Aviso: viajar sozinho te torna uma pessoa impossível de namorar

Aviso: viajar sozinho te torna uma pessoa impossível de namorar

Uma pessoa que ama viajar sozinha é vista como um espírito livre. Um verdadeiro nômade que se livrou das amarras da sociedade e se atreveu a marchar no ritmo de sua própria batida. O viajante solo não precisa da afirmação de outras pessoas, ele próprio toma todas as decisões mais ousadas, todos os dias. Eles são aqueles com fogo nos olhos, que caminham quilômetros para ver o pôr do sol perfeito. Eles fazem com que trocar de países pareça tão fácil quanto trocar as calças. Eles vivem a vida, cada segundo de cada dia, para si mesmos. Em uma sociedade que encoraja o conformismo, isso os torna desinibidos de alma guerreira.

Você nunca vai ouvir um viajante solo falar sobre o quanto viajar sozinho é maravilhoso, como pode mudar a vida e como é libertador. Mas é tudo verdade, você vai aprender grandes lições sobre o amor, a vida e sobre o incrível planeta em que vivemos. Você vai mudar como pessoa, e vai ficar mais forte. Você nunca vai depender de ninguém, vai ser o verdadeiro mestre de seu destino. Conhecer gente nova vai se tornar uma ocorrência diária, e rapidamente você vai aprender a nunca aceitar menos que isso. Você vai encontrar sua tribo, uma mistura de novos e velhos amigos. No início, vai deixar que qualquer tipo de pessoa estranha e maravilhosa entre na sua vida, mas rapidamente vai aprender a ser mais seletivo com quem fica por perto.

Toda essa magia começa a evoluir desde o primeiro dia, assim que você entra no avião, ônibus ou barco com destino a uma terra distante. A cada dia que navegar pelo globo como um viajante solo, você vai aprender muito, não só sobre os outros, mas também sobre você mesmo.

A bondade de estranhos vai abrir um pedacinho de seu coração que você nem sabia existir. Como um viajante solo, você vai experimentar o melhor que o mundo tem a oferecer. Qualquer estereótipo ou visão sobre culturas inteiras ou terras perigosas vai se dissolver à medida em que vê a verdade. Agora, sobre a sua vida amorosa, bem, sinto muito te falar isso, mas viajar sozinho joga uma imensa bomba anti-cupido em você. BUM! Você nunca mais vai ser “namorável” para meninas e meninos comuns.

Acaba com os dates superficiais

solo travel,machu-picchu

Ah, essa maravilhosa sociedade do namoro em que vivemos, escolhendo pessoas a partir de fotos e uma frase sobre si mesmos. Graças a viajar sozinho, seus critérios para dar um match vão mudar drasticamente.

Você vai buscar segurança, sem que isso signifique estabilidade. Objetivos e ambições de vida serão as qualidades mais importantes. Como você pode aceitar menos do que um espírito livre que pode mudar o rumo a qualquer momento?

Trabalha em escritório – pode passar direto. Tem um cachorro – pode passar direto. Ama passar tempo com a família – passa direto. Noites em casa – um GIGANTE pode passar direto!

Claro que as pessoas com que saímos sabem que todos nós já escalamos montanhas, somos fotógrafos e praticamos yoga. Mas você vai se pegar pensando cinicamente no quanto você ama essas coisas. É um estilo de vida ou algo que você fez uma vez nas férias de verão? Ok, então eles falam sobre a liberdade, mas na verdade ela tem que estar enraizada em suas almas, ou não é o bastante. Ou então, eles podem dizer que são tudo o que não são na realidade e se juntar à jornada com você, mas te abandonar quando as coisas ficarem mais difíceis. Escolha com sabedoria, amigo nômade, ou você também pode acabar preso.

Acaba com a conversa de elevador

solo travel,market-vietnam

Vamos ser honestos, falar sobre o tempo nunca vai deixar a alma de ninguém mais animada. A não ser que você tenha ficado preso em uma ilha em Fiji durante um ciclone ou que você seja um caçador de tempestades. Não só a temperatura, mas conversa fiada é um estilo de vida para muita gente. ‘Qual sua comida preferida?’ é uma típica pergunta para-te-conhecer-melhor. Se a resposta for pizza e se atreverem a usar as palavras “da Pizza Hut” e não porque “comeu a melhor pizza do mundo em Nápoles”, seu coração já quebra um pouquinho.

Você vai começar a perceber o quanto as pessoas falam sobre nada. Claro que essas small talks também rolam entre os viajantes, e normalmente começa com ‘De onde você é?’, ‘Aonde já esteve?’. Essas perguntas são feitas todos os dias, mas as respostas abrem novos mundos de possibilidade e compreensão. Cada resposta abre portas para sonhos e inspiração.

Como aquela longa noite em um trem, quando você abriu sua alma para um completo estranho, falando sobre seus medos mais profundos e os sonhos que fazem seus olhos brilharem. Aliás, qual a parada entre viajantes solitários e trens noturnos?! A maior parte dos seres humanos ama uma conversa boba. Algumas pessoas nunca tiveram que encarar os lugares mais profundos da alma, ou tiraram um tempo para aprender mais sobre o que é importante.

Faz você querer ter um tempo sozinho

solo travel,lake-atican-guatemala

Viajar sozinho raramente é solitário, mas você vai aprender a amar ficar sozinho, ter um tempo para pensar e contemplar tudo o que passava rapidamente pela sua cabeça quando vivia uma “vida normal”. Aquele tempo precioso tomando um café em alguma cidade onde você não tem como se comunicar, e passa apenas olhando o movimento das pessoas e sorrindo para quem tenta alguma interação. Aqueles raros momentos em que você encontra o dormitório vazio e pode passar a noite escrevendo e pensando no que te importa. Ah, e as intermináveis e mágicas viagens de ônibus, o que significa tempo gasto sem culpa em leituras, pensamentos e aprendizagens.

O desejo por essa abençoada liberdade não termina. Bem, talvez suma nos primeiros momentos do relacionamento, quando ele é bom. Mas passar um tempo sozinho se tornou tão importante, que você vai sentir falta.

‘Não podemos nos ver no sábado’, você vai dizer. ‘Por quê não?’, alguém vai querer saber. ‘Porque eu preciso de espaço para pensar, respirar, criar e ser eu mesmo’. É… dá para imaginar como essa conversa pode acabar com o parceiro ou parceira “médio”. Você pode se pegar pensando em desculpas sobre o motivo de precisar desse tempo, mas mentir não é legal. Então boa sorte, viajante solo, é preciso encontrar alguém especial que entenda que você PRECISA passar um tempo sozinho.

Faz você ter uma família de amigos internacionais

solo travel,boivia-flags

Não tem como viajar sozinho sem fazer amizades com pessoas de longe. Você vai se tornar um imã para espíritos livres como o seu e as experiências que vocês vão dividir vai formar laços mais rápido do que dez anos de amizade em casa.

A euforia de alcançar o topo de uma montanha juntos, a conexão através de uma “comida” não identificável que vocês dividiram na rua, ficar perdido no meio da noite em uma cidade escura e encontrar o caminho para o hostel juntos. É praticamente impossível explicar para um amigo não-viajante a experiência vertiginosa de explorar o mundo e atravessar caminhos, e dividir esses momentos é como uma reação química em forma de amizade. Essas pessoas ficam ligadas pela eternidade, mesmo quando todos voltam para a “vida real”.

Então, quando você tem amigos do mundo inteiro aparecendo para fazer uma visita, não espere que sua alma-gêmea-não-viajante entenda. ‘O Mark, da Austrália, tá vindo para cá esse fim de semana’, ou a Inge de Amsterdã, Nick de Nova York, Leann, ‘você sabe, a menina que conheci enquanto congelávamos no deserto de sal na Bolívia, e depois fomos fazendo farra até o Brasil’. Talvez um parceiro normal fique curioso, mas não espere que ele entenda a conexão com seus melhores amigos de viagens. Se eles ficarem bem com isso, ótimo. Que seja tão fácil quando você tiver que explicar que está indo visitar os amigos em suas terras muito distantes!

Você se desapega  de coisas materiais

solo travel,bolivia-salt-flats

Viver com uma mochila por longos períodos resulta em um estilo de vida. Não ter ninguém para impressionar ou manter as aparências é libertador. Viagens solos te livram da necessidade de se apresentar como um ser humano impecável e brilhante, já que você rapidamente aprende que é o interior que conta.

Claro, ao voltar para a ‘vida real’, o volume de roupas disponíveis te deslumbra, mas logo passa. Aquele par de jeans novos se torna uma passagem de avião e aquele salto alto incrível é impraticável para viajar. Essas posses materiais não têm mais o mesmo valor que costumavam ter para você.

Ver meu cabelo, antes clareado pelo sol (queimado!), desaparecer e ganhar uma cor mais sensível foi de quebrar o coração. Minha juba selvagem já era uma parte de mim, da eu-viajante. Então voltar ao visual antigo foi meio que o fim.

Quando seu parceiro sugere que vocês visitem lojas juntos, ou fica animado demais por causa de uma camisa / vestido / par de sapatos novos, uma pequena parte de você morre um pouquinho. Pois agora você sabe que essas coisas não significam nada e que esse dinheiro poderia ser usado em experiências de vida. Você briga duramente para apreciar a felicidade trazida pelas compras, mas é ali que percebe que suas medidas são outras. E de qualquer maneira, você preferia que eles estivessem usando chinelos.

Você vira uma pessoa de opiniões fortes

solo travel,lake-titicaca

Quem viaja sozinho aprende muito, não só sobre o mundo, mas sobre si mesmo. Eles nunca sentem necessidade de concordar só por ser mais fácil e para manter a paz. Eles terão explorado cantinhos do globo com os quais você nunca sonhou, e conheceram comunidades inacreditavelmente diferentes. Aprender a se adaptar em novas culturas se torna sua segunda natureza, e respeitar outros seres humanos e suas crenças é um presente.

Você vai ter opiniões sobre questões globais, já que você já esteve lá e conheceu tudo de perto, e não por causa de uma ideia de segunda mão.

E quando aquela pessoa nova soltar algo infundado, vai ser impossível ficar quieto. Sim, você vai tentar educar com seu conhecimento em primeira mão, mas os humanos médios não vão acreditar que o que eles leram é manipulado. Seu radar para besteira vai apitar, e você vai ter facilidade em quebrar, com fatos e emoções reais, os mitos que eles absorveram.

Você será taxado de ‘sabe-tudo’, e sua experiência significa que você não se importa, já que sabe a verdade e não tem medo de compartilhá-la. Mas pode esperar uma reação!

Você vira um “Wanderlust” ambulante

solo travel,jw-great-ocean-road

Se você conseguiu passar bem por todos os motivos que fazem de um viajante solo uma pessoa não-namorável, é isso o que vai acabar com você.

Agora, a rotina é o inimigo e a espontaneidade é sua fonte de vida. Você não vai pensar em mais nada além de agendar um voo na quinta-feira, para uma escapadinha de fim de semana em algum lugar onde nunca esteve antes, só porque deu vontade. Você não quer nem saber se sua outra metade vai junto. Aliás, até que vai ser legal se não quiser!

Eles podem hesitar quando você informar seu mais novo plano, com desculpas sobre precisar descansar, fazer uma maratona de séries ou deixar a casa em ordem após uma semana de trabalho exaustiva. Mas você vai apenas virar os olhos e seus dedos já estarão prontos para se alternar entre os apps do Skyscanner e do HostelWorld, direcionados para clicar em “Reservar”.

Você vai entrar em conversas sobre o futuro, e no lugar de carreira e casa própria, seus sonhos serão uma lista de países. Um mundo inteiro de oportunidades lá fora, e sua mochila parece tão abandonada no chão do seu quarto…

Você já foi mordido pelo bichinho do Wanderlust e de viajar sozinho. Pode tentar se conformar o quanto quiser, mas você não vai mais ver uma vida quieta, estabelecida e convencional como uma opção viável. Sua única solução é encontrar alguém que queira correr livremente com você.
Leia mais sobre as viagens e aventuras de nossa autora convidada Johanna Whitaker em: visionsofjohanna.org e no seu Instagram!

Share The World!
INSTAGRAM
EMAIL
Facebook
Facebook
GOOGLE
GOOGLE
/blog/aviso-viajar-sozinho-te-torna-uma-pessoa-impossivel-de-namorar/?lang=pt-br
Youtube

Sobre o Autor

Laura Carniel

Inspire-se

17 Responses to “Aviso: viajar sozinho te torna uma pessoa impossível de namorar”

  1. Maravilha de texto!
    Posso me considerar uma sortura. Embora, nem sempre, minha namorada possa ir comigo, ela super entende dessas minhas necessidades.
    No início, ficava bem tensa com essa minha vontade e o namoro. Mas, depois de colocar as cartas na mesa, vi que ela não encarava isso como uma coisa tão complicada. E a gente segue super bem assim!

  2. Perfeito! A parte do cachorro que dá pra ter vários, só achar alguém pra cuidar na sua ausência ou viajar com eles! 😂

  3. Uillan Eduardo Responder

    Me identifiquei fortemente com alguns trechos do texto. Não tomei a decisão de viajar para longe mas tive uma experiência sobre ir para longe da seguração e estabilidade, viver por conta própria e sob seus próprios termos que me mudaram. Mesmo sendo por apenas dois meses.

    Fui mordido pelo bichinho, doeu, mas o desejo de seguir em frente com pensamentos e ações que mantém as pessoas “médio” me consomem a cada dia.

    Belo texto. Obrigado por compartilhar.

  4. “Não tem como viajar sozinho sem fazer amizades com pessoas de longe. Você vai se tornar um imã para espíritos livres como o seu e as experiências que vocês vão dividir vai formar laços mais rápido do que dez anos de amizade em casa”

    Nunca me identifiquei tanto em um trecho como esse!

    Só vivenciando para entender melhor e as amizades pelo mundo afora torna se tão viciante e você sente um pequenino diante do mundão, culturas e pessoas diferentes de você!

  5. Paloma Nascimento Responder

    Incrível. Indescritível o sentimento de ler cada palavra desse texto. Fez minha alma suspirar de emoção e saudades.

  6. Texto foda! Muita verdade e vontade de continuar desbravando ainda mais o mundo, so ou acompanhado.
    Mas, ainda bem que tornar-me menos namorável, não tem nada a ver com amor. Isso todos nós estaremos sujeitos a viver mas, à partir daí de uma maneira mais independente e livre, como tem que ser, SEMPRE!

  7. Estou tendo uma experiência dessa ..viajando a trabalho passando um ano fora, já passaram 6 meses, e está sendo ótimo, estou amadurecendo mais, tanto profissional e pessoal…sem contar os Estados e os lugares lindos que estou conhecendo. Abri mão da “minha” vida em SP…para viver essa aventura por 1 ano.

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios. Campos obrigatórios são marcados com *

Aplicativos de Celular Hostelworld

Faça a reserva no caminho com os novos aplicativos móveis da Hostelworld.

Download on App Store Download on Play Store

Pesquise e reserve mais de 33.000 propriedades em 170 países, onde você estiver.