Como escolher o melhor hostel para sua viagem

Como escolher o melhor hostel para sua viagem

A gente ama escolher as atrações que vai ver quando vai viajar. Que transportes pegar, que lugares ver, onde comer aquele prato tradicional ma-ra-vi-lho-so, que roupas levar. Mas existe auma coisa que merece muita atenção, porque ela vai ditar muito da sua viagem.

É na hora de escolher o seu hostel que muita coisa vai ser decidida, como as pessoas que você vai conhecer e o quanto você vai conseguir relaxar. Ou farrear, se essa for sua intenção. Como vai ser sua alimentação e sua locomoção na cidade que você vai ficar. Quais as facilidades que você vai ter. É muita coisa para considerar, né?

É por isso que a gente fez uma lista de como escolher o melhor hostel para sua viagem, para ter a melhor experiência possível.

1. Leia a descrição

É a primeira coisa que é preciso fazer na hora de procurar por hostels. A descrição básica que cada hostel fornece já dá uma ideia geral de como é a atmosfera do lugar e de como ele funciona. É nela que eles vão dar as primeiras informações básicas como a distância para pontos turísticos, se o café da manhã é gratuito, além de outras questões que podem se destacar, como o oferecimento de atividades (pub crawl, kareoke night).

Além disso, veja as fotos que o hostel disponibiliza porque isso ajuda a criar uma ideia do lugar que você está ficando e ver se elas são compatíveis com a vibe que o hostel está apresentando na descrição. Outra boa ideia é olhar o Instagram: procure pela localização do hostel e outros viajantes vão te mostrar o que viveram por ali! Isso já vai ajudar a te guiar nas próximas etapas.

2. Leia as reviews

Parece óbvio, mas não é. A nota do hostel é importante (e é possível filtrar de acordo com a nota que você está procurando) para saber a opinião geral das pessoas que estiveram ali de uma forma simples. Ler os reviews dá um pouco mais de trabalho, mas é muito necessário. Isso porque é ali que as pessoas vão dizer o que gostaram e não gostaram.

É no review que os hóspedes reclamam de questões como barulho e atendimento. E também é lá que elogiam essas coisas. E as reclamações e elogios dizem muito sobre o hostel e como pode ser sua experiência lá. Mas também é necessário filtrar a partir dos comentários, quais são relevantes para o seu tipo de viagem. Afinal, as suas prioridades e vontades são diferentes das outras pessoas, né?

3. Utilize os filtros

O Hostelworld disponibiliza 6 tipos de filtro: preço, tipo de quarto (misto, privado, feminino, etc), facilidades (wi-fi, bar, estacionamento gratuito, etc), nota, tipo e método de pagamento e você pode utilizá-los na hora de descartar opções que não se encaixam no seu perfil de viagem ou para focar apenas no que você quer (se por exemplo, for uma exigência ter estacionamento gratuito).

Mas é necessário ter equilíbrio na hora de usar os filtros para que eles ainda façam sentido. Por exemplo, ver qual é a média de preços dos hostels no seu destino para depois usar isso como filtro para o preço. Ou trocar as facilidades, vendo quais são realmente necessárias e quais seriam um plus. A nota também é um filtro importante, pelo motivo que falamos no número 2.

4. Escolha o seu tipo de quarto

Old Quarter View Hanoi Hostel, Hanói, Vietnã

Hostels são práticos porque, além de ser mais em conta do que hotéis, te dão a oportunidade de conhecer outras pessoas e fazer amigos. Isso quer dizer que você precisa dividir o quarto com mais 16 viajantes? Se você não quiser, não! Existem diferentes tipos de quarto disponíveis para você escolher.

Calle 11 Hostel, Santa Marta, Colômbia

Você pode decidir entre um quarto privativo ou em forma de dormitório (para dividir com mais pessoas). E dentro da opção de dormitório, você pode escolher com quantas pessoas vai dividir. Essa opção varia de hostel para hostel, mas existem opções de quatro até mais de 16. Também é possível escolher entre dormitório masculino, feminino e misto. Quem vai decidir isso é você, na hora de fazer a reserva, o que mais vale a pena e o que te deixa mais confortável.

5. Veja quais são as características específicas

Diani Backpackers, Diani, Quênia

Dentro do perfil do hostel, existe uma lista de facilidades (algumas que até estão presentes no filtro de facilidades) dividia em partes: o que é gratuito, informações gerais, serviço, comes e bebes e entretenimento. Essa parte é uma continuação da descrição, mas de forma mais detalhada.

Generator Berlin Mitte, Berlim, Alemanha

É aqui que você vai ver exatamente quais são os serviços que o hostel oferece, desde wi-fi e café da manhã gratuito até situações mais gerais como por exemplo, se o hostel tem elevador ou commom rooms, bar, jogos e atividades. Se a cozinha é privada ou pública. Se eles tem luggage room e se ele é gratuito ou não. Com essas informações fica mais fácil comparar os hostels e decidir entre o melhor.

6. Defina suas prioridades

Sunset Destination Hostel, Lisboa, Portugal

Não adianta só comparar as características dos hostels se você não sabe exatamente o que é o prioridade para você. Se você tem restrições alimentares (como alergia ou vegetarianismo/veganismo), talvez não seja tão fácil encontrar restaurantes que funcionem para você. Por isso é prioridade um hostel com uma cozinha pública.

hostels for couples Wombats City Hostel London Wombat’s City Hostel, Londres, Inglaterra

Você está viajando de carro? Então precisa dar mais atenção para os hostels que tem estacionamento e comparar os gratuitos e pagos. Vai fazer check out, mas só viaja de noite? Verificar se o hostel tem luggage room para deixar sua mala ali enquanto dá mais uma passeada também é fundamental.

7. Defina o seu tipo de viagem

Sunset Backpackers, Florianópolis, Brasil

Depois de uma olhada geral nas características e depois de ver suas prioridades, é hora de decidir o que buscar em um hostel que tem a ver com o seu estilo de viagem. Isso porque existem vários tipos de hostels e encontrar um que se encaixa no seu perfil vai fazer sua viagem ficar muito mais agradável.

Hostel Mad Monkey, em Siem Reap, Camboja

Se você está em busca de aventura, um adventure/activity hostel, que oferece atividades do gênero (como trilha e esportes) funciona melhor para você. Agora se você é do tipo quietinho, um Party Hostel, com baladas e várias atividades noturnas (como beer pong, balada, karaokê) talvez não seja o mais indicado. Existem também os Eco Hostels, para quem está buscando entrar mais em contato com a natureza durante a viagem. Os Design Hostels também são famosos, por terem uma decoração clean e móveis práticos, já que isso é prioridade para alguns viajantes.

8. Veja o preço

Um hostel é uma opção de hospedagem muito em conta, mas é preciso ter duas coisas em mente: quanto você pode gastar e qual é a média de preços de um hostel na cidade que você vai ficar.

Para ver a média, você pode pesquisar o local e verificar quanto mais ou menos estão custando as diárias na data que você escolheu. Depois disso, você pode utilizar o filtro do Hostelworld para limitar e fazer aparecer para você apenas os hostels que cabem no seu orçamento.

9. Confira a localização

O Hostelworld indica a distância do hostel para o centro da cidade e indica a “nota” da localização. Essa é uma chave importantíssima na hora de escolher o seu hostel, mas o tamanho da importância (principalmente se comparado com outros fatores) vem depois de várias coisas.

Pegar um hostel central é muito bom, mas se tiverem outros hostels mais afastados que tem outras vantagens, é bom se fazer algumas perguntas. O quanto eu preciso ficar em um hostel central? As coisas que pretendo fazer nessa viagem estão concentradas em um lugar ou estão espalhadas pela cidade? Como é o transporte dessa cidade e quanto ele custa? Depois de tê-las respondido, vai ficar mais fácil fazer sua escolha.

10. Café da manhã

Casa Gracia best food hostels

Casa Gracia Barcelona Hostel, Barcelona, Espanha

Alguns hostels oferecem café-da-manhã gratuito. Alguns oferecem café-da-manhã, mas pago à parte. Embora pareça uma prioridade, o café-da-manhã tem que ser pesado como todas as outras facilidades do hostel. Isso porque o café da manhã é muito importante para um viajante!

Meininger London Hyde Park, Londres, Inglaterra

Dessa forma, sempre pesquise se o hostel já tem café da manhã incluído no preço (o que pode ser uma baita pechincha), se o café da manhã tem boas avaliações, se tem outras opções para um café da manhã nas redondezas… E também não descarte um hostel porque ele não tem café-da-manhã gratuito. Às vezes ele é mais barato do que um que tem e a diferença daria para pagar o café ali mesmo. O importante é pensar nessa variante, afinal, de barriga vazia não dá para sair explorando, certo?

📚 Sobre a autora 📚

Larissa Moreira gosta de gatos, filmes de terror ruins, viagens de última hora e de adiar o despertador cinco vezes. Você pode acompanhar as viagens de Larissa em seu Instagram.

 

Leia também:

14 Segredos sobre hostels que podem mudar as suas viagens para sempre

Porque tudo o que você achava que sabia sobre hostels está errado

27 hostels para diva nenhuma botar defeito

 

Share The World!
INSTAGRAM
EMAIL
Facebook
Facebook
GOOGLE
GOOGLE
/blog/escolher-o-melhor-hostel/?lang=pt-br
Youtube

Sobre o Autor

Iami Gerbase (Hostelworld)

Hi! My (weird) name is Iami and I'm a Brazilian journalist tired of hearing "You don't look Brazilian". I love to taste street food, read at the beach and watch Naked and Afraid. 🌏 Favourite place on earth: Praia de Palmas, SC, Brazil. 🏠 Favourite hostel: Bananas Bungalows, Krabi, Thailand. You can follow my travels on Instagram: @iamigerbase.

Inspire-se

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios. Campos obrigatórios são marcados com *

Aplicativos de Celular Hostelworld

Faça a reserva no caminho com os novos aplicativos móveis da Hostelworld.

Download on App Store Download on Play Store

Pesquise e reserve mais de 33.000 propriedades em 170 países, onde você estiver.