Quanto custa viajar para a Tailândia: hostels, passeios, comida e transporte

Quanto custa viajar para a Tailândia: hostels, passeios, comida e transporte

Apesar de a Tailândia ficar distante e a passagem aérea saindo do Brasil pesar no bolso, chegando lá a coisa barateia (e muito!). O Sudeste Asiático é uma das poucas regiões do mundo onde você vai achar tudo super em conta mesmo depois de converter para o real. É possível fazer um mochilão gastando cerca de US$ 30 por dia, incluindo hospedagem.

Eu, Betina Neves, do blog Carpe Mundi (carpemundi.com.br), viajei dois meses pela Tailândia e  conto abaixo exemplos de preços e dicas para economizar.

Hostels

Nitan Hostel Khaosan

As diárias nos quartos coletivos variam entre US$ 7 e US$ 15 (às vezes com café da manhã incluído), sendo mais caras em Bangkok (onde os hostels são bem mais estruturados do que no restante do país) e nas ilhas da Tailândia. Em muitos locais também há guesthouses simples com quartos privativos a US$ 15. É bom saber que na Tailândia existe uma profusão de “party hostels” com bares e festas constantes que podem ser um pouco barulhentos se você está a fim de dormir cedo – leia bem as resenhas aqui no Hostelworld antes de reservar para encontrar um lugar que tenha a sua vibe.

Comida

A Tailândia tem uma bela cena de comida de rua, principalmente em Bangkok, e é seguro (higienicamente falando) fazer as refeições nas feiras, onde um prato de comida sai por menos de US$ 3. Também há restaurantes simples com os pratos mais triviais (“pad thai”, macarrão de arroz com frango, porco ou camarão, “fried rice”, arroz frito, e “noodle soup”, sopa de macarrão de arroz) por mais ou menos esse preço. Se quiser comer algo mais sofisticado, dificilmente vai passar dos US$ 15 (o que já é um luxo lá). A exceção é Bangkok, que é uma metrópole com desde banquinhas na rua com pad thai a US$ 2 até restaurantes de alta gastronomia com menus por US$ 150. Mas dentro desses extremos tem muita coisa para você escolher. Para economizar na bebida, compre a ótima cerveja local Chang nos mercadinhos 7-Eleven por US$ 2 a de 600 ml.

Passeios e Atividades

Uma dica importante para economizar na Tailândia é evitar ao máximo comprar tours em agências de viagem, que os vendedores vão insistentemente te oferecer na rua. Prefira sempre fazer as coisas por conta própria com transporte público ou scooter alugada (o transporte oficial da Tailândia) e, nas praias, cotar o passeio só para você e seus amigos direto com os barqueiros em vez de comprar excursões. E lembre-se, barganhe sempre! Aqui, alguns exemplos de preços de passeios e atividades comuns na Tailândia:

🗺 Tours de dia inteiro (como o de Chiang Mai pra Chiang Rai e a tribo das “mulheres-girafa”): US$ 10 a US$ 30
🍜 Aula de culinária em Chiang Mai: US$ 30
🌊 Curso de mergulho em Koh Tao (pra tirar carteirinha do PADI): US$ 200 (de 3 a 4 dias)
🐘 Dia em santuário de elefantes em Chiang Mai (Elephant Nature Park é o mais indicado): US$ 80
💆 Uma hora de massagem tailandesa: US$ 7 a US$ 17
⛵️ Passeio de barco em Koh Phi Phi (dia inteiro): US$ 25

Transporte

O jeito mais barato de se transportar entre as cidades da Tailândia é de ônibus. A passagem sai entre US$ 5 a US$ 30. Se quiser pegar voos eventuais para acelerar os deslocamentos, as passagens custam entre US$ 20 e US$ 150 (aí é melhor comprar com antecedência).

Para ir de uma ilha da Tailândia para outra é mais prático comprar os combos de transporte das agências de turismo locais que já incluem van ou ônibus até os portos e as balsas. O pacote de transporte de Koh Tao para Koh Phi Phi, por exemplo (incluindo balsa noturna + transporte em van até Krabi + balsa até Phi Phi) custa US$ 28.

Nas partes mais novas de Bangkok existe metrô e um trem suspenso chamado BTS. Para o centro antigo da cidade, vá de táxi (mas só os que aceitarem ligar o taxímetro!), que é bastante barato. Cuidado com os tuk-tuks: eles fazem preços abusivos para turistas. No resto dos destinos do país, alugue scooters por cerca de US$ 4,50 o dia (ande devagar e sempre de capacete, acidentes com turistas não são incomuns).

E aí, se empolgou para ir a Tailândia? Imaginou que a viagem pudesse ser tão barata? Conta pra gente! 👇👇👇

Share The World!
INSTAGRAM
EMAIL
Facebook
Facebook
GOOGLE
GOOGLE
/blog/quanto-custa-viajar-para-tailandia-hostels-passeios-comida-e-transporte/?lang=pt-br
Youtube
Pinterest
Pinterest

Sobre o Autor

Carol Guido

Inspire-se

2 Responses to “Quanto custa viajar para a Tailândia: hostels, passeios, comida e transporte”

  1. Ai amei as dicas! estou planejando ir em 3/2018, mas queria dicas de lugares para ir e deslocamentos… principalmente para Laos e Myanmar! Pois queria fazer esses 3 países!

    • Oi, Vanessa
      Falei com a Betina, autora do post, e ela respondeu isso aqui ó: “É super fácil se deslocar na região de ônibus e voos internos. Pra visitar Tailândia, Laos e Mianmar, sugiro começar em Bangkok, subir pra Chiang Mai, atravessar pra Luang Prabang (de slow boat, o barco que vai pelo Rio Mekong), descer para Vang Vieng e ir até Viantiane. Se tiver tempo, vá pra Thakek e depois volte pra Viantiane. Aí, pegue um voo de volta a Bangkok e depois outro pra Yangon, em Mianmar, e aí conheça Inle Lake, Mandalay e Bagan. Tome um voo de novo pra Bangkok e aí pegue um ônibus ou outro voo pra ir às ilhas da Tailândia, do lado do Golfo (Koh Phangan e Koh Tao) e do lado do Mar de Andaman (Phi Phi, Railay e Lanta).”
      Boa viagem!
      Até mais

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios. Campos obrigatórios são marcados com *

Aplicativos de Celular Hostelworld

Faça a reserva no caminho com os novos aplicativos móveis da Hostelworld.

Download on App Store Download on Play Store

Pesquise e reserve mais de 33.000 propriedades em 170 países, onde você estiver.