55 Dicas de Viagem Geniais para Quem Está Quebrado $$

55 Dicas de Viagem Geniais para Quem Está Quebrado $$

Muitas vezes você se pega navegando nas redes sociais, sonhando acordado com lugares distantes, fotos inspiradoras e aventuras que vão mudar sua vida, não é? Mas aí você volta à realidade, verifica seu saldo bancário e… droga. Viajar com orçamento apertado é assustador para muita gente, e infelizmente pode impedir alguns viajantes de conhecer esse incrível planeta. Para te ajudar a aproveitar ao máximo a sua viagem, separamos 55 dicas para quem está na pindaíba:

  1. Faça pesquisas e reservas usando uma janela de navegação privada

Book using a private browser window to save money on travel

Certifique-se sempre de limpar os cookies do seu navegador, e o ideal é usar uma janela privada/anônima quando buscar passagens aéreas. Os sites conhecem seu histórico de buscas e os preços que você já viu, então para manter as coisas competitivas e baratas, faça essas buscas de forma anônima.

  1. Hospede-se em hostels

Hostels are one of the best ways to travel on a budget

Essa aqui é óbvia, mas nunca é demais lembrar o quanto hospedagens de baixo orçamento, como os hostels, podem ser mais legais com o seu bolso do que hotéis, resorts e casas alugadas. Além de conseguir preços mais baixos (alguns hostels podem custar poucos dólares por noite), você vai mergulhar na autêntica atmosfera mochileira e ter memórias para a vida inteira.

  1. Faça aulas gratuitas

Save money while travelling with free classes

Muitos hostels espalhados pelo mundo oferecem aulas gratuitas para os hóspedes. Você pode acalmar a alma com um pouco de yoga, aprender a arrasar na cozinha com aulas de culinária local, ou mesmo exercitar o lado criativo com aulas de arte. Com um pouco de pesquisa é muito fácil encontrar os hostels que oferecem as melhores aulas gratuitas para os viajantes.

 

  1. Hostels com comidinhas grátis

Look for hostels that offer free food to save money

Pode parecer óbvio, mas MUITOS hostels oferecem comida grátis. É claro que o café da manhã normalmente já faz parte da diária, mas alguns hostels de todo o mundo oferecem também pães e bolinhos, churrascos, noites de pizza e muito mais. Fique abastecido de comida grátis para suas aventuras ao longo do dia.

  1. Para economizar, fuja dos lugares mais comuns

Avoid expensive tourist attractions to make your money last longer

Armadilhas para turistas podem ser um pesadelo total para sua carteira. Claro, esse lugares são populares por algum motivo. Mas, literalmente, qualquer lugar do mundo que você escolha visitar vai ter muitas coisas incríveis para ver, pessoas para conhecer e comidas para experimentar, então você não precisa gastar um monte de dinheiro ou perder horas em uma fila. Alguns lugares que eram praticamente desconhecidos estão ficando mais e mais populares entre os mochileiros, enquanto novos tesouros escondidos vão aparecendo.

📸: @TeeJayHughes

  1. Dê valor a experiências, e não a coisas materiais

Travel on a budget is all about embracing the experiences in life

Souvenires de viagens são superestimados. Mesmo! No lugar de carregar uma mala cheia de parafernálias turísticas, por que não focar em colecionar memórias e experiências, no lugar de coisas materiais? Isso vai deixar a sua viagem muito mais feliz, suas bagagens mais leves, e sua carteira mais cheia.

📸@boscoppa

  1. Trabalhar em um hostel é uma ótima maneira de conseguir acomodação grátis

Working in a hostel in a great way to get free accommodation

“Trabalhe em hostels e economize ainda mais dinheiro com hospedagem. A maior parte dos hostels precisa de gente para dar uma força na limpeza e na recepção, e muitos oferecem programas de intercâmbio onde você trabalha algumas horas por dia em troca de acomodação gratuita.” – @BudgetTraveller

📸 by:@lola.photography

  1. Você sabe quanto custa um visto?

Look for countries that offer cheap visas

Alguns países não exigem vistos para entrar como viajantes de curto prazo, e outros cobram pelo privilégio de atravessar suas fronteiras. Saiba bem qual é o caso dos seus destinos, já que você pode planejar viagens para lugares com processos de vistos mais baratos.

  1. Reserve com antecedência

Travelling on a budget means planning ahead to get the best deals

Outra coisa bem simples, mas que não custa lembrar: muitas vezes os preços ficam mais altos quando as viagens estão mais próximas. Reservar passagens de trem, acomodação no hostel e passagens aéreas com antecedência garante que você não vai precisar gastar muito mais por um quarto melhor ou com passagens de última hora em um voo lotado.

📸 by:@lola.photography

  1. Planeje viagens fora da alta temporada

Planning your trip during off-peak times means more cheap travel

Conheça a sazonalidade do seu destino de viagem. O que é conhecido como o período de baixa temporada em um país, pode não ser em outro. Vários destinos têm diferentes temporadas de alta do turismo, então pesquise bem. Com um pouco de planejamento, você pode garantir que vai fugir do aumento de preços e dos montes de turistas!

  1. Use VPN para encontrar ofertas mais baratas

Os preços podem variar dependendo do lugar de onde a reserva é feita. Usar um plugin de VPN no navegador faz parecer que você está fazendo a pesquisa de outra região. Definitivamente, vale a pena conferir as diferenças de preços e buscar as melhores ofertas.

  1. Aposte nas milhas de fidelidade

As chances são de que, em algum tempo, as suas aventuras te levem mais longe do que você imagina. Então definitivamente vale se tornar membro de programas de milhas por fidelidade e acumular quantos pontos você conseguir. Ao longo do tempo, eles realmente vão ajudar a conseguir descontos em passagens e upgrades.

  1. Pesquise preços

Mais uma dica tão simples e tão importante! Não pegue o cartão de crédito na primeira passagem aérea ou diária de hostel que você encontrar. Pesquise! Dê uma olhada no Skyscanner e no app do HostelWorld. Pergunte aos amigos mochileiros por recomendações de sites. Não aceite a primeira oferta só para economizar tempo!

  1. Aproveite as promoções de grandes eventos de vendas

Enquanto as pessoas carregam novas TVs e tablets na Black Friday, você pode correr para sites de passagens aéreas e para o HostelWorld. Sua carteira vai agradecer!

  1. Viaje mais leve

“Economize enquanto voa ao ter apenas a bagagem de mão, evitando as taxas extras por malas despachadas.” – @BudgetTraveller

  1. Alugue uma bicicleta

“Quando você precisar ir um pouco mais longe, alugue uma bike. Além de ser um meio de transporte mais barato, vai te manter mais em forma!”- @BudgetTraveller

  1. Tente combinações com diferentes aeroportos

O segredo é fazer as mudanças certas! Claro que um voo para o outro lado do mundo pode sempre parecer caro, mas se os voos de ida e volta saírem de aeroportos ou cidades diferentes, você pode conseguir economizar. Além disso, pode acontecer de outros países e companhias aéreas oferecerem descontos para quem fizer escala em seu país de origem. Por exemplo, quem viaja de Nova York para Londres pode economizar se fizer uma paradinha na Islândia (e ainda faz uma mini-viagem dentro da viagem).

  1. Seja flexível

Esta deve ser a qualidade mais importante na hora de viajar com orçamento apertado. Ser capaz de deixar de lado alguns planos e mudar as coisas no último minuto podem te ajudar a aproveitar promoções e oportunidades que surgem em suas viagens. Não fique amarrado aos planos originais.

📸: @PatchinPixels

  1. Seja forte

Nenhuma viagem é completa sem alguns pequenos problemas, mas se alguma companhia aérea ou acomodação atrapalhar sua viagem de uma forma que poderia ser evitada, mantenha sua posição firme. Converse educadamente com o representante do serviço ao cliente para ter certeza de que você será recompensado. Nada de gastar mais por causa de serviços ruins!

📸 by: @JohannaW

  1. Faça mais e mais pesquisas

Mais uma dica lógica, na verdade. Um dos maiores erros que o viajante com dinheiro contado comete é apressar os planos. Pode ser tentador, já que fazer toda essa pesquisa pode ser cansativo, mas tire um tempinho para ler posts de blogs de viagens, pesquisar preços, falar com outros viajantes, ler críticas de hospedagens e atrações e etc.

📸 by: Jennifer Lachs

  1. Converse com outros viajantes

Provavelmente, a melhor fonte para economizar é a experiência, e quem melhor para pedir dicas do que os próprios viajantes? Fale com todo mundo que você saiba que já mochilou por aí, leia fóruns e artigos de quem já foi antes. Você sabe, artigos como este 😉

📸 by:@ic.theworld

  1. Comece sua detox digital

Viajar pelo mundo é um momento incrível para ficar longe dos vícios eletrônicos. Você vai economizar em baterias, carregadores, adaptadores de tomadas, carregadores Wi-Fi, taxas de roaming, seguro, etc. A vida é mais barata quando você não se preocupa com os equipamentos eletrônicos.

📸 by:@ic.theworld

  1. Conheça os moradores locais

Aprenda com nossa expert local australiana: “Não pague $350 para uma escalada, quando você pode andar na área de pedestres da Sydney Harbor Bridge de graça. Quer as melhores vistas de Sidney? A trilha pela costa de Coogee a Bondi é de graça, e vai levar umas duas horas. E que tal levar lanche para fazer um picnic no almoço? O Surfers Paradise é muito cheio? Fuja das multidões e aproveite a vibe mais tranquila da Southern Gold Coast, sem aquele tanto de gente e altos gastos. Dê uma chance a lugares como Kirra, Burleigh ou Coolangatta. Além disso, durante duas semanas em Janeiro, o Sydney Festival oferece mais de 450 apresentações e 150 eventos, com a participação de mais de 1000 artistas em quase 50 lugares. E a maior parte deles é DE GRAÇA ou custa menos de $30!!”– @KristyDoesStuff

📸 by:@ic.theworld

  1. Compre em mercados locais

“O Temple Bar, em Dublin, é o lar de 3 diferentes mercados durante o fim de semana. Eles oferecem lembranças mais baratas e originais do que os encontrados em lojas.” – @KristyDoesStuff

📸 by: @raquelalmeida_

  1. Ative as notificações

“Muitas vezes, sites como o Skyscanner oferecem a opção de configurar alguns alertas para ser o primeiro a saber sobre novas ofertas. Outros sites, como Travel Pirates e Thrifty Traveler também têm boas apostas. E eu sempre confiro o Fares Error no Twitter. Eles publicam erros de tarifas, para que você faça a reserva antes delas serem corrigidas. Você precisa comprar a passagem e esperar por 24 horas antes de planejar a viagem. Se a companhia aérea corrigir o erro em até 24 horas, eles podem cancelar sua passagem, mas depois disso você está pronto para embarcar!” – @wordswithfran

📸 by:@ic.theworld

  1. Esteja aberto para novos lugares

Todos nós temos uma longa lista de desejos cheia destinos, mas não fique tão apegado a elas! Ás vezes, alguns dos melhores destinos do mundo ainda não entraram no nosso radar, mas super valem a viagem. E muitas vezes esses destinos vão ser mais baratos também. Este ano, vários lugares que estavam fora do mapa das viagens estão aparecendo como paraísos dos mochileiros, em parte porque eles simplesmente não são tão caros como lugares mais tradicionais, mas são igualmente incríveis.

📸 by: Emily Mulligan

  1. Marque seus voos às terças-feiras

“Ao reservar voos, quase sempre a terça-feira é o dia mais barato da semana, devido à baixa procura por voos neste dia. Se você estiver disposto e tiver possibilidade de marcar seu voo de ida ou volta em uma terça-feira, pode economizar um pouquinho mais.”– @BudgetTraveller

  1. Leve a comida com você

Armazene seus bolsos para a estrada! Leve comida de casa, faça compras em supermercados (no lugar de restaurantes) e etc. Pode não ser tão glamouroso quanto jantar em um bistrô chique, mas financeiramente, vai salvar seu fígado.

  1. Viaje de noite

“Economize com uma diária na acomodação e pegue ônibus ou trens noturnos. Particularmente na Europa, você vai ver que os trens noturnos são bem confortáveis. E em alguns países, como na Argentina, os assentos dos ônibus podem inclinar até 180°.” – @BudgetTraveller

  1. Faça walking tours

Walking tours (ou simplesmente: caminhadas guiadas turísticas) é uma das melhores maneiras de explorar uma cidade nova. E normalmente esses passeios são gratuitos e acompanhados por moradores locais que conhecem tudo.

“Jerusalém é uma das cidades mais fascinantes do mundo. Faça um walking tour com a galera do SANDEMAN Tour Company, às 11h00 e 14h00. In-crí-vel!”– @KristyDoesStuff

📸 by:@lola.photography

  1. Descubra a arte de rua

Eu credito que uma das melhores maneiras de realmente conhecer uma cidade é observar a arte de rua. Você vai descobrir as nuances culturais, cores, temas, estilos e histórias que fazem a cidade ser o que é. E o melhor de tudo, não custa nada!

📸 by:@ic.theworld

  1. Visite galerias e museus gratuitos

Algumas cidades, como Londres, são cheias de atrações gratuitas, incluindo coleções de artes e história abertas ao público. Outras cidades cobram uma pequena taxa de ingresso nos museus, mas até esses lugares oferecem dias com descontos ou entrada livre. Corre para o Google para descobrir!

  1. Leve uma rede

“Na minha experiência, alguns hostels lotados vão deixar você pendurar uma rede (e por uma taxa mais baixa do que as camas dos dormitórios).” – @BudgetTraveller

📸@boscoppa

  1. Use as cozinhas dos hostels

“A maior parte dos hostels têm cozinhas. Comendo por lá, você pode economizar verdadeiras fortunas em refeições.” – @BudgetTraveller

Lembra o que dissemos sobre levar comida com você? O mesmo se aplica aqui! Se você tiver acesso a uma cozinha no hostel, cozinhar e dividir as refeições com outros viajantes vai ser beeeem mais barato do que uma noite pela cidade.

  1. Aprenda a pechinchar

“Em muitas culturas, é regra negociar um preço mais baixo do que o original. Pode ser que você não se sinta confortável no primeiro momento, mas é normal. Agora, saiba quando parar e pagar um preço justo.” – @JohannaW

📸 by:@ic.theworld

  1. Foco no almoço

“Se você decidir comer em restaurantes mais caros, faça isso no almoço, no lugar do jantar. Na maior parte dos lugares, promoções de almoço são bem mais baratas do que os preços do jantar.”– @BudgetTraveller

  1. Beba cervejas e vinhos locais

“Quando for beber, peça por marcas locais de cerveja ou vinho. Normalmente, é bem mais barato do que as marcas conhecidas mundialmente.” – @BudgetTraveller

  1. Tenha uma garrafa de água com você

Ajude o ambiente e o seu bolso ao mesmo tempo! Ter uma garrafinha de água resistente por perto vai te poupar aquela grana gasta em bebidas ao longo do dia, especialmente quando você estiver em lugares  onde é mais seguro beber água engarrafada.

  1. Faça amigos

“Compartilhar. Mesmo viajando sozinho, é possível compartilhar. Muitas vezes, quando um companheiro de quarto estiver voltando para casa, ele vai oferecer shampoo, repelente de mosquitos e etc. Faça o mesmo quando for a sua vez, já que é sempre legal ganhar novos produtos para continuar a viagem.”– @JohannaW

  1. Caminhe o máximo possível

Viajar vai te transformar em alguém que ama caminhar. É ótimo atravessar grandes campos e estradas em veículos motorizados, mas sempre que puder (principalmente se você estiver em uma cidade), estique as pernas e vá em frente! Você vai queimar calorias, economizar umas moedinhas e, definitivamente, conhecer os cantinhos da cidade escolhida com muito mais detalhes.

📸 by: @nataliaanjaphotography

  1. Aprenda o idioma

Se você puder conversar na língua local, converse! Em alguns lugares, como Tenerife e Delhi, as lojas têm preços para locais e preços para turistas. Ás vezes, só por falar o idioma do lugar ao entrar na loja, eles cobram o preço mais baixo.” – @BudgetTraveller

📸 by: @nataliaanjaphotography

  1. Leve sua identificação de estudante

“Assim como em casa, você pode encontrar descontos para estudantes em outros países! Então se você tem uma carteirinha de identificação, leve na bolsa! Vai ser surpreendente a quantidade de atrações que oferecem descontos para estudantes…”– @BudgetTraveller

  1. Faça uma Carteira Mundial do Estudante (ISIC – International Student Identity Card)

“Faça a Carteira Mundial do Estudante e consiga milhares de descontos extras em até 45 países diferentes. Também existe o Cartão da Juventude, disponível para quem tem menos de 30 anos e não é mais estudante em tempo integral.”– @BudgetTraveller

  1. Trabalhe enquanto viaja

Se for possível, trabalhe! Alguns países (como a Nova Zelândia) podem emitir um visto de trabalho nos períodos de férias, que permite que você arrume certos tipos de empregos por um tempo limitado. Se seu passaporte oferecer essa possibilidade, ganhe dinheiro!

  1. Peça o retorno de impostos

Além de permitir um período de trabalho durante a viagem, alguns países também oferecem a possibilidade do retorno dos impostos pagos nesses empregos. Cada país tem um processo diferente, mas definitivamente vale a pena procurar saber mais informações.

📸 by: @karynleigh89

  1. Escolha os melhores planos de telefonia para você

Planeje com antecedência para que você tenha o melhor serviço de telefonia para quem viaja. Isso nem sempre é possível, mas vale pesquisar. O 3 Mobile, do Reino Unido, por exemplo, oferece roaming internacional gratuito em certos países. Confira fóruns de viajantes e páginas do Facebook para encontrar as melhores possibilidades em telefonia dos diferentes países.

  1. Wi-Fi liberado, galera!

“A internet móvel em alguns países pode custar caro (e ser bem lenta), então corra para um café ou para o hostel para ficar conectado de graça (procure com antecedência os lugares que ofereçam Wi-Fi liberado).” – @KristyDoesStuff

Se você já está pesquisando sobre como ficar conectado na viagem, já sabe o que te espera. Obviamente, alguns países vão ter acesso bem limitado, enquanto em outros, como Japão e Estados Unidos, você vai ficar bem. Corra para esses bares!

📸 by: Chris Oakley

  1. Comida de rua é comida barata

“Comer em barracas de rua e food trucks tende a ser a maneira mais barata de se alimentar com orçamento mais curto, mas existe muito medo desnecessário em torno desse hábito. Mas lembre-se que você pode, literalmente, ver a comida ser preparada, o que é muito melhor do que alimentos escondidos na cozinha. Procure os lugares que têm uma fila constante e comida feita na hora.”– @JohannaW

  1. Deixe que cada cidade mostre sua vibe

“Não pode pagar a entrada em festas e clubes noturnos? Pegue uma cerveja e aproveite os músicos de rua. Diversão garantida até altas horas!”- @KristyDoesStuff

  1. Evite táxis

“Sempre tente usar o transporte público quando chegar em um país novo, no lugar de táxis. Normalmente, usar os serviços de metrô, trem ou ônibus custa uma fração do valor do táxi, e é uma boa maneira de já ir conhecendo a cidade assim que chegar.” – @JohannaW

📸 by: @raquelalmeida_

  1. Busque transportes alternativos

Você não precisa andar sempre de ônibus ou trem. Tente barcos de pescas locais, caiaques, skooters, bondes, riquixás, etc. Afinal, não há nenhuma boa razão para não explorar um pouco enquanto conhece a cidade, de uma maneira que você não poderia fazer em casa, e geralmente por preços mais baixos. Alguém topa um teleférico?

📸 by: @mochilerostv

  1. Confira as ruas menores e laterais

“Quando for comer fora, explore as ruas menores e laterais ao redor das avenidas principais. Parece óbvio, mas se você seguir pelos caminhos mais turísticos, espere pagar preços para turistas. Antes de escolher sua mesa, pergunte se tem preço diferente para quem senta no terraço ou na área externa.” – @JohannaW

📸 by:@ic.theworld

  1. Festa na piscina

“Alguns luxos valem a pena. Por exemplo, mesmo hospedado em acomodações mais modestas no Sudeste Asiático, alguns Resorts 5 Estrelas permitem que você curta a piscina deles de graça, desde que consumindo no bar local.” – @KristyDoesStuff

📸 by:@lola.photography

  1. Venda o que não precisa mais

Dê uma olhada em classificados recentes e quadros de aviso de hostels locais. Você pode descobrir que é mais barato comprar um veículo usado, e depois revendê-lo novamente.

“Por exemplo, se você já acabou sua viagem pela Austrália e precisa vender o veículo que usou, vá até o mercado de carros dos mochileiros, que rola no estacionamento aberto do Kings Cross.” – @KristyDoesStuff

  1. Dicas do Instagram

Uma fonte menos lembrada de dicas de viagem com orçamento apertado é o Instagram. Pesquisar hashtags como #budgettravel e seguir os viajantes que mais te inspiram pode ser de grande ajuda no seu planejamento.

Banner 📸 by:@TeeJayHughes

Share The World!
INSTAGRAM
EMAIL
Facebook
Facebook
GOOGLE
GOOGLE
/blog/55-dicas-de-viagem-geniais-para-quem-esta-quebrado/?lang=pt-br
Youtube
Pinterest
Pinterest

Sobre o Autor

Colin Rivera

Inspire-se

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios. Campos obrigatórios são marcados com *

Aplicativos de Celular Hostelworld

Faça a reserva no caminho com os novos aplicativos móveis da Hostelworld.

Download on App Store Download on Play Store

Pesquise e reserve mais de 33.000 propriedades em 170 países, onde você estiver.