Porque experiências valem mais que qualquer outro presente

Porque experiências valem mais que qualquer outro presente

Permita-me explicar porque dar de presente uma experiência nova incrível ou uma viagem é melhor do que comprar alguma coisa material.

A Ciência diz que as experiências são melhores

A ciência está definitivamente do meu lado. Um estudo recente realizado por pesquisadores da San Francisco State University mostrou que as pessoas “desfrutam de um maior nível bem-estar com experiências de vida e consideram que elas são um melhor uso do dinheiro”. Além disso, o Dr. Thomas Gilovich, da Universidade de Cornell, revelou que, no momento da compra de bens materiais ou experiências, o nível de felicidade é o mesmo. Mas a satisfação geral com bens materiais diminui ao longo do tempo; enquanto a satisfação oferecida por alguma experiência aumenta com o tempo.

br_happiness-chart

As gerações mais novas lideram o caminho dessa tendência. O Harris Group descobriu recentemente que 72% dos millenials preferem gastar mais dinheiro em experiências de vida do que em coisas materiais. Por exemplo, suas redes sociais, sem dúvidas, devem estar cheias de fotos de pessoas em shows, em aventuras cheias de adrenalina, corridas e experiências gastronômicas. Cada vez mais, as pessoas estão colocando mais valor em experiências significativas como demonstração de auto-realização. Basta pesquisar qualquer hashtag relacionada a viagens para ter a prova.

Dar de presente uma experiência é vida é MUITO mais especial

12473917_10153179341272096_5929920707749117662_o

📸: @karynleigh89

Na maioria das vezes, você não está procurando um presente para “qualquer pessoa”. Você está comprando para alguém que você ama e se importa, uma pessoa com interesses e paixões reais. E quase sempre essas pessoas não se importam com o quanto você gasta com elas, e preferem um presente que venha do coração.

Dois amigos norte-americanos loucos por viagens se casaram recentemente, e ao invés de comprar um liquidificador novo ou mais um conjunto de copos, eu e alguns amigos em comum nos reunimos e compramos passes de entrada para todos os Parques Nacionais dos Estados Unidos. A gente sabia que o espírito nômade do casal ia fazer ótimo uso dos passes e oferecer um ano inteiro de memórias felizes, bem mais emocionantes que um novo edredom ou torradeira.

Experiências duram mais

12304024_10153091681792096_9141373472825665700_o

📸: @karynleigh89

O adorável obnóxio Tom Haverford, personagem de Aziz Ansari na série de comédia Parks & Recreation, uma vez disse: “O amor acaba, mas e as coisas? As coisas duram para sempre.” Desculpe, Tom, mas você está redondamente enganado! Coisas, objetos, posses, todas elas desaparecem. Cada uma delas.

Eu honestamente não me lembro do que ganhei no Natal  do ano passado. Mas eu me lembro claramente da vez que meu pai me levou para ver minha banda preferida tocar ao vivo pela primeira vez, e eu sorrio cada vez que penso sobre o fim de semana que dirigi a noite inteira com meus amigos da faculdade, para estar em San Diego durante a Comic Con. As coisas desaparecem lentamente, mas experiências e memórias só ficam mais doces com o tempo. Mesmo aqueles imprevistos, quando tudo deu errado, eventualmente se transformam em histórias engraçadas, apesar de na hora ter parecido o fim do mundo.

Todo Natal minha mãe pede uma surpresa de presente. Todo ano, literalmente, é isso. Assim, ano após ano, tem uma competição para ver quem consegue surpreender minha mãe. E a surpresa não precisa custar caro. Aliás, algumas das melhores não custaram um centavo! Até hoje, a melhor de todas as foi quando o meu pai conseguiu economizar o suficiente para dar um final de semana em Paris de presente pra ela (nós moramos em Londres). Ela ainda fala com carinho dos pequenos cafés, da arte requintada e das memórias marcadas em sua alma para sempre. Mandou bem, pai!

Experiências fortalecem os laços

12339301_10156418876675165_6982707928657414417_o

📸: @boscoppa

Espero que todo mundo tenha boas memórias de período de fim de ano com pessoas queridas reunidas, cantando e jogando, dividindo refeições e distribuindo presentes. Mas o que acontece quando esses dias de festas acabam, e nos vemos de volta ao dia a dia, com a rotina de trabalho repetitiva e papinhos de elevador? Claro que festas de Natal e aniversários podem te render alguns dos presentes mais legais da sua vida, mas dar e receber experiências é quase sempre uma garantia de prolongar, e até fortalecer, as relações com aqueles que te acompanharam nas aventuras.

Por que não carregar a pessoa que você ama para uma (surpreendentemente acessível) viagem até a bela Buenos Aires, a incrível Montevidéu ou mesmo para alguma aventura mais perto de casa? Os laços que você forma ao viajar e conhecer o mundo com quem você gosta vai fazer todos os envolvidos muito mais felizes do que qualquer coisa material.

A maioria das coisas dadas de presente no fim de ano são úteis só para quem recebe o presente. Elas são em grande parte solitárias, enquanto a maior parte das experiências, especialmente quando escolhidas com cuidado, são compartilhadas com outras pessoas.

Um guia de SIM e NÃO ao dar uma experiência de vida como presente

SIM, gaste seu tempo na escolha. Presentes atenciosos levam tempo para planejar, e ninguém quer dar um presente improvisado de última hora.

NÃO se questione demais. Existem milhões de coisas que vão fazer quem você ama feliz. E o mais importante é ver o quanto você se importa. Leve seu tempo para planejar, mas quando você encontrar algo perfeito, não tenha dúvidas.

SIM, tente entender que tipo de viajantes esta pessoa é. Algumas pessoas amam conhecer cidades grandes e outras preferem viagens de aventura.

NÃO exagere. Você pode ter experiências incríveis e várias aventuras em seu próprio país, então não ache que as pessoas que você ama SÓ querem uma viagem para o outro lado mundo, que vai te deixar falido. Obs.: Bem, embora eu ache que eles não iriam reclamar se ganhassem uma… 😉

SIM, pode escolher algo que eles possam aproveitar com outras pessoas. Se precisar perguntar alguma coisa, é só dar uma enrolada básica.

NÃO se arrependa de investir um pouco mais em uma experiência como presente. Embora você não vá ter nada com papéis brilhantes e divertidos para eles abrirem no Natal, você vai oferecer memórias para a vida inteira.

Exemplos da galera viajante

Finalmente, alguns exemplos para provar o meu ponto e convencer a sua alma. Nós conversamos com alguns especialistas em vagar por aí sobre os melhores presentes que eles já receberam:

canoe-2-2

“Um ingressos para canoagem no Rio Goulbourn e um chá da tarde no Glass House Mountains foram imbatíveis. Como viciados em praias, a gente nunca teria escolhido uma viagem pelo interior da Austrália, e teria passado todos os 9.000 Km da nossa jornada no litoral, mas essa experiência foi um presente incrível. Passamos horas cruzando o rio, com nada mais que a natureza entre nós e o resto do mundo, vendo koalas e outros animais simpáticos pelo caminho, e felizmente, nenhum crocodilo! E embora um chá com biscoitos não pareça a coisa mais excitante do mundo, podemos garantir que dirigir um veículo enorme pela primeira vez na vida, e passando pela beira da montanha, foi emocionante! Sem falar na vista incrível no final do passeio!

“As roupas foram esquecidas em um ônibus, a jaqueta ficou toda rasgada depois de uma escalada noturna em um vulcão e o livro está coberto de poeira, mas as nossas memórias de cantar a música tema de “Um Maluco no Pedaço” enquanto fazíamos canoagem pelo Rio Goulbourn no leste da Austrália vão durar para sempre.”KH Travels

262408_10150278542278954_2412104_n

“Eu saltei de um bungee jump com meu pai no Sul da França, e foi um dos momentos mais inesquecíveis da minha vida. A vista do alto da ponte foi uma das coisas mais bonitas que já vi (pelo menos em parte porque eu temia pela minha vida). Meu salto foi descrito pelo meu irmão como “um dos saltos mais sem dignidade” que ele já tinha visto, e o fato de toda minha família estar lá para quase me fazer xixi de tanto rir tornou tudo mais especial. Isso ficou na minha memória muito mais do que qualquer presente material jamais ficaria, e fico muito feliz em lembrar que dividi essa experiência com meu pai.”Emma

img_20150905_193953-smaller

“Alguns dos melhores presentes que já recebi foram experiências de viagens, e não coisas. Era uma vez um namorado que me levou para Roma. Ele embrulhou um guia da cidade de riu da minha cara enquanto eu abria o pacote e não entendia nada. Ele já tinha até ligado escondido para meu chefe para conseguir alguns dias de folga, e passamos um final de semana prolongado explorando a cidade antiga. Isso me deu novas ideias e experiências que eu nunca havia sonhado antes. No ano seguinte ele me deu… Bem, não consigo lembrar, já que foi alguma coisa material, e não uma experiência de vida.” –  Johanna

Se você gostou deste post, também pode gostar destes:

Share The World!
INSTAGRAM
EMAIL
Facebook
Facebook
GOOGLE
GOOGLE
/blog/porque-experiencias-valem-mais-que-qualquer-outro-presente/?lang=pt-br
Youtube
Pinterest
Pinterest

Related posts

Sobre o Autor

Colin Rivera

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios. Campos obrigatórios são marcados com *

Aplicativos de Celular Hostelworld

Faça a reserva no caminho com os novos aplicativos móveis da Hostelworld.

Download on App Store Download on Play Store

Pesquise e reserve mais de 33.000 propriedades em 170 países, onde você estiver.