O cartão postal de Manaus é o imenso e rosa Teatro Amazonas. Você pode fazer uma visita guiada sobre os detalhes da história e arquitetura ou assistir a um teatro, ópera ou concerto e sentir-se em outro tempo.

5- Praia de Ponta Negra

O bairro de Ponta Negra é perfeito para mergulhar em uma das praias de água doce mais famosas da cidade. A orla é um ponto de encontro, o anfiteatro recebe apresentações e os bares oferecem um visual perfeito para o fim da tarde.

Onde ficar em Manaus, Amazonas

O melhor lugar para ficar em Manaus em seu mochilão é com certeza um hostel. Além do preço, ficar em um hostel é uma ótima opção para fazer amigos e se sentir em casa. Aproveite a cozinha comum para compartilhar um prato típico da sua região e aproveite para conhecer os outros viajantes, marcar passeios e aprender com a experiência deles. Confira 3 hostels incríveis em Manaus:

Hostel Manaus

O Hostel Manaus está entre o Teatro Amazonas e o Palácio Rio Negro, no centro histórico da cidade. Sua nova casa é a Rua Lauro Cavalcante, 231.

The Container Hostel

O Container Hostel reúne os mochileiros mais modernos. A localização é perfeita, R. Dr. Tomás 16, no bairro Adrianópolis. Os quartos são modernos e a decoração é mais urbana.

Local Hostel Manaus

O Local Hostel oferece camas com cortinas para uma noite de sono tranquila. Cada quarto tem um desenho diferente e a localização, Rua Dona Libânia 215, é excelente.

Próxima parada: Santarém, Pará

A próxima parada do Roteiro dos mochileiros na Amazônia é Santarém. Vá de barco regional para chegar a Santarém, a partir de Manaus, de forma econômica. São em média 30 horas de viagem e antes de chegar, o barco faz paradas em Itacoatiara, Parintins e Óbidos. Descer em Parintins é uma ótima opção em Junho, quando acontece a tradicionalíssima Festa do Boi-Bumbá. Mas nos demais meses do ano, desça em Santarém para conhecer Alter do Chão e a Floresta Nacional do Tapajós.

O que fazer em Santarém, Pará

1- Alter do Chão

Alter do Chão é uma pequena vila com atrativos para todos os gostos. O famoso Cartão Postal de Alter é a Ilha do Amor, com praias doces de areia branca, banhadas pela água morna do cristalino Rio Tapajós. Alter do Chão também é berço do tradicional ritmo Carimbó Pau e Corda.

“O Carimbó Pau e Corda nasceu na minha casa e foi crescendo até que tivemos que trazer ele para fora. Este grande movimento que nasceu há 9 anos conseguiu fazer um resgate do Carimbó, que não existia mais na nossa Vila de Alter do Chão” contou-me Mestre Chico Malta, em uma quinta-feira de festa.

Quando ir a Alter do Chão

Alta temporada: Agosto à Novembro, durante esses meses é possível caminhar até a Ilha do Amor

Média Temporada: Dezembro à Março, pegue um barquinho que faz a curtíssima travessia por 5 reais

Baixa temporada: Maio à Julho, o Rio Tapajós cobre a Ilha. Durante semanas só se vêem os telhados de palha dos quiosques.

Altíssima Temporada: Setembro, é o mês da Festa do Sairé, disputa entre o Boto vermelho e o Boto Tucuxi que mistura as tradições católicas com as crenças do povo Borari, originário de Alter.

Obs: As datas das chuvas e cheias podem variar

2-Floresta Nacional do Tapajós (FLONA)

A FLONA é uma unidade de conservação do Instituto Chico Mendes, o ICMBio. São mais de 160 quilômetros de praias de água doce, trilhas na floresta Amazônica conservada e duas Samaúmas principais, árvores gigantes chamadas de mãe e vovózona. A Floresta Nacional também é casa. São mais de mil famílias entre povos tradicionais e três aldeias indígenas Munduruku.

Onde ficar na Floresta Nacional do Tapajós (FLONA)

Recomendo o redário do Seu Bata. Tive uma experiência incrível dormindo sob milhares de estrelas. Chegando no redário você combina o valor da estadia com almoço e passeios. Em dois dias na FLONA, vi um dos pores do sol mais lindos da minha vida, mergulhei em um Igarapé verde cristalino, visitei a Samaúma, mãe da Floresta e durante as trilhas, conversei com Bata. Ele nasceu na FLONA e sabe tudo sobre plantas e seus usos, árvores imensas, lendas amazônicas e animais que encontra pela mata.

Destino final: Belém do Pará

Belém do Pará é uma das grandes capitais brasileiras. São quase um milhão e meio de habitantes, muitos ritmos e sabores. A Floresta Amazônica influencia diretamente o clima da cidade, mas pode ter certeza, você vai sentir calor. Em Belém, as temperaturas são altas durante o ano todo.

O Círio de Nazaré: A Festa de Nossa Senhora acontece em Outubro e reúne uma das procissões mais importantes do Brasil.

As Praias de Rio: Não há nada melhor que um mergulho nas praias de água doce em Belém. Aos finais de semana as famílias se reúnem nas praias porém, durante a semana, você pode encontrar cantos vazios, só para você.

O Mercado Ver o Peso: O cartão postal da cidade oferece diversas opções de frutas, verduras, garrafadas e ervas medicinais. Ao redor do Mercado, que já foi eleito uma das 7 Maravilhas do Brasil, você pode encontrar peixes frescos, cuias para tacacá e artesanato indígena.

O que comer em Belém do Pará

Frutas regionais: Açaí, Cupuaçu, Taperebá

Pratos típicos: Tacacá, Pirarucu com açaí, Pato no tucupi, Maniçoba

Merenda no norte: Tapioca, Sorvete de frutas, Pão com queijo e tucumã

Bebidas: Cachaça de Jambu, Guaraná Tuchaua

Onde ficar em Belém do Pará

Belém oferece muitas opções de Hostel para todos os estilos de viajante. A partir de Belém, você pode incluir em seu Roteiro de Mochilão na Amazônia uma visita a famosa Ilha de Marajó, com o maior rebanho de búfalos do Brasil. E a Ilha do Algodoal, praticamente deserta. Confira agora 3 Hostels incríveis na capital:

 Mama Hostel

O Mama Hostel, Av. Visconde de Souza franco 1313, oferece um ambiente tranquilo e ótima localização.

 Ovibe Hostel

O Hostel Ovibe reúne os mochileiros com pinta de artista que gostam de celebrar a vida. A localização, Travessa Benjamin Constant, 1374, é ideal para visitar as praias de água doce e o centro da capital.  

 Grand Hostel Belém

O Grand Hostel Belém também está no centro, na Avenida Presidente Vargas, 646, em frente à Praça da República. A partir de lá, visite o Mercado Ver-o-Peso e aprecie a paisagem da Baía de Guajará.

📚 Sobre a autora 📚

Meu nome é Raquel Cintra Pryzant e sou uma jornalista brasileira que escreve sobre pessoas. Eu viajo para conhecer histórias de vida e criei o projeto Sola no Mundo para compartilhá-las. Bora conversar pelo meu Insta onde estão minhas melhores fotos!

Share The World!
INSTAGRAM
EMAIL
Facebook
Facebook
GOOGLE
GOOGLE
/blog/mochilao-amazonas/?lang=pt-br
Youtube

Sobre o Autor

Laura Carniel

I'm Laura, Brazilian, and I'm obsessed with dogs, films, sharing good stories with friends and discovering quirky places. Social Media & Content Executive and #HostelworldInsider at Hostelworld. 🌏 Favourite place on earth: London, UK. 🏠 Favourite hostel: Oki Doki Hostel - Warsaw, Poland. Follow my travel adventures and loads of dogs on Instagram @astaclivo 🐶✈️

Inspire-se

3 Responses to “Descubra os segredos da Amazônia de Manaus à Belém do Pará: O Roteiro dos mochileiros”

  1. Viu fazer esse roteiro em agosto, mas estou sem noção de quantos dias ficar em cada lugar, pode me dar uma sugestão?

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios. Campos obrigatórios são marcados com *

Aplicativos de Celular Hostelworld

Faça a reserva no caminho com os novos aplicativos móveis da Hostelworld.

Download on App Store Download on Play Store

Pesquise e reserve mais de 33.000 propriedades em 170 países, onde você estiver.