Guia COMPLETO para um mochilão pelo Vietnã

Guia COMPLETO para um mochilão pelo Vietnã

O Vietnã é um dos destinos mais populares entre mochileiros, e por bons motivos! Pode ser difícil encontrar toda a informação necessária para um mochilão para lá, então resolvemos colocar tudo em um só lugar… De nada! Desde o básico de onde ficar, passando pelo o visto e indicando um itinerário, nós organizamos tudinho para alguém que deseja mochilar pelo Vietnã.

  1. Melhor época para visitar o Vietnã
  2. Ano Novo Vietnamita
  3. Preciso de um visto para o Vietnã?
  4. Viajando pelo Vietnã
  5. Custo de viajar pelo Vietnã
  6. Onde ficar no Vietnã
  7. Rotas no Vietnã
  8. Comida vietnamita
  9. Cultura vietnamita
  10.  O Vietnã é seguro?
  11. Dicas de viagem no Vietnã
  12. O que levar na mala para o Vietnã

1. Melhor época para visitar o Vietnã

Recomendado por Sophie Spencer

Por ser um país tão grande, o Vietnã também acaba por ser muito diverso. Você pode ter aquele feriado preguiçoso na praia, explorar a maior caverna do mundo, visitar patrimônios da humanidade da UNESCO, se perder no agito de Ho Chi Minh ou fazer tudo na mesma viagem! Parece incrível demais, não é mesmo? Mesmo que a geografia do Vietnã faça com o que país tenha praias em todo o lugar, o país tem um clima meio difícil de entender. Não é tão simples como ter Verão, Primavera, Inverno e Outono, mas não se preocupe, a gente tá aqui para te ajudar! A gente fez a nossa pesquisa para te ajudar a decidir a melhor época para visitar o Vietnã.

Como uma regra geral, se você quiser conhecer o país inteiro e tem um presente de ter datas ilimitadas, então vá entre Fevereiro e Abril ou Novembro e Dezembro.

Clima no Vietnã nas diferentes regiões

Melhor época para visitar o norte: Sapa, Hanói e Halong Bay e Ha Long Bay

Você vai viver o melhor dos dois mundos quando for visitar o norte do país. Não só você vai ser abençoado pela beleza da Ha Long Bay, mas se você se aventurar por Sapa você vai encontrar campos de arroz que vão até onde o seu olho chega.

Melhor época para visitar: março – maio. As temperaturas de inverno ficam na média dos 18-22 graus no pico da estação (Janeiro/Fevereiro) e quase não chove. A gente recomenda que você leve um casaquinho e um cachecol, a temperatura pode chegar aos 15 graus.

Pior época para visitar: final de maio – agosto. O verão no país é de maio a outubro e o que acontece não é idílico como você está imaginando. No final de junho a umidade aumenta muito e tem muita chuva, fazendo com que não seja tão legal de visitar, especialmente em Ha Long Bay. É muito possível que tours para patrimônios mundiais da UNESCO estejam fechados e você não quer arriscar não poder conhecer.

Backpacking Vietnam - visiting Hanoi

 Hanói 📷: @coast_to_costans

A melhor época para visitar a costa central: Hue, Hoi An, Danang

Se você estiver procurando pelo balanço perfeito entre cultura e praia, você vai amar a Costa Central. Hoi An é conhecida pelas suas lâmpadas coloridas, ruas que são patrimônio da humanidade, Hue por ter templos incríveis e Danang pelas melhores praias da costa. É uma área incrível, mas é muito importante que você visite no período certo porque praia e chuva nem sempre são uma boa combinação.

Melhor época para visitar: fevereiro – maio. A primaveira na costa central é o clima perfeito – não é aquele calor que vai fazer você se sentir mal, mas também não é aquele frio que vai te impedir de entrar no mar. A temperatura fica na média dos 20 graus com um sol ameno e sem muita chance de chover, então pode deixar o seu guarda-chuva em casa!

Pior época para visitar: agosto – dezembro. Mais para o norte (Hue), as monções começam em setembro e continuam até fevereiro, enquanto em Danang elas só acontecem entre novembro e dezembro. A costa central é muito afetada pelos tufões e forças de de furação entre agosto e dezembro.

Backpacking Vietnam - Hoi An City

Hoi An 📷: @leftietraveler

A melhor época para visitar o sul: Nha Trang, Ho Chi Minh e Rio Mekong

O sul do Vietnã é cheio de história e é o melhor lugar para realmente entender o que é a vida em um vilarejo do país. A maioria dos viajantes visitam essa região por alguns dias para ter uma experiência autêntica no Rio Mekong e para ficar totalmente encantado pelos sons e cheiros da cidade de Ho Chi Minh. O clima no sul não é tão complexo como no norte e pode ser simplesmente dividido entre duas estações: uma seca e outra com muita chuva.

Melhor época para visitar: dezembro – março: A estação seca vai até o início de maio, mas, no quesito temperatura, dezembro a março é uma época melhor de visitar. Mesmo que ainda esteja quente e úmido, a temperatura geralmente não fica muito alta e você pode aproveitar o seu tempo lá muito mais. Se você estiver ficando pela costa do Sul, a brisa do mar vai te manter refrescado, sem mencionar a água maravilhosa que você pode mergulhar para acalmar o calor.

Pior época para visitar: maio – novembro. A temporada de chuvas não vai necessariamente acontecer durante seis meses, mas ela é bem prolongada e chove quase toda tarde. As chuvas mais fortes acontecem entre junho e agosto, então a gente te aconselha a não visitar durante esse período, se você puder!

Backpacking Vietnam - Nha Trang

Nha Trang 📷: @badgalkarii

2. Ano Novo Vietnamita

O Ano Novo Vietnamita, conhecido como o feriado Tết é o evento mais importante para os vietnamitas. É similar ao Natal e Ano Novo, quando famílias se juntam, negócios fecham e várias celebrações acontecem pela cidade.

Quando é o ano novo vietnamita?

Tết acontece no primeiro dia do primeiro mês do calendário lunar. Isso geralmente é na última semana de janeiro e primeira semana de fevereiro.

Datas do Tết

2019: 05 de fevereiro

2020: 25 de janeiro

Viajando antes, durante e depois do Ano Novo Vietnamita

Se você tiver a flexibilidade de planejar a sua viagem durante o período do feriado do Tết, eu recomendo muito que você faça. Se não é possível, eu posso garantir que você ainda vai amar a sua viagem, mas vá com uma mente aberta. Minha recomendação é que você vá para a costa para aproveitar o sol no que vai ser uma praia quase privativa.

O que esperar durante o Ano Novo Vietnamita

Transporte: Como os vietnamitas voltam para a casa das suas famílias para as celebrações do Tết, você pode imaginar que a situação do transporte no país fica um pouco caótica. O trens ficam super cheios de famílias. No nosso trem noturno, tinham quatro pessoas amontoadas em uma só cama. Além disso, os preços ficam bem mais altos, fazendo com que seja bem mais caro do que o normal viajar pelo país. Dica: Reserve as suas passagens com antecedência se você estiver planejando a sua viagem na mesma época do feriado.

Acomodação: Acha hostels durante o Tết não costuma ser um problema e também não vai ser mais caro do que o que você costuma pagar na no país. Diferente de Natal e Ano Novo, o Tết não é um feriado de lazer, então você não precisa se preocupar com locais enchendo os hostels.

Tours: Não é incomum que empresas de tours parem de oferecer o serviço durante o período do Tết, mas isso é especialmente importante para a Halong Bay. A maioria dos barcos não vão funcionar durante o Tết, então é MUITO importante que você planeje o seu itinerário pensando nessa informação. No entanto, se você encontrar uma companhia que esteja aberta, use para sua vantagem: você vai ter todo o lugar só para você!

Comida: Muitos restaurantes e vendedores de rua fecham as portas durante o Tết para que eles possam passar tempo com a sua família. Aprenda com os meus erros e planeje com antecedência. Compre lanches dos mercados antes e faça uma pesquisa para ver quais lugares vão estar abertos para evitar horas caminhando estando exausto e com fome.

3. Preciso de um visto para o Vietnã?

Sim, brasileiros precisam de visto para entrar no Vietnã. Apesar de ser uma burocracia um pouco chata e incomum no Sudeste Asiático, fazer o visto não é tão difícil. O processo começa em algum site tercerizado (indicamos o Vietnamvisa), onde você escolhe o tipo de visto: tempo e quantidade de entradas e saídas no país. O valor pago nesse site muda dependendo do visto (de U$17 a U$65). Depois de preencher o formulário (você já tem que saber sua data e local de entrada no país), você deve fazer o pagamento e finalizar o processo. Depois de dois dias úteis, você receberá a carta de aprovação por email. Ao chegar no aeroporto, você deve ter consigo: seu passaporte, a carta impressa, duas fotos (4cm x 6cm) e x dólares em papel. Esse valor em dólares é a “taxa de carimbo”, paga para o governo vietnamita, e depende do seu tipo de visto – e o site vai lhe dizer seu valor por email. Na imigração você entrega os três e… pronto, você está legalmente no Vietnã!

Backpacking Vietnam - Colourful lanterns

📷: @helenbldwn

4. Viajando pelo Vietnã

Dirigindo pelo Vietnã

Dirigir de moto pelas ruas do Vietnã é uma das melhores maneiras de conhecer o país de uma maneira autêntica. Mas depois de falar dessa parte boa, eu devo admitir que dirigir pelo Vietnã pode ser bem intenso e não é recomendado para quem se assusta com facilidade, ou quem não tem muita segurança nas suas habilidades na hora de dirigir.

Assim como as motos, as cidades do Vietnã são cheias de bicicletas, carros pequenos e outros tipo de transporte indo em todas as direções. Mesmo que dirigir no Vietnã não seja tão louco como dirigir em outros países da Ásia, você ainda precisa tomar muito cuidado.

Backpacking Vietnam - Landscape

📷: @sofiajulieg

5. Custo de viajar pelo Vietnã

Dinheiro no Vietnã

A moeda no Vietnã é o Dong Vietnamita (VND), no entendo dólares (USD) e libras (GBP) são muito aceitos por todo o país.

Taxa de conversão

Em agosto de 2018, o Dong vietnamita é bem fraco comparado ao real. 1 VND é equivalanete a 0,00016 Real Brasileiro.

Média de custos

As taxas de conversão atuais e o valor do VND faz com que viajar pelo Vietnã seja super econômico, na maior parte do mundo. O custo de uma cerveja vai sair na média de 0.33 USD e uma janta completa para dois em um restaurante legal vai sair na média de 15 USD.

Dar gorjetas não é um costume no Vietnã, especialmente em bares ou restaurantes locais. Alguns guias turísticos ou motoristas de táxi vão esperar uma gorjeta caso o serviço tenha sido muito bom.

6. Onde ficar no Vietnã

A melhor maneira de economizar na sua acomodação na sua viagem para o Vietnã é ficar em hostels e a gente garante: eles são maravilhosos! Os hostels to país estão na lista dos melhores do mundo. Imagine bares no terraço, quartos privativos luxuosos, piscinas e cerveja e café da manhã gratuitos todos os dias. O Vietnã é um país grande, mas a gente tem hostels em todos os lugares que você precisa conhecer.

Dê uma olhada no nosso post dos melhores hostels no Vietnã em cidades pelo país inteiro.

7. Rotas no Vietnã

Recomendado por Hannah Logan

Eu passei um mês explorando o Vietnã e me apaixonei completamente. Para ser sincera, não achei que fosse. Eu achava que o trânsito e as multidões fossem me intimidar. Eu estava desanimada pelo longo tempo de viagem entre as cidades e preocupada com as barreiras do idioma. Mas no final, nada disso importou. Atravessar as ruas caóticas se tornou um jogo, as longas jornadas de viagem valeram a pena, e as pessoas locais me ganharam com sua receptividade.

Da comida às cidades históricas até seus oito sítios que fazem parte do Patrimônio Mundial da UNESCO, há muito o que ver e fazer no Vietnã. Este itinerário de duas semanas destaca um pouco de tudo. Esta rota usa Hanói como ponto de início e fim da viagem por ser mais conveniente para a maioria dos viajantes. No entanto, também envolve andar um pouco para trás, então você pode considerar reverter o roteiro e começar em Hoi An.

Mochilando por duas semanas no Vietnã

Dias 1-2: Hanói

Navegar as ruas da capital do Vietnã, que são lotadas de veículos, pode ser uma aventura. Há muito o que descobrir em Hanói, com muitos museus e o vibrante Antigo Bairro que você pode ficar horas explorando. O Antigo Bairro é formado de arquitetura colonial francesa, templos, pagodes e também a pequena rua Ngo 244 Le Duan. O trem de Hanói passa por essa rua forçando os pedestres a se apertarem contra os prédios. Há 36 ruas no Antigo Bairro nomeadas com base no comércio que historicamente acontecia na região; Hang Dau tem comerciantes de calçados, Hang Bac vende utensílios de prata e Hang Qua tem lojas de ventiladores portáteis. Explore cada rua para comprar lembrancinhas.

Tente achar um vendedor de comida de rua vendendo bun cha, um prato de noodles com porco servido com molho doce e apimentado e ervas. Embora o prato possa ser encontrado em qualquer parte do país, ele é originário de Hanói e bem popular no almoço. Um dos melhores lugares para encontrá-lo é em volta da Catedral de São José.

O café vietnamita é outra delícia popular da cidade. Para encontrar um lugar autêntico que o sirva, procure pelo Café Dinh. É um segredo dos locais, escondido em uma ruazinha perto do prédio número 13 na Dinh Tien Hoang. Pode ser difícil de achá-lo, mas seja paciente porque vale a pena! Se você prefere um lugar mais tranquilo, você pode escapar para um dos muitos cafés localizados no Antigo Bairro. Eu amo o Nola.

Hanói também é famosa pelo teatro de fantoches de água. Ou, se você visitar no final de semana, tenha certeza de ir até a área com espaço para pedestres durante a noite no antigo bairro. Ali você encontra mercados de rua, comida local, música, e jogos tradicionais sendo jogados por pessoas locais que não se importam nem um pouco se você se juntar a eles.

No seu último dia em Hanói, pegue um ônibus ou trem à noite para Sapa. Ambos podem ser barulhentos, mas o trem é mais confortável. Tenha em mente que se você escolher o trem, você terá que pegar uma van para o trajeto final. Estes custos não estão inclusos nas passagens. Nós amamos os hostels See you at Lily’s e Flipside Hostel em Hanói.

📷: @alxschtmtzlr

Dias 3-5: Sapa

Sapa é famosa por suas trilhas e arrozais. No entanto, achei Sapa muito turística e optei por ir até o vale da Vila Tavan. É pequeno, com poucos lugares para ficar, alguns restaurantes, e um pequeno spa perfeito para massagens após longas trilhas. De lá você tem a vista das famosos montanhas da cidade, misturadas com as nuvens, e verdes e lindos arrozais. Além disso, há muitos caminhos para fazer trilha, de diferentes tamanhos e níveis de dificuldade que são fáceis para fazer sem um guia.

Você pode encontrar mulheres das tribos nas montanhas vendendo seus artesanatos na escola primária local e elas podem oferecer seus serviços de guia a você. A maioria das pousadas e hostels oferecem uma experiência de jantar familiar que é deliciosa.

Se você quer um descanso das trilhas, você pode alugar uma moto e explorar o norte do país. Você pode ir até a fronteira com a China se estiver se sentindo bem aventureiro. É melhor ter experiência dirigindo uma motocicleta já que você precisa pegar várias estradas com bastante tráfego.

Tenha em mente que enquanto o centro do Vietnã pode ser bem quente, Sapa fica nas montanhas e pode ser bem frio, especialmente à noite. Leve roupas para o frio e um casaco de chuva, mesmo nos meses mais quentes.

No final no seu último dia em Sapa (ou Tavan), pegue um ônibus noturno ou tem de volta à Hanói. De lá você pode continuar sua viagem para o próximo destino, Halong Bay. Você pode pegar um ônibus ou um cruzeiro para Halong Bay; é uma longa e difícil viagem que dura aproximadamente 12 horas.

Hostel recomendado para a Vila de Tavan: Ta Van Hostel

📷: @wowpicturephoto

Dias 6-8: Halong Bay

Halong Bay faz parte do Patrimônio Histórico da UNESCO com mais de 1600 ilhas ou ilhotas. Sim, pode ser vem turístico e lotado, mas vale muito a pena conhecer. O jeito mais popular de experienciar o local é em um cruzeiro noturno, de uma ou duas noites. Eu definitivamente recomendo o de duas noites já que o de uma foi muito rápido e fiquei com a sensação de que não aproveitei direito.

Os cruzeiros têm diferentes níveis de conforto e preços. Os cruzeiros de festa com jogos de bebida e ressacas são comuns mas também há muitos outros mais tranquilos e de luxo. Uma alternativa é usar a ilha de Cat Ba  como base e fazer um cruzeiro durante o dia. Ficar lá é mais barato e você ainda pode aproveitar para explorar a ilha. A maioria das pessoas adora essa opção, enquanto outras preferem o cruzeiro noturno. Compare as duas opções antes de decidir.

Acomodação e espaços em cruzeiros vão rápido, mesmo durante a baixa temporada. Reserve com antecedência através do seu hostel em Hanói. Depois do cruzeiro, volte para Hanói e pegue o ônibus noturno (16 horas) ou voe para Hue. O ônibus é mais barato e cobre os custos de acomodação. No entanto, a viagem é longa, barulhenta e desconfortável. Os ônibus noturnos são frequentemente difíceis para os viajantes que sofrem de náuseas quando viajam. Voar, no entanto, pode ser bem mais caro, mas muito mais rápido e confortável. Quanto mais cedo você reservar seu vôo, mais barato será. Uma passagem custa em torno de 130 reais.

Backpacking Vietnam - Swim

📷: @gabescalise

Dia 9: Hue

Comece seu dia cedo explorando a cidade e os templos e Start your day early to explore the city and the surrounding temples and mausoléus. A Cidade Imperial de Hue, o palácio histórico murado dentro da cidadela, é o destaque. As entradas são incrivelmente decoradas com cores fortes e vibrantes. Muito do local foi destruído, mas ainda há um pouco das construções originais.

Para mim, o destaque de Hue é suas tombas e mausoléus imperiais. Hue foi, uma vez, a capital do Vietnã e muitos governantes antigos foram enterrados nas tombas ao redor da cidade. Você provavelmente não terá tempo de visitar todas elas em um dia, então recomendo ver três: as tombas do Imperador Khai Dinh, Imperador Tu Duc e Imperador Minh Mang. Estas são as mais impressionantes. Tenha certeza de pedir por um bilhete inclusivo no primeiro templo e guarde ele para o resto do dia.

Alugue uma motocicleta ou contrate um motorista para levá-lo até as tomas, já que são todas fora do centro da cidade. Se seu hostel não oferece estas opções, pergunte aos funcionários – eles conhecerão um motorista que pode levar você.

Recomendação de Hostel em Hue: Amy Hostel Hue

Backpacking Vietnam - Hue

📷: @alxschtzlr

Dia 10: Passagem Hai Van

A viagem de um dia para a Passagem Hai Van foi provavelmente minha experiência favorita no Vietnã. Hai Van significa nuvens do mar e é uma longa estrada de 127km de Hue para Hoi An que te leva por montanhas e colinas distantes, com vistas para o oceano, campos verdes e vistas das cidades.

A Passagem Hai Van se tornou conhecida na edição especial de motocicletas do Vietnã Top Gear em 2009, e é considerada uma das mais espetaculares viagens no país.

Você pode fazer seu próprio tour de moto ou usar um programa onde você anda de carona numa moto com um motorista. Pesquise com antecedência e tenha certeza de contratar um motorista legítimo (eu usei e recomendo o Hue Bike Tours). Procure pela nascente dos Elefantes onde você pode nadar se o tempo estiver bom, os pontos com vistas ao longo da passagem de Hai Van (os 19km de estrada pelas montanhas), as Montanhas de Mármore, a Ponto do Dragão de Da Nang. Se você precisar parar para descansar, logo antes da passagem há algumas vilas de pescadores com ótimos restaurantes de frutos do mar.

Recomendação de Hostel de Hoi An: Tribee Kinh

Dias 11-13: Hoi An

Hoi An é uma charmosa cidade com um centro histórico e colorido e frequentemente um dos destinos favoritos dos viajantes no Vietnã. É pequena mas cheia de coisas para experienciar, então três dias é a quantidade de tempo perfeito para passar lá.

Hoi An é famosa por seus alfaiates que podem fazer vestidos, ternos e até sapatos personalizados para você. A popularidade de roupas à medida significa que há centenas de alfaiates na cidade, mas nem todos oferecem a mesma qualidade de trabalho e muitos operam com más condições de trabalho aos seus funcionários. Pela minha experiência pessoal, o BeBe Tailors é meu favorito, com materiais de qualidade, criações bonitas e costureiras profissionais que trabalham no local. Faça seu pedido logo que chegar, já que você pode precisar de tempo para ajustes e alterações. Dois a três dias é a quantidade de tempo ideal.

Enquanto os alfaiates são super interessantes, o destaque de Hoi An é seu centro histórico, que data do século 15. Se você tem planos de ir a museus ou prédios históricos como as antigas casas de comerciantes e salões de montagem, você tem que comprar um ingresso de entrada (que você deve guardar) para acessar as principais atrações. Tenha certeza de checar a Ponte Coberta Japonesa e ir até o mercado central para almoçar um prato local chamado cau lau, que é feito de noodles, porco e vegetais. É delicioso e só pode ser encontrado em Hoi An. De acordo com o folclore local, a água para para cozinhaá-lo deve vir de uma fonte secreta local.

E, claro, você deve ver o mercado noturno, onde você pode encontrar lanternas de seda coloridas e brilhantes, que podem ser vistas decorando as ruas ou à venda para visitantes levarem para casa. Outra refeição que você deve experimentar são os sanduíches bahn-mi, sanduíches com pão torrado recheados com carne à sua escolha (geralmente frango ou porco), maionese e vegetais.

Hoi An também tem vários ótimos bares, com vários oferecendo drinks baratos e outras promoções pela ponte na região conhecida como An Hoi. Tiger Tiger é uma escolha popular e sempre lotado. Se você prefere algo mais de luxo, vá  ao Q Bar, que tem o cardápio mais longo de coquetéis da cidade. Durante o dia, você também pode passar um tempo na praia de Hoi An (há 20 minutos de bicicleta) ou, se você quiser alugar uma motocicleta, vá até as ruínas My Son, que são cheias de templos do Reino Champa (século 4-13). É o lugar perfeito para explorar.

Dia 14

Voe de volta à Hanói para pegar seu vôo no 14th dia da sua viagem. O Vietnã é um país incrível, e enquanto você definitivamente pode passar mais tempo por lá, duas semanas é uma boa quantia de tempo para experienciar o melhor que o país tem a oferecer.

8. Comida vietnamita

Recomendado por Marina Nazario

Uma viagem ao Vietnã significa a oportunidade de experimentar algumas as comidas mais diversas e exóticas do planeta. O Vietnã sempre teve uma rica cultura gastronômica, mas no final dos anos 1800s, os franceses colonizaram a Indochina, e desde então, a culinária vietnamita tem muita influência francesa.

Embora  o país seja enorme, a sua culinária compartilha um tema comum de norte à sul, que é o equilíbrio. Isso significa que eles conseguem fazer a comida ter gosto doce, azedo e picante ao mesmo tempo (não nos pergunte como!). Os vietnamitas amam seu café, produzem pães muito melhores que os franceses e comem muita noodles! A melhor parte? A comida é barata. Você vai pagar cerca de 10,000-60,000 VND (R$3.70-12) por comida de rua e cerca de 113,000-160,000 VND (R$18-26) por uma refeição em um restaurante

Se você está indo visitar este lindo país asiático, traga junto seu apetite e uma cabeça aberta. Você pode não saber exatamente o que está  comendo grande parte do tempo e é aqui que estamos para ajudar! Nós criamos um guia com 17 comidas que você deve experimentar no país. Mas lembre-se, as aparências enganam. Não pense duas vezes e se jogue!

Café com Ovo ou Cà Phê Trúng

O Vietnã tem uma grande com café. Eles bebem café com ovo, inventado nos anos 1940 devido à uma escassez de leite na região. É feito com gema de ovo, grãos de café, leite condensado e açúcar, mexidos juntos e esquentados com uma camada de espuma de ovo no topo. É grosso, rico, doce e cremoso e você não pode ir embora do país sem experimentar. Você pode achar nos cafés por cerca de 4-8 reais.

Backpacking Vietnam - egg coffee

Café com ovo 📷: @mabuhaymiles

Polvo Marinado ou Bạch Tuộc Nướng Sa Tế

Se você vê um monte de tentáculos de polvo marinados em um grill em uma venda de rua, compre. Esse não é seu aperitivo mediano e caro de frutos do mar. É uma comida de rua barata e popular que você verá no prato de muitos locais. É polvo marinado e macio servido com um molho satay levemente picante que deixa o prato ainda mais saboroso. E você está na cidade de Ho Chi Minh, vá para o Vinh Khanh Street, que é conhecido como o melhor local para comer frutos do mar.

Che Dumpling

Esta é uma sobremesa doce vietnamita servida de diversas formas (como bebida gelada, pudim ou como um bolinho). Vamos falar da última (o nome real é chè bánh xếp). É feito de vagem enrolada em um bolinho de arroz grudento tipo tapioca com sesame e coco. Você pode achar em mercados de comida ou restaurantes. Cuidado, é viciante!

Almôndegas de Carne de Porco Vietnamitas e Salada de Noodles ou Bun Cha

Pense nisso como uma salada não montada. Geralmente, os ingredientes vêm em recipientes separados e você coloca o que quiser no seu prato. Vêm com noodles, molho levemente picante, saladas verdes e almôndegas grelhadas de porco (que você pode sentir o cheiro há uma milha de distância!).

Backpacking Vietnam - Bun Cha

Bun Cha 📷: @hellenbeen

Bolo de Samambaia ou Bánh Bè

Você provavelmente está pensando “o que é isso?”. Com, é outra comida enganosa, porque não é um bolo. É um prato feito de arroz cozido com camarões moídos, torresmo, molho de peixe, chalotas fritas e cebolinha. É popular no centro do país, então se você estiver viajanso por Hoi An, vá até a rua Phan Dinh Phung e coma em um carrinho de comida ou restaurante por menos de 4 reais.

Sopa Doce de Sesame ou Xi Ma

Lembra de quando dissemos para não pensar duas vezes e se jogar? Esta é uma destas comidas que você deve fazer isso. Não vamos mentir, esta sopa não parece saborosa, mas é uma sobremesa doce que vai deixar você estupefato depois da primeira mordida (aconteceu com a gente). É feita de sesame, açúcar, coco e conchelo (um ingrediente secreto encontrado na medicina natural chinesa) e vem em um pequeno recipiente servido quente. Essa sobremesa doce é popular em Hoi An. Você pode encontrar por cerca de 2 reais em vendas de rua no centro da cidade. Te desafiamos a experimentar!

Rolinho Primavera Vietnamita ou Guo Cuon

Você provavelmente já viu estes antes! Feitos de camarão o porco, mais vegetais e noodles vermicelli, enrolados em papel de arroz e servidos com o famoso molho de amendoim. Delicioso! Você pode achar esse leve lanche por cerca de 3 reais em restaurantes em todo o país. Pegue um guardanapo! Pode ser meio difícil comer sem se lambuzar!

Bolo de Manga ou Bánh Xoài

Esta sobremesa é realmente enganosa, já que não contém manga e é tecnicamente não um bolo. É uma bola de arroz grudento com amendoim e açúcar… aposto que você não estava esperando por isso! Aparentemente, tem esse nome porque parece uma semente de manga. Você pode encontrar em pacotes em lojas de conveniência. Cuidado, tem bastante açúcar!

Sabemos o que você está  pensando. Você não veio até o Vietnã para comer caracol! Mas esse é  um prato popular no país. Óc é uma versão menos chique dos escargots franceses.

É servido de forma diferente pelo país, mas você pode encontrar preparado em um molho de curry de coco de dar água na boca na rua Vinh Khanh em Saigon. Experimente! Coma com uma cerveja e nos fale o que é melhor, escargot ou o óc?

Backpacking Vietnam - Mango cake

📷: @tinytruc_art

Arroz cozido grudento ou Xôi

Se perguntando o que os vietnamitas comem no café da manhã? Além do seu tão adorado café, eles comem arroz cozido grudento. Combine com algo salgado (brotos de feijão, cebolas, porco, frango) ou doce (açúcar refinado, coco, amendoim). Um delicioso café da manhã para começar o dia! Você pode encontrar por menos de 4 reais em vendas de rua e mercados por todo o país.

Pho

Este é provavelmente a comida vietnamita mais conhecida mundialmente. Pho é noodles de arroz, manjericão, coentro, hortelã, limão, brotos de feijão, frango ou carne combinados em um caldo delicioso. É popular por todo o país, mas você vai encontrar variações no norte e no sul.

Os pratos de pho do norte têm mais cebola e usam uma massa mais larga. Os do sul têm mais temperos, brotos de feijão e usam um caldo mais doce. Independente de onde você decidir experimentá-lo, este prato merece atenção. Então encontre um restaurante para sentar e saborear suas noodles tranquilamente.

Cau Lau

Cau lau é um prato de massa seca que você encontra somente em Ho An. A lenda diz que é feito usando água da antiga fonte Cham e deve ser  comido no segundo andar. Sim, se você quiser comer cau lau, você vai ter que comer no segundo andar do restaurante. Este prato é feito com pedaços de porco, vegetais e combinado com torresmo ou biscoitos de arroz. Você não pode deixar de experimentar cau lau se você for até Hoi An. E esperamos que goste de altura!

Backpacking Vietnam - Cau Lau

📷: @fartliketheresnotomorrow

Rolinho Vietnamita de Porco ou Banh Mi Thit

Procurando por algo que não seja um prato de noodles? Experimente o banh mi thit — o sanduíche asiático mais épico! Eles cortam no meio uma baguete vietnamita, colocam patê de fígado de frango nos dois lados, enchem de vegetais frescos e em conserva, coentro e porco, e então colocam diferentes condimentos e molhos. Você pode encontrar este lanche em todo o país por cerca de 30,000 VND. Enlouqueça e experimente com diferentes carnes e molhos. Apostamos que você irá comer isso várias vezes durante sua viagem!

Crepe Vietnamita ou Bánh Xèo

Banh xeo significa “bolo crepitante” e não, não é um bolo… É a versão vietnamita de crepe e tem esse nome por causa do com que a mistura da panqueca faz quando encosta na frigideira quente. É geralmente recheado com pedaços de carne (frango ou porco), vegetais e guarnecido com brotos de feijão, coentro e pasta de feijão mungo. Você pode encontrar este prato de dar água na boca por todo o país, mas é especialmente popular na cidade de Ho Chi Minh.

Ensopado de Carne e Vegetais ou Bo Kho

Se acontecer de chover durante sua estadia no Vietnã (mais provável durante os meses de maio e outubro), vá até um restaurante e peça um Bo Kho. É um ensopado cozido lentamente com carne e vegetais, servido com baguete torrada. Mmmm. É incrivelmente saboroso e vai te aquecer rapidinho. Você pode encontrar nos cardápios de todo o país e espere pagar cerca de 65,000 VND.

Ovos de Café da Manhã ou Op La

Com fome de manhã? Acorde cedo e vá até um restaurante para pedir um delicioso op la. São ovos fritos, vegetais grelhados, pedaços de presunto e salsicha servidos em uma panela pessoal, acompanhados de baguete vietnamita. Você vai ter energia para o resto do dia!

Sopa de Carne Picante ou Bo Hue

Se aventure pela Cidade Imperial do Vietnã, Hue, e peça um prato enorme dessa sopa de ingredientes aleatórios por menos de 4 reais. Ela é feita de noodles, porco, ossos de gado, pedaços de peito, caranguejo, pasta de camarão, erva-cidreira e… cubos congelados de sangue de porco (que parece tofu marrom). Parece que jogaram um monte de ingredientes em uma panela e disseram, “Pronto!”. Mas, na verdade, a sopa tem gosto apimentado, amargo e doce ao mesmo tempo. Vale a pena.

Backpacking Vietnam - Bun Bo Hue

📷: @meocuckytanac

9. Cultura vietnamita

Fatos sobre o Vietnã

  • O Vietnã tem a maior caverna do mundo, Son Doong
  • O Vietnã tem muitas praias e uma costa super longa has a lot of beaches and a long coastline
  • O Vietnã tem 8 lugares que são patrimônio da UNESCO
  • O Ano Novo Vietnamita é celebrado em fevereiro é a data festiva mais importante do Vietnã
  • Teatro de fantoche na água é uma forma de arte muito popular no país
  • Hoi An tem sido um lugar tradicional de trocas desde o século 15
  • O Vietnã tem mais motos registradas do que carros
  • 37% das castanhas do mundo todo vêm do Vietnã
  • Vinho de cobra é uma bebida muito comum no Vietnã e dizem que traz saúde e vitalidade
  • O Vietnã é o segundo maior produtor de café do mundo, perdendo somente para o Brasil!
  • O nome do país era originalmente separado em duas palavras: Viet Nam

Língua no Vietnã

A maior parte da população do país fala vietnamita, a língua nacional e oficial do país. Tem algumas línguas minorias que são faladas em certas regiões do país como Tày no norte leste e Mường nas regiões montanhosas do norte. Quando se fala de línguas estrangeiras, o francês é a língua mais falada depois do vietnamita devido a colonização francesa no país.

10. O Vietnã é seguro?

O Vietnã é cheio de energia. Com milhares de motos andando rapidamente pelas ruas ao mesmo tempo e vendedores de mercados de rua gritando os seus preços durante todo o dia, esse país é cheio de vida, apesar da sua história tumultuada. Fazer compras nos mercados de rua, jantar com locais e aprender sobre o passado do país é definitivamente recomendado para qualquer pessoa que quer realmente conhecer o país. O Vietnã é seguro na maior parte do tempo, mas claro que todo viajante tem que ficar ligado ao que está acontecendo ao redor, não importa onde estiver. O maior problema do país, no quesito segurança, é com certeza os batedores de carteira e golpes a turistas. Se você manter todos os seus pertences próximos a você, então você provavelmente não terá nenhum problema com segurança no país.

11. Dicas de viagem no Vietnã

Recomendado por  Sarah Funk

Conheça locais através de aplicativos como Couchsurfing hangouts

Conhecer locais é uma das melhores coisas que você pode fazer para deixar a sua experiência de viagem mais autêntica. Isso porque eles podem te ajudar a achar lugares incríveis que você não vai encontrar em guias de viagens e achar preços melhores para as coisas, porque eles entendem a língua local. Também é ótimo para realmente entender uma cultura e fazer várias perguntas!

Dizer “Obrigado” na língua local vai te levar longe

Ser capaz de dizer algumas frases simpática em vietnamita é um grande bônus para qualquer um viajando para o Vietnã. Obrigado em vietnamica é “cảm ơn” e você pode pronunciar quase como o “come on” em inglês. Quando você disser isso, você também deve fazer uma leve reverência com a cabeça.

Backpacking Vietnam - watermelons

@alxschmtzlr

Comer comida de rua

Alguma das melhores comidas do Vietnã são servidas em mercados de rua. A minha regra de ouro é: siga o seu nariz. Se alguma coisa tem um cheiro incrível, vai ser provavelmente fresco e delicioso. Não coma nada que parece que esteja parado há um tempo. Também recomendamos que você só coma o que for preparado na sua frente. Com essas dicas, você vai estar seguro e não vai sofrer nenhum perrengue nessa viagem.

Aprenda sobre a história vietnamita antes de ir

Muito do que o Vietnã é hoje em dia, é um resultado direto da guerra do Vietnã. Os vietnamitas ainda parecem ter uma disputa interna entre o que era antes dividido entre Norte e Sul. Você deve evitar falar sobre a guerra com locais, a não ser que eles tragam o assunto. Se você estiver na cidade de Ho Chi Minh, um ótimo jeito de aprender sobre a história do país é visitar o Museu dos Resquícios da Guerra, mas, mesmo assim, eu recomendo que você leia antes de ir!

Pegue um cartão com internet

Se você quer que se o telefone funcione no país inteiro, pegue um cartão da Vinaphone assim que você chegar. Eles tem a melhor cobertura de telefone do país. Eu fiquei lá por um mês e me custou 8 dólares para ter internet ilimitada. Você pode comprar o seu cartão no aeroporto (mas isso vai te custar mais caro), ou em uma loja da Vinaphone na cidade. Se você for fazer isso, não esqueça de conferir se o seu celular está desbloqueado, se não o seu novo cartão não vai funcionar! Para desbloquear o seu celular, ligue para  a sua operadora e pergunte como fazer isso para a sua viagem.

Seja cuidadoso quando for alugar uma moto

Acidentes com motos acontecem no Vietnã todos os dias, especialmente com turistas devido a falta de leis de trânsito. Os locais geralmente dirigem as suas motos nas calçadas quando as ruas estão muito cheias e pode acontecer de você ser atropelado. Esteja atento ao que está acontecendo perto de você. Se você nunca dirigiu uma moto, agora não é a hora de aprender! Pegue um Uber ou Grab ao invès de se arriscar, uma corrida vai custar menos de um dólar. Mesmo que alugar uma moto seja parte da experiência turística na Ásia, pense com cuidado sobre a sua segurança antes de decidir fazer isso.

backpacking Vietnam - motorbike

📷: @izaak_lewis

Tenha cuidado ao atravessar a rua

Atravessar a sua no Vietnã é uma das experiência mais desafiadoras que você vai encontrar! Okay, isso pode ser um pouco dramático, mas, sério, tenha cuidado! Não tem faixa de pedestres e as motos vão parar somente se você estiver literalmente na frente de uma. O melhor jeito de atravessar a rua é esperar alguém que more na cidade fazer e seguir a pessoa. Assim você vai conseguir atravessar com segurança.

Faça um tour super barato

Uma das minhas partes favoritas do Vietnã é como os tours de mais de um dia funcionam. Para fazer a sua reserva, visite uma das muitas empresas que oferecem esse tipo de serviço em qualquer cidade grande. Não importa muito qual empresa você escolher porque no final todos os turistas vão estar no mesmo tour, não importando aonde fizeram a reserva. Você deve pesquisar os preços e reservar com a companhia que te oferecer o melhor preço. Dá uma olhada no site do Hostelworld para upgrade a sua tour e deixar ela ainda melhor.

12. O que levar na mala para o Vietnã

Dependendo da época do ano que você decidir visitar o Vietnã, a sua mala vai ser bem diferente. Se você estiver no norte, a temperatura pode chegar aos 17 graus e se você estiver no sul. Pode chegar até os 35 graus. O norte geralmente é mais seco e o sul é incrivelmente humido. Tenha isso em mente quando estiver fazendo a sua mala!

No geral, não importa onde você estiver planejando visitar  no país, você deve trazer:

  • Sapatos confortáveis
  • Um casaco de chuva, especialmente se você estiver visitando entre Maio e Outubro
  • Repelente de mosquito com uma grande quantidade de DEET
  • Um adaptador de tomada
  • Um carregador de celular portátil (isso vai ser muito útil para a sua viagem, especialmente se você tirar um monte de fotos)
  • Botas para escalar (especialmente se você estiver planejando aventuras durante a sua viagem)Hiking boots (especially if you plan on doing more adventurous activities)
  • Protetor solar
  • Uma mochila confortável
  • Óculos de sol
  • Kit de primeiros socorro
  • Absorvente interno – Se você estiver no país enquanto estiver menstruada, não esqueça de trazer, a não ser que você não se importe de usar absorventes. Absorventes internos são extremamente raros no país!

Precisa de mais motivos para visitar o Vietnã?

Share The World!
INSTAGRAM
EMAIL
Facebook
Facebook
GOOGLE
GOOGLE
/blog/guia-completo-vietna/?lang=pt-br
Youtube

Sobre o Autor

Annabel Usher (Hostelworld)

I'm Annabel, a Brit with a passion for travel. Here at Hostelworld I look after Student Marketing as well as being a #HostelworldInsider. NYC is my favourite travel destination (although I'm also a sucker for a cheap Europe mini-break!) and my favourite hostel is Freehand NY.

Inspire-se

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios. Campos obrigatórios são marcados com *

Aplicativos de Celular Hostelworld

Faça a reserva no caminho com os novos aplicativos móveis da Hostelworld.

Download on App Store Download on Play Store

Pesquise e reserve mais de 33.000 propriedades em 170 países, onde você estiver.