10 festivais diferentes que acontecem pelo mundo

10 festivais diferentes que acontecem pelo mundo

Existem vários tipos de festivais: de música, religiosos, artísticos, culturais, folclóricos. Mas também existe uma outra categoria. Os festivais que podem ser, além de musicais, religiosos e etc, bem… diferentes, para não dizer bizarros. Alguns são engraçados, alguns não fazem sentido (para quem vê de fora, é claro) e alguns são uma forma inusitada de demonstrar suas crenças. O que importa, no final, é que eles são imperdíveis para quem gosta de experiências únicas e inéditas.

Por isso a gente separou aqui dez festivais bem excêntricos que tem ao redor do mundo, para todos os viajantes que estão procurando colocar algo a mais em suas próximas aventuras e ver coisas que provavelmente não vão ver em nenhum outro lugar. Que tal adicionar um desses festivais à sua lista de coisas para ver quando for viajar? Entediado você não vai ficar!

1. Bolas de Fuego Festival ou Las Bolas de Fuego

Onde: Nejapa, El Salvador

📷: @elchurro

No início do século XX, um vulcão entrou em erupção e quase destruiu a cidade de Nejapa, em El Salvador. Durante a evacuação, os moradores viram bolas de fogo sendo lançadas pelos ares e acreditavam que se tratava do santo padroeiro lutando contra o demônio.

Para celebrar isso, todo ano, no dia 31 de agosto, dois times de homens, com os rostos pintados com pintura de guerra, jogam bolas de fogo um no outro. Eles são equipados com luvas e roupas molhadas de água para evitar machucados. Apesar disso, alguns dos participantes se machucam algumas vezes.

2. Festivais de Torres Humanas

Onde: Catalunha, Espanha

Festival em Reus 📷: @passionleica

Esse festival, que acontece uma vez a cada dois anos, tem como objetivo mostrar a cultura e a essência do povo Catalão. Se trata de competições em que diversos times tem a meta de criar uma torre feita de… bem, humanos.

Essa tradição já tem mais de 200 anos e acontece em várias cidades da Catalunha, mas esse festival é onde a competição tem mais destaque. A competição é baseada em nível de dificuldade e as equipes contam com 100 a 500 pessoas. O recorde atual é de 10 andares, com três pessoas em cada nível.

3. Underwater Music Festival

Onde: Loo Key, Flórida, Estados Unidos

Aqui temos um festival de música que é bem fora do comum. Nele, grupos de pessoas se reúnem para tocar instrumentos embaixo d’água. Não, você não leu errado. A ideia é um festival de música subaquática mesmo. Muitos até vão caracterizados, fantasiados de sereias e peixes ou de “Yellow Submarine”. E até de Elvis Presley.

Não é possível escutar nada, é claro, e os instrumentos não funcionam como deveria. Apesar disso, muita gente mergulha para ver esses “shows”, que só tem músicas temáticas ligadas à água. Ele acontece em meados de julho e tem como objetivo conscientizar as pessoas sobre a preservação dos corais.

4. Noche de Rábano

Onde: Oaxaca, México

 📷: @lauraulloa

Todos os anos, no dia 23 de dezembro, acontece a Noche de Rábano. O que significa? Noite dos Rabanetes. Os rabanetes foram trazidos para as Américas no século XVI e foram usados no México para fazer esculturas no mercado, para chamar a atenção.

A partir do ano de 1897, o costume passou a ser comemorado em um festival anual na cidade de Oaxaca. E aqueles que usarem esse vegetal para fazerem as melhores esculturas ganham um prêmio em dinheiro.

5. Boryeong Mud Festival

Onde: Boryeong, Coreia do Sul

📷: @jirka_matousek

Esse festival foi criado em 1998 e era originalmente marketing de uma empresa de cosméticos sobre os benefícios da lama no tratamento estético. A lama é transportada para a praia de Daechon, onde são criadas diversas atrações: piscina de lama, prisão de lama, tobogãs de lama.

O festival acontece de 14 a 24 de julho e atualmente atrai cerca de 1 milhão de visitantes por ano. Em 2007, ele recebeu mais de duas milhões de pessoas. Há também um mercado que vende cosméticos que utilizam a lama de Boryeong.

6. Ivrea Orange Festival

Onde: Ivrea, Itália

📷: @stardumb

A cidade de Ivrea, na Itália produz muitas laranjas e o isso, pelas leis de mercado, faria os preços delas caírem. Para evitar essa situação, o município encontrou outra forma de utilizá-las.

Se trata da Batalha das Laranjas, que acontece no carnaval italiano. Nesse festival, nove equipes de guerra encenam uma batalha, com pessoas vestidas com roupas medievais e jogam laranjas uma nas outras. Cerca de 500 toneladas de laranja são utilizadas.

7. Tinku

Onde: Marcha, Bolívia

📷: @perspective

Já uma tradição de 600 anos, o Tinku Festival acontece nas Cordilheiras dos Andes na Bolívia e pode assustar quem está passando sem saber. Nesse festival, que acontece no mês de maio, homens e mulheres se reúnem na rua para dançar. E depois da dança, mulheres formam círculos e os homens vão para o meio para… brigar.

As brigas são verdadeiras, mas também são uma representação da briga entre os indígenas bolivianos e os conquistadores espanhóis. Além disso, os locais acreditam que essa tradição faz com que os deuses mandem farturas nas próximas colheitas. A palavra “tinku” significa “encontro” em aimará.

8. World Toe Wrestling Championship

Onde: Derbyshire, Inglaterra

📷: @caravanum

A gente conhece wrestling. E a gente conhece campeonatos de braço de ferro. Mas esse campeonato que acontece na Inglaterra juntou os dois e uma dose de comédia. Nele, os competidores colocam seus pés em uma arena e entrelaçam os seus dedões. Vence quem conseguir forçar o pé do oponente para o lado.

O jogo foi inventado por bêbados e as competições acontecem desde 1974. A competição começa com o pé direito de cada, segue para o pé esquerdo e, se necessário, o pé direito de novo. Ganha a partida quem vencer dois matches.

9. Monkey Buffet Festival

Onde: Lopburi, Tailândia

📷: @adam_jones

Alguns festivais nem sequer são para humanos! No Monkey Buffet Festival, 2 mil quilos de comida são oferecidos a macacos, entre frutas, salsichas, sorvete e outros. O motivo é supersticioso: consideram que os macacos são responsáveis por trazerem sorte e dinheiro para a população, como retribuição pelos alimentos.

Além disso, os locais também querem agradecer os macacos por trazerem tantos turistas para o país. O festival foi considerado um dos mais estranhos do mundo pelo jornal inglês The Guardian.

10. Cheung Chau Bun Festival

Onde: Cheung Chau, Hong Kong

📷: @istolethetv

Nessa ilha, o festival principal é uma competição em que “alpinistas” tem que escalar uma torre de ferro que está coberta com… pãezinhos! O objetivo da competição é pegar os pãezinhos que estão espalhados (e envoltos em sacos plásticos). Quem pegar o maior número em um intervalo de três minutos vence!

Esse festival, que acontece anualmente, é uma forma de agradecer divindades que os salvaram de pragas e piratas há mais de cem anos. Essa celebração acontece geralmente no final de maio e recebe milhares de visitantes. Ele também conta com diversos desfiles e comidas.

📚 Sobre a autora 📚

Larissa Moreira gosta de gatos, filmes de terror ruins, viagens de última hora e de adiar o despertador cinco vezes. Você pode acompanhar as viagens de Larissa em seu Instagram.

Share The World!
INSTAGRAM
EMAIL
Facebook
Facebook
GOOGLE
GOOGLE
/blog/festivais-diferentes-pelo-mundo/?lang=pt-br
Youtube

Sobre o Autor

Iami Gerbase (Hostelworld)

Hi! My (weird) name is Iami and I'm a Brazilian journalist tired of hearing "You don't look Brazilian". I love to taste street food, read at the beach and watch Naked and Afraid. 🌏 Favourite place on earth: Praia de Palmas, SC, Brazil. 🏠 Favourite hostel: Bananas Bungalows, Krabi, Thailand. You can follow my travels on Instagram: @iamigerbase.

Inspire-se

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios. Campos obrigatórios são marcados com *

Aplicativos de Celular Hostelworld

Faça a reserva no caminho com os novos aplicativos móveis da Hostelworld.

Download on App Store Download on Play Store

Pesquise e reserve mais de 33.000 propriedades em 170 países, onde você estiver.